Usuários do Windows 11 cobram mudanças em TPM, barra de tarefas e mais

Ou seja, os usuários pedem o Windows 11 com as funções removidas do Windows 10.
Porque não faz sentido evoluir removendo funções populares.

3 curtidas

Muito Mi mi mi mi. Tem coisa que realmente não tinha necessidade de remover da barra de tarefas, sinto falta de poder colocar no topo, mas sou a favor da evolução ainda mais quando se trata de segurança.

Mimimi boy
1 curtida

Tem uma limitação ainda mais ridícula: a da geração do processador. O meu notebook fica reprovado justamente nesse quesito, e não tem ainda nem 3 anos de uso. Tem coisa mais besta?

3 curtidas

concordei mas o gerenciador de tarefas faz mais sentido no menu iniciar msm

os processadores lançados a partir de 2018 não vem mais com o problema conhecido como meltdown

2 curtidas

Windows 10 vai ser o novo Windows 7, até aposto se a Microsoft não vai estender o prazo do suporte depois de 2025.

1 curtida

O Windows 10 será o novo XP, o 11 o novo Vista e um hipotético 12, o novo 7.

1 curtida

Qual é a geração? Instalei num notebook com um i3 6006u sem problemas, inclusive com TPM.

Lembro de ter lido nos comentários em matérias anteriores que a versão preview é possível instalar em processadores não compatíveis, mas a versão final só será compatível (oficialmente) com processadores a partir da oitava geração (no caso da Intel).

Então a não ser que mudem, pode ser que você não consiga passar da versão preview para a versão final nesse notebook.

1 curtida

A opção de instalar sem atender os requisitos só está disponível pra quem já era inscrito no canal Dev do Insider Preview antes de 24 de junho. Para se inscrever hoje (sem recorrer a gambiarras), só cumprindo com os requisitos novos, mas aparentemente só estão exigindo o TPM e o Boot Seguro, ainda não estão forçando a geração do processador…

Falta a Microsoft se posicionar oficialmente sobre qual o motivo da exigência do TPM 2.0. Se não fica parecendo que é só por obsolescência programada.

Ué.

Do blog da MS:

1 curtida

Parece que a MS está querendo um Vista 2.0

1 curtida

No Windows Vista, o problema foram os requerimentos elevados, pois a grande maioria dos computadores ainda tinha hardware da época do XP, que era bem mais leve. Com o 11, a baixa adoção parece ser calculada.

Eu até cho que a Microsoft está realmente interessada em aumentar a segurança no 11, mas não dá pra negar que não dar suporte a mais de 50% das máquinas existentes, uma vez que não poderão ser atualizadas, vai proporcionar uma bela redução de custo.

Acho que Redmond não tem muita intenção de universalizar o 11 como fez com o 10, o upgrade só é gratuito porque se cobrasse ninguém atualizaria, incluindo eu.

Na verdade esse problema de não suportar processadores mais antigos, não é bem um problema. Como o Linus do Linux Tech Tips disse em um vídeo, a Microsoft dizia que o windows 7 só era suportado por processadores de 2011 pra frente (se não me falha a memória), mas como ja sabemos, o windows 7 é de 2009. Portando, dá tirar como conclusão, o fato de que a Microsoft usa isso como divisor de teste. Mas não que não possa rodar.

Ou seja, com tanto que vc não seja um usuário corporativo, e que provavelmente quer ter 100% do suporte da Microsoft, então não quer dizer vc rodar num processador mais antigo.

1 curtida

Quanto choro, espero q não retornem nada disso, mto bloat pra minoria chorenta.

Instalei no meu PC com um i3 de 4ª geração e sem o famigerado TPM. Funciona normalmente.

Só precisou alterar umas chavinhas no regedit pra pular as exigências.

Isso vai ser um belo tiro no pé. A grande maioria dos pcs que eu dou manutenção não tem esses requisitos mínimos e ainda rodariam bem o windows 11.