Um carregador de celular de 10,5w já é turbo?

Qual é a potência mínima para considerar um carregador turbo?

Na minha opinião (posso estar equivocado), a partir de 15W!

No Aliexpress, eles informam que é turbo. Tem muito brasileiro informando que o produto é muito bom.

1 Curtida

Carregador “turbo” não serve para nada. Se um celular carrega à 5v 2a por especificação, não vai carregar mais rápido num carregador que forneça 5v 10a que num carregador que já forneça os 5v 2a. (O que acontece é que o pessoal pega qualquer carregador e carrega o celular sem olhar as especificações de ambos. Antigamente vinha muito carregador 5v 0.5a, que vai carregar um telefone que carregue à 5v 2a, mas vai carregar 4-5x mais lento)

Se tu se refere à tecnologia Quick charge. Teria de ver a versão igual ou superior ao do aparelho.

2 Curtidas

Essas nomenclaturas são só propaganda.

Padrão de carregamento rápido existe aos montes (https://en.wikipedia.org/wiki/USB_hardware#cite_ref-kumar_108-1) e cada um tem sua especificação.
Para funcionar, os dois lados (a fonte e o receptor, ou o adaptador de tomada e o gadget que você quer carregar) precisam ser compatíveis com o mesmo padrão (por exemplo Qualcomm Quick Charge X.0).
Se os dois lados não forem compatíveis com o mesmo padrão, o carregamento vai pro padrão USB universal, que vai a 7.5W (5V e 1.5A).

O Quick Charge 1.0, por exemplo, tem potência máxima de 10W (5V e 2A), o 2.0 chega a 18W (9V, 2A), o 3.0 chega a 36W (12V e 3A), e por aí vai.
O PowerIQ da Anker na versão 1.0 chega a 12W, enquanto o 2.0 chega a 24W e o 3.0 em tese chega nos 100W em alguns casos.

Ou seja, chamar de “turbo” é só pra chamar a atenção e tem pouco valor.

6 Curtidas

O Turbo Power da Motorola é uma marca comercial do Quick Charge, sem especificar a versão?

Antes do USB Type C, sim. Após o USB Type C passaram a usar o USB Power Delivery, embora alguns modelos da Motorola sejam compatíveis com ambos os padrões…

2 Curtidas

Ao meu ver os carregadores turbo são os que entregam tensão acima dos 5v, normalmente 9v ou 12v, o resto é só um carregador com amperagem mais alta. (ps: leia-se, com mais amperes)

Para 9V e 12V é necessário ser compativel com Quick Charge, não? Então o correto seria chamar de Quick Charge mesmo. Se fosse um carregador que forçasse 9v/12v seria lindo o tanto de celular explodindo. hahaha

Mas carregador “turbo” que o pessoal diz são aqueles 5V 2~5A…

O mais legal é que a Multilaser tem uns carregadores 5V 2.1A coloridos e bem honestos por 15-20 reais (na versão sem cabo incluso)… o que faz não valer muito a pena comprar carregador “turbo” pela internet. (não são exatamente os melhores disponíveis, mas em termos de custo beneficio, são excelentes)

2 Curtidas

Corrente. “Amperagem” é uma aportuguesação do termo em inglês, e, embora seja admitido em alguns dicionários, está errado do ponto de vista técnico.
Do mesmo modo o termo correto é “tensão” ao invés de “voltagem”. (Sem querer ser chato, apenas pra difundir o conhecimento. Até por este ser um blog de tecnologia, achei que valia a pena comentar)

3 Curtidas

O termo correto em inglês é current. Amperes também é errado em inglês. hahaha

Certo, erro meu, creio que o voltagem que é a aportuguesação do termo “voltage”, ou veio mesmo do uso incorreto da unidade como nome da medida. Seria como usar “litragem” ao invés de volume.

Quase todos os padrões de carregamento rápido rápido usam tensões acima dos 5V, mas a mudança só ocorre após o carregador se comunicar com o aparelho. Se o carregador não receber uma resposta válida (por exemplo, o smartphone não suporta carregamento rápido ou não é compatível com o padrão de carregamento rápido do carregador), a tensão permanecerá nos 5V, com corrente limitada…

1 Curtida

Eu sei, uai. Como eu disse acima, se fosse forçado, feito nas coxas, ia ser divertido ver o estrago. hahaha

No caso o PowerIQ da Anker é um protocolo que detecta qual o aparelho que está conectado nele e fornece a energia de acordo. Por exemplo, ele detecta que é um smartphone com um chip Snapdragon compatível com o QuickCharge 3.0 e automaticamente dimensiona a energia de acordo. No caso 22V (máximo) e 2,6A ou 4,6A. https://www.qualcomm.com/products/quick-charge-30

1 Curtida

já da pra usar no meu notebook esse dai

Quis dizer que não é algo específico do Quick Charge, quase todos os padrões de carregamento rápido tem esse comportamento…

Eu li algumas respostas aqui que achei bem estranhas.
A tensão (volts) que o celular vai solicitar é fixa 5v. Então sim, quanto maior a potência (W), maior a corrente (A) que o adaptador vai poder fornecer. (P = V x I). Obviamente, o celular drenando mais corrente, carrega mais rápido e essa é a definição de “turbo” ou “quick charge”. O pulo do gato é o seguinte: os carregadores de baixa qualidade ou xing-lings não conseguem fornecer a corrente nominal que vem escrito na embalagem mantendo a tensão fixa. Somente um carregador de marca conhecida que vai trabalhar dentro das especificações devido à engenharia e componentes de melhor qualidade. Usualmente carregadores de 2.0A ou mais são “turbo” se estivermos falando de um carregador original. O problema é que o pessoal compra turbo xing ling daí sai falando que “não funciona”.

1 Curtida

Um carregador “turbo”, do meu ponto de vista, só é “turbo” se suportar pelo menos um padrão de carregamento rápido, apenas entregar correntes altas em 5V não conta.

A potência máxima que você consegue fornecer de maneira segura em um cabo USB com tensão fixa em 5V é cerca de 15W (o equivalente a 3A), mais que isso pode ter problemas com o carregador ou o próprio cabo. Se você encontrar um carregador prometendo mais do que isso, pode ter certeza que é falso.

É aí que entra os padrões de carregamento rápido, eles tem protocolos pra se comunicar com o aparelho e “negociar” tensões mais altas e taxas de corrente variáveis, a fim de entregar as potências de 20W, 30W ou até mais. Com tensão fixa em 5V isso não seria possível…

2 Curtidas

Eu chutaria 2.5A ou mais alto já seria um problema, pois nunca vejo cabos de marca acima de 2.4A… Mas já vi algumas fontes para Raspberry PI com especificações tipo 5V 5A.