TIM Live vai usar rede neutra da Oi Fibra para crescer em banda larga

Acordaram pra vida

2 curtidas

Nunca entendi a estratégia da Tim. Quando decidiram chegar aqui em brasília, saíram cabendo bairros e locais já dominados pela Oi, vivo e claro. Não entendo essa lógica. Na época, havia vários locais onde só a Claro contava com Internet minimamente decente. Daí a Oi chegou e foi engolindo tudo. Era bizarra a velocidade como a Oi fazia a cobertura: coisa de uma semana o serviço já estava liberado e com os minions deles aterrorizando a vizinhança.

1 curtida

Pra mim a unica parte que faz sentido dessa parceria é usar a rede neutra da Oi para atender as antenas da Tim, já que o 5g exige uma considerável expansão do backbone.

@LucasBraga off Topic, esse tipo de imbróglio entre concessionárias de energia e provedores é comum no Brasil todo? Já tem matéria sobre isso?

Aqui no Cear√° a Enel est√° tentando acabar com tudo, querem cobrar o uso dos postes pelos provedores, vai acabar com a competitividade.

Mas se os postes são dela, nada mais justo. Porque aí fica fácil uma empresa oferecer assinatura barata se está simplesmente não pagando pelo uso de uma estrutura de terceiros. Se ela acha o aluguel de poste caro, vai lá e coloque seu próprio poste.

Ali√°s, isso aqui em Bras√≠lia logo logo vai dar encrenca. A empresa de energia foi privatizada e, no c√°lculo pr√© privatiza√ß√£o, eles j√° consideravam o montante do que a empresa poderia ganhar cobrando de provedores que n√£o pagam ou de provedores que pagam menos do que deveriam, j√° que a contagem dos postes feita pela concession√°ria p√ļblica √† √©poca estava completamente desatualizada.

1 curtida

Esse neg√≥cio deveria ser regulamentado, a empresa como concession√°ria n√£o √© propriet√°ria de nada, se trata de patrim√īnio p√ļblico pago pelo contribuinte e que pode ser restitu√≠do com uma eventual troca de concession√°ria. No mais, se trata de buscar um acordo, de n√£o retirar os cabos sem aviso pr√©vio. Uma vez n√£o regulamentado e com os cabos estando l√° desde antes da concess√£o, um di√°logo para chegar a um acordo √© o m√≠nimo do m√≠nimo.

2 curtidas

O ideal seria os postes serem de uma empresa que gerencia os postes e não da empresa de luz. Porque aí ela pode cuidar direito do poste. As empresas de energia elétrica não estão nem ai para os postes, deixam eles com as vigas aparecendo, muitas vezes tortos quase caindo. E o problema de se cobrar é que elas só vão cobrar das grandes empresas, as ISP pequenas de bairro, ainda mais se for área dominada por milicia ou tráfico, vai piorar a situação das grandes empresas que vão ter mais um custo.

1 curtida

Seria bom se fosse isso, assim. Preto no branco. Mais n√£o √©, primeiro que n√£o √© dela, √© uma concess√£o (10 anos), √© um bem p√ļblico, quem colocou foi o povo brasileiro.

Se cada um que quiser colocar um poste for l√° e colocar a sociedade vira um caos, pois colocarei onde bem entender e o morador que se vire.

Acredito que o modelo de concessão no Brasil, ou pelo menos aqui no Ceará, foi mal feito (acho mais questão de roubalheira), pois poderíamos ser igual a Inglaterra que possui varias empresas distribuidoras de energia, e os postes continuava com a gestão pelo estado

Eu achava que o poste em si era privado, o p√ļblico era o local onde o poste √© colocado. Assim, qualquer um pode comprar um poste e colocar na sua propriedade privada, mas para colocar no espa√ßo p√ļblico (cal√ßada, parques, etc) precisa de permiss√£o. Ent√£o se uma empresa de luz quiser expandir, vai precisar comprar os postes por conta e conseguir a permiss√£o para instalar onde achar necess√°rio.

Ou talvez os postes mais novos sejam assim? Sei l√°.

Na verdade todo usu√°rio paga um encargo chamado CIP ou Cosip. Serve exatamente para a manuten√ß√£o da ilumina√ß√£o p√ļblica, incluindo os postes.
A responsabilidade pela ilumina√ß√£o p√ļblica √© da administra√ß√£o municipal, que tamb√©m √© respons√°vel por gerir os bens p√ļblicos associados, mas essa responsabilidade pode ser repassada √†s concession√°rias na forma de uma parceria (PPP).

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.