Uber estreia serviço de patinetes elétricos em São Paulo

Originally published at: https://tecnoblog.net/327255/uber-estreia-compartilhamento-patinetes-eletricos-sao-paulo/

Patinetes elétricos da Uber custam R$ 0,90 por minuto na capital paulista

Mais serviço reservado a bolha elite da zona oesta. lamentavel.
E por esse preço é só pra brincar mesmo, porque nao vale apena… ou para os faria limers…

1 Curtida

54 contos a hora abala a amizade.

Chega dessa vitimização. Está lá por ser mais viável para empresa. Colocar esses equipamentos em bairros mais afastados, é jogar o dinheiro fora, pois, quebram, furtam e depredam. Há vários relatos e notícias sobre isso, em que até levam para periferia após tirarem o GPS dos equipamentos e revendem ainda. Teria que contratar um segurança para cada equipamento, o que é inviável. Um dos problemas do Brasil é a própria população que não ajuda, sempre tem um querendo se dar “bem” nas custas de outros desonestamente, gerando o “Custo-Brasil” alto.

2 Curtidas

Eu queria mais bicicletas, uma pena que a Yellow acabou com elas.
Patinetes custam muito caro, uma corrida de Uber é mais barato. Ainda bem que ainda existem as bicicletas do Itaú.

1 Curtida

Não há como comentar de outra forma. Bem isso daí. Podre.

Como se não houvesse tudo isso em bairros nobres, pessoas “de bem”. É verdade esse bilete. O Exemplo vem de cima.

Besteira, Campo belo é bairro nobre, Alto de pinheiros Paulista etc etc etc. querem ficar na bolha mesmo porque é mais comodo. Nao tem anda de vitimismo. O ladrão vai pegar o patinete de onde for pra fazer o que você disse.

1 Curtida

Em bairros nobres isso acontece sim, em nenhum momento disse que não. Mas, o índice, obviamente, é muito menor. Qual lugar você se sentiria mais seguro, Vancouver, Londres, ou Rio de Janeiro?? Isso não quer dizer que Vancouver e Londres não exista criminalidade, mas, sim, o índice é menor, o que torna a viabilidade do funcionamento da empresa melhor. Não precisa ser gênio para concluir que ninguém investiria num ramo para sofrer prejuízo. os patinetes furtados não foram encontrados em condomínio de alto padrão de Pinheiros, mas, sim, em lugares menos afortunados, isso porque, os aparelhos foram furtados na região “nobre”, onde tem câmeras de vigilância de prédios, casas e empresas, e a segurança pública é reforçada, além da segurança particular dos empreendimentos aos arredores, o que dificulta a ação criminosa (mas, não impede). Imagina fornecer o serviço onde nada disso existe?? Onde sequer tem o perfil, pois, não é qualquer um que vai desembolsar quase R$ 60,00 para usar o aparelho por 01 hora.

Sim, acontece na região nobre. Mas, acontecerá muito mais nas demais regiões. Muito mais. Não dá nem para comparar. https://tecnoblog.net/322421/yellow-grin-quadrilha-furtava-patinetes-sao-paulo/ Isso aconteceu na região nobre, mas, foi levado pra onde mesmo para depenar e revender? Com toda a dificuldade que uma região nobre oferece (câmeras de segurança etc), minimiza, mas, não impede. Imagina onde não tem todo esse aparato. Vira uma bagunça. Vitimismo é achar que a causa é luta de classes, quando não é. É questão empresarial na verdade, pois, toda empresa busca lucro e não prejuízo. Fico triste quando vejo bicicletas e patinetes dessas empresa furtados depenados, destruídos na periferia, pois, mata o pouco serviço que chega nesse país. Grinn e Yellow não aguentaram.

Não tem na região da Berrini.
#firstworldproblems (in the developing world)
#berriniproblems

54 reais a hora… tá doido. Acho que nem se eu ganhasse na mega-sena ia gastar 54 reais pra brincar com isso. (Eu compraria uns três e pronto… hahaha)

Este tópico foi automaticamente fechado após 60 dias. Novas respostas não são mais permitidas.