Veja se seu CPF e mais dados pessoais estão no vazamento de 220 milhões

Se já está vazado… o que é um peido… kkk

Tá mesmo. Acho que ele foi hospedado na HostGator kkkkkkkkkkkkk

Quando tu coloca teu CPF e tua data de nascimento, tu está informando teu nome de quebra;
Estranho, pois CPF e data de nascimento são os dois campos utilizado para saber a situação cadastral na receita.
No site da receita serão informados mais informações importantes, como nome completo.
Com essas informações, será possível encontrar muitas outras;
Várias consultas na receita federal são realizadas somente com CPF e data de nascimento.

Saber se seus dados foram vazados, não te ajuda muito em nada;
Saber lidar e acompanhar com as mensagens, emails, contatos que chegam até vc pq seus dados foram vazados, eh a verdadeira questão!

Manter seus cadastro positivo ativo, eh uma boa forma de acompanhar o que acontece com teu CPF, visto que muitas movimentações aparecem lá!
Como são informações atrasadas, quando vc se der conta, o estrago maior já estará feito, visto que o principal já foi realizado com o vazamento dos dados :slight_smile:

Todo santo dia recebo mensagem sms pedindo pra eu recuperar as milhas de um cartão que nunca tive;
Como conseguiram meu número? Não sei!

A certeza que tenho é que devo ficar alerta 24h :slight_smile:

Outra coisa interessante é que peguei o primeiro CPF da lista ali e joguei no Google. Resultado: outro nome. Se pah isso aí não é real não.

Rolou denúncia hein

CloudFlare flagou como phishing.

Fiz o teste e falou que fui vazado. Mostra alguns dados pessoais e informa o que foi vazado ou não.
Se esses dados vieram do serasa mesmo, então ali tem praticamente os dados de todos os brasileiros. Praticamente todo mundo que pesquisar vai falar que foi vazado.
Por outro lado não tem muito o que fazer.

Então posso processar os sites que vazaram? pois no meu nome ja recebi cobrança da TIM sobre fatura de um telefone x em um endereço em São Paulo, sendo que nem moro em SP.

Se você ou alguém conseguir provar a fonte dos dados e você conseguir que você sofreu algum dano por causa dos dados vazados dessa fonte específica, sim.

O que exatamente o site iria coletar? Seu CPF e data de nascimento ele já tem no banco de dados.

Você diz isso agora porque ele publicou o fonte. Mas antes não tinha mesmo como saber.

Ainda assim não pretendo usar o site. Não quero ter uma preocupação extra, a cagada já está feita.

E o cara que vazou está ganhando muito dinheiro em cima disso. Porque já está chovendo desesperados no tópico da oferta.

1 curtida

Publicar o código fonte é a mesma coisa que nada, pois você não sabe o que está rodando do lado do servidor (pode ser qualquer coisa).

No caso desse site as únicas informações que ele pede são o CPF e a data de nascimento, que hoje em dia são praticamente informações públicas.

Sim, concordo que o fonte aberto nem sempre representa o que roda por trás, ainda mais se tratando de back-end. Apesar de eu pensar que não seja essa a situação aqui. Então minha postura acaba sendo neutra.

Agora deixa eu corrigir um pequeno erro nessa afirmação:

Pense de forma contrária se tivéssemos certeza de que a tal base não existe, então a consulta poderia na verdade cadastrar o CPF no banco:

Como o usuário não sabe a situação dos dados dele no tal banco, o servidor poderia registrar os dados e gerar o resultado na demanda preenchendo aleatoriamente. No acesso seguinte, o banco iria encontrar o registro pelo CPF e data de nascimento e retornar o mesmo resultado da outra vez, para garantir que aquele registro sempre retorne as mesmas informações forjadas. Assim o usuário nunca suspeitaria do resultado.

Mesmo uma base com apenas CPF e data de nascimento já tem algum valor, junte isso com as inúmeras APIs abertas que o governo deve ter e você consegue praticamente o cadastro completo da pessoa, ainda mais fácil se for jurídica.

1 curtida

Entendo o que você está falando, mas para o exemplo que você deu funcionar o site precisaria pedir no mínimo o seu nome junto com o CPF e data de nascimento (já que esse site mostra o nome). Essa combinação eu já não preencheria.

Enfim, estamos todos ferrados. Agora é torcer pra não ser “sorteado” na loteria dos golpistas.

Daqui a pouco a Serasa vai começar a recomendar que que todos que tiveram os dados vazados assinem o serviço de monitoramento deles :rofl:

1 curtida

não vejo o porque consultar, pela quantidade vazada é melhor presumir que todo mundo do brasil teve suas informações vazadas

1 curtida

@felipe voce sabe da procedencia do portal fuivazado.com.br? Voce conhece o Allan? Pq vcs meio que estao indicando um site que pode estar coletando mais informacoes ao inves de realmente ajudar. Como desenvolvedor de sistemas, ainda nao consigo entender o motivo da aplicacao pedir CPF e data de nascimento para verificar se os dados estao na base. Justamente a chave composta da receita federal

4 curtidas

Algumas dúvidas sobre o Fui Vazado foram abordadas aqui:

Se seus dados não foram vazados ainda, agora serão rs.

politica de cookies é só na europa

Exatamente o meu argumento. Se ele tem de fato tem a base, o CPF é o suficiente pra realizar a consulta.

Claro, tem a chance de ter mais de um CPF, já que há pessoas falecidas e poderia ter havido um reaproveitamento de CPF (especulação). Se for essa a preocupação, bastaria perguntar apenas o ano de nascimento, para caso a consulta no BD retorne com dois ou mais resultados, o sistema saiba discernir qual das dos dois deve ser mostrado.

Ninguém mais percebeu que tem mais CPF “vazado” que habitantes no Brasil?? Somos 209 milhões de habitantes…