TIM planeja lançar serviço próprio de IPTV em 2021

Originally published at: TIM planeja lançar serviço próprio de IPTV em 2021 – Telecomunicações – Tecnoblog

Com IPTV, TIM deve competir com Claro, Oi, DirecTV Go e TV paga tradicional; serviço deve chegar ao Brasil no 1° trimestre de 2021

descobriram o pote de ouro, agora vão correr atrás.

3 curtidas

Eu fico aqui imaginando se realmente isso vai valer alguma coisa. Esse pessoal que usa IPTV geralmente pega porque é tudo pirata (grátis). Será que alguém pagaria pra ficar assistindo menos conteúdo?

1 curtida

Verdade! O IPTV paga menos impostos e isso o torna muito mais barato que TV por assinatura tradicional, porém falta resolver a questão da programação, que é pobre e repetitiva.
Tô usando o serviço DirecTV GO, porém quase não assisto porque não tem quase nada de bom.

2 curtidas

Não duvido que Vivo e provedores regionais de internet façam o mesmo em 2021.
Somente com a IPTV as operadoras podem reduzir o rombo causado pela queda de assinantes da TV Paga tradicional.
E com o pote de ouro chamado IPTV, as operadoras do cartel tenderão a ganhar clientes…e lucros!!!

Quanto mais serviços legalizados surgirem, mais os serviços piratas vão ser caçados sem piedade

Também acho que a caça ao IPTV Pirata ficará mais forte nos próximos meses no Brasil.
Mas também o número de alternativas legalizadas está aumentando. Até o início de 2020 só tínhamos a Guigo TV de IPTV legalizado. Depois que a Globo criou o Globoplay+canais ao vivo com os canais Globo, o Claro Box TV e o DirecTV GO, se sabe que o número de opções legalizadas de IPTV no Brasil tende a aumentar exponencialmente, o que aumenta a concorrência.

Falta o YouTube TV. Acho que esse nunca virá para cá.

Mas acho que tem público pra esse produto. Pessoas que estão satisfeitas com o conteúdo da tv a cabo, mas gostariam de pagar (bem) menos. Gente que não consegue se adaptar a serviço de streaming como o Netflix ou sequer escolher um programa no Now da Net, muito menos sabe o que é IPTV Jack Sparrow. Simplesmente prefere assistir “passivamente” o que passa. Dificilmente vão ter o mesmo número de assinantes do auge da tv a cabo, mas acredito que ainda tenha um público de tamanho considerável.

Provedores regionais já estão oferecendo, como o ittv.

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.