Vale a pena investir num Mini PC?

Estava navegando pelo AliExpress e me deparei com uma seção de Mini PC’s com configurações bem poderosas e me bateu a curiosidade, vale a pena investir nesse segmento?
Falo no sentido de usar para fazer trabalhos da faculdade, usar para o trabalho, uso cotidiano (imagino que para jogos mais pesados não vale a pena)

1 curtida

PC de jogo é PC de jogo…
Vc pode até conseguir rodar alguma coisa num note simples, ou num PC ou mini PC simples, mas vai acabar queimando a máquina por excesso de aquecimento dela, já q não foi preparada para tal.
Isso posto, pra saber se uma config serve pra trabalho, faculdade (q tipo de faculdade - arquitetura e engenharia demandam PCs fortes), precisamos saber qual a config desse Mini PC e qual a finalidade dele para vc.

1 curtida

Tem uns miniPCs da miniforum que são bem parrudinhos. Inclusive sendo capazes de rodar jogos de forma aceitável (desde que tu não seja lunático e tente rodar tudo em 4k HDR RTX e etc).
Por exemplo:

Mas depende o que tu quer dizer com trabalho da faculdade, trabalho normal ou uso cotidiano. Se for edição de texto, navegação e coisas leves até vai funcionar. Mas se for coisa mais pesada que o básico, vale mais a pena investir num ATX normal. Ou se tu tiver um pouco mais de grana, num mini ITX (porque TUDO mini ITX é BEM mais caro).

1 curtida

Trabalhos normais mesmo (pesquisa e confecção de textos; muitos arquivos) e o uso cotidiano mesmo

Isso é meio vago… Meu uso cotidiano inclui jogos e EAD, mas não sei o que o teu inclui.
Mas se for coisa leve, deve servir bem. Mas eu não tenho ideia de qual mini pc tu tá falando. hahaha

Esses mini pc se dividem em 2 categorias, os pra uso em escritórios e comercio, só pra rodar o programa de pdv ou editar textos e planilhas além de mandar uns email, e os mais parrudo mas que são mais caros que um desktop convencional com a mesma configuração.

Se não for usar photoshop, nem CAD, ou outras coisas desse tipo e nem for jogar nada, então tem alguns desses mini pc que servem, mas o básico do básico é 4gb de ram e 60gb de armazenamento, sendo que recomendo 120 gb de armazenamento para não ter problemas com as atualizações do windows, e saiba que não costuma ter como faze nenhum upgrade futuro nesses mini pc.

1 curtida

Esse da minisforum que eu postei aceita mais dois SSD sata… hahaha

2 curtidas

Se um setup com visual mais limpo é importante pra você, pode valer a pena, já que muitos desses Mini PCs incluem um suporte VESA pra você montar atrás do monitor ou na parede, escondendo bem do campo de visão.

Fora isso, depende do preço mesmo.
Dado que eletrônicos em geral estão extremamente caros no Brasil atualmente, importar um Mini PC na expectativa de não ser taxado pode ser uma alternativa.

Em termos de performance é o que já disseram. A maioria vai dar conta do recado se o recado for uso de cotidiano de escritório de burocracia, ou seja, arquivos de Word, Excel, PDF e algum navegador. Alguns, como os mais parrudos do Minisforum conseguem rodar alguns jogos mais pesados e tal, mas é improvável que você encontre um que seja tão bom quanto um desktop pra programas de edição mais pesados como edição de vídeo e imagem e CAD.

Esses entram na segunda categoria, tu monta uma torre com a mesma potencia por menos do que um desses da minisforum, os que não tem upgrade que eu falei são os baratinhos.

Ah, se tu morasse no Canadá… a Dell tinha o Dell Micro All-in-One Stand.

4k BRL + 2k imposto, 6k reais.
Acho que atualmente tu não monta algo com a mesma potência não. Ao menos não no Brasil.

Se tu for importar ele tem de comparar como se fosse importar as peças da torre. Com 4k reais tu compra algumas coisas interessantes lá fora.

Mas só fica interessante se ele comprar de diversas lojas, pagar diversos fretes, pagar diversos impostos… chegando no Brasil vai passar fácil dos 6~7k

Eu gosto de coisas compactas, então se você for fazer um uso leve, um mini-PC pode ser uma ótima opção para se livrar do gabinete gigante.

Se quiser uma maquina potente, vai ter que ir pelo tradicional mesmo, ou ir pro lado da Apple com o Mac Mini que é bem competente.

