Trocar um Avell por um MacBook M1

Pessoal!
Estou pensando seriamente em trocar meu grande e barulhento Avell G1513 Fox 5 BS (i5 / GTX 1050 / 8GB / 480GB) por um Macbook Air M1 de entrada (256GB / 8GB)

Estou na metade do curso de engenharia elétrica, então utilizo muito softwares como Matlab, LTspice, Python e similares. Será que terei algum problema com outros softwares? Pesquisei, e vi que dá para rodar o Windows com bom desempenho em máquina virtual, via Parallels. É isso mesmo?

Recebi uma oferta por 3,2k no meu atual Avell e encontrei o M1 no mercado cinza por 7,0k. Estarei fazendo um bom negócio?

Falando em armazenamento, o uso de um SSD é tranquilo ou posso ter problemas, ao instalar softwares nele, por exemplo?

Realmente o que motiva a troca é primeiro, a portabilidade, incluindo não precisar levar carregador e extras para aula e principalmente por causa do barulho que o grandalhão faz ao estudar em casa no silêncio hehheh

Desde já, obrigado!

2 curtidas

Eu não recomendo a troca porque uma grande parte dos softwares de engenharia não possuem versões ARM, nem para macOS.

Digo isso porque o Parallels no Apple M1 até onde sei só é compatível com a versão ARM do Windows 10/11, então você estaria passando por duas camadas de abstração (emulação x86 da edição ARM do Windows 10/11 + virtualização do Parallels) pra conseguir rodar esses programas, o que prejudica o desempenho.

Outro ponto que não vejo muito sentido é migrar para um MacBook e continuar usando o Windows…

3 curtidas

@mbc07 entendo seu ponto, e faz sentido. Mas acho que me expressei mal. A ideia de rodar VM é em algum caso específico, ou de fato, não tenha alternativa de software para Mac. Que até onde pesquisei, não vi nenhum grande impedimento nesse sentido.

1 curtida

Coitado, mais um que foi estudar engenharia elétrica.
Eu me formei em 2016 e nunca consegui trabalho na área, mas pelo menos o diploma me abriu portas na área de consultoria. Boa sorte pra você.

Pesquise se os softwares que você usa estão disponíveis pelo menos para macOS e se possível para o M1.
Concordo com o pessoal de cima: não compre o Mac pensando em rodar Windows, principalmente se for um M1; com o Bootcamp, era tranquilo, mas agora não é mais.

Parallels no M1 só roda Windows on Arm. O Windows on Arm tem emulação de softwares legados x86, mas aí você vai estar rodando uma emulação virtualizada (!). Apesar de existirem relatos de desempenho bom mesmo nesse caso longe do ideal, é uma enorme gambiarra. Você vai perder performance e autonomia de bateria.

Na época de Intel e Bootcamp, eu até achava interessante a compra de um MacBook para rodar Windows, porque o hardware era bom e a instalação do Windows era trivial. Agora (e enquanto o Windows on Arm estiver imaturo), acho que faz mais sentido pegar um Dell XPS da vida se você for dependente de Windows e quiser o combo design + bateria + desempenho.

2 curtidas

Também sou formado em engenharia elétrica, mas trabalho com TI agora.

Para o teu caso de uso, MacBook realmente não vale a pena, a maioria dos softwares de engenharia não roda em macOS.

1 curtida

Cara, eu não recomendo sinceramente.
Primeiro motivo é que como os Macs M1 não permitem realizar upgrades você vai ficar preso com 8 GB de memória RAM e uma hora ou outra (provavelmente mais cedo do que você possa imaginar) vai sentir falta de ter mais memória, principalmente devido ao uso dos programas de engenharia.
Outro motivo que não vejo por que trocar é que a sua máquina é bem parruda e permite alguns upgrades (memória, disco), você provávelmente não vai ter problemas com ela até terminar a faculdade, é um pouco menos portátil.
As únicas duas vantagens que o MacBook M1 tem são que é mais portátil e mais silêncioso (tenho um Avell também, o bichinho faz bstante barulho).