Bem lembrado. Os Mac Mini são excelentes. Dependendo de quanto tu tenha disponível para gastar, há a possibilidade de pegar um M1, que além de bem decente, não consome quase nada.
O único contra é o sistema operacional diferente. (cujo a maioria dos programas são pagos, em dolar)

1 curtida

Existem opções de note muito bons para essa finalidade na casa dos 4k~5k, como o Lenovo S145, Acer Aspire 5, Dell Inspiron…Além de você ganhar portabilidade (o que faz mais sentido, já que a finalidade é trabalho, faculdade, etc)

Bem pensado também

1 curtida

Muita gambiarra ter de liga tela, mouse e teclado no notebook pra ter uma usabilidade confortável e deixar ele sempre fixo ali na mesa.

Eu não vejo como gambiarra, vejo como uma solução mais prática, o único cabo que você vai precisar é o do monitor caso queira uma tela maior. Para todo o resto (wifi/teclado/mouse) é sem fio.

Se for ter desktop, a gambiarra aumenta 1 peça: o gabinete e os respectivos cabos. Além da portabilidade ter ido pro brejo.

Pra mim PC (desktop) é só pra jogar e nada mais, de resto não vale a pena hoje em dia. E se for pensar que existem notebooks gamer com RTX (avell/razer e outras marcas) até pra jogar eu avaliaria melhor se vale a pena montar um PC gamer hoje em dia.

Mas vai do gosto de cada um né. Tem quem prefira PC de mesa e tá tudo certo nisso também.

Quantos cabos tem em um desktop que use o máximo possível de coisas sem fio? é o mesmo de um notebook ligado ao monitor.

Pergunta pra maioria dos programadores e relacionados a TI se preferem trabalhar em um notebook ou um desktop? meus amigos chegam a trabalhar com 3 monitores e 2 pcs. Não é gosto, é produtividade e orçamento, um notebook que faça o mesmo trabalho custa 2 a 3 vezes mais e tem uma vida útil da metade do desktop. Sem falar na barulheira que o cooler do notebook faz ao se abrir o android studio ou qualquer outro sistema pesado.

1 curtida

Quantos cabos tem em um desktop que use o máximo possível de coisas sem fio? é o mesmo de um notebook ligado ao monitor.

Os monitores não são baratos, mas eu tenho um que carrega via USB-C, é um cabo para carregar e transmitir dados. Usando mouse e teclado sem fio, é literalmente um cabo para todo o setup (além da energia do monitor).

No computador são ao menos 2, um de energia e outro para o monitor.

Em termos de praticidade é muito bom, já que é só desconectar um cabo para usar em outro lugar.

Pergunta pra maioria dos programadores e relacionados a TI se preferem trabalhar em um notebook ou um desktop? meus amigos chegam a trabalhar com 3 monitores e 2 pcs. Não é gosto, é produtividade e orçamento, um notebook que faça o mesmo trabalho custa 2 a 3 vezes mais e tem uma vida útil da metade do desktop. Sem falar na barulheira que o cooler do notebook faz ao se abrir o android studio ou qualquer outro sistema pesado.

A ventoinha pode ser um saco mesmo, mas é uma grande vantagem ter uma máquina que se pode carregar. Mas se nunca precisa trabalhar em outro local, normalmente o desktop é melhor mesmo.

Com a escassez de peças, notebooks ficaram mais interessantes em termos de custo/benefício. Não descartaria, especialmente comparado com mini-pcs, que também costumam ter ventoinhas barulhentas e limitações sem ser muito mais barato.

1 curtida

Eu sou desenvolvedor de software hahaha eu prefiro muito mais trabalhar no notebook + monitor. Me da liberdade de trabalhar em qualquer canto da casa (agora em home office) e na empresa é bem útil para levar em reuniões. Inclusive a empresa que eu trabalho trocou todos os desktops por notebooks, não só da engenharia mobile, mas de todas áreas. É muito mais produtivo do que o desktop.

Android studio eu uso diariamente, roda de boa no notebook aqui (tanto no mac (intel) quanto no windows) + monitor. No mac roda mais liso.

3 telas eu nunca tentei, mas não preciso, mas com certeza isso exigiria mais. Assim como exigiria mais de um desktop, e com os preços das placas de vídeo nas alturas, os monitores caros também, essa brincadeira não sairia barato do mesmo jeito…

E pelo que o colega citou no tópico, (trabalhos da faculdade, trabalho e uso cotidiano), eu já consideraria ter portabilidade, principalmente se ele faz faculdade presencial.

Exatamente, foi o que eu quis dizer. Hoje em dia não ta valendo a pena desktop.

1 curtida