Tecnocast 235 – Nem o papel escapou da inflação

Pronto, agora os ebooks vão subir também, já que muitas editoras sem noção querem cobrar o mesmo preço da versão física.

2 curtidas

Curioso como tava comentando com o gerente onde trabalho ontem sobre esse aumento no preço do papel.

Eu por causa do meu problema de visão só compro digital, pois assim posso aumentar a fonte para ler de maneira confortável no meu kobo.
Sobre preço de ebook há uns 3 anos para cá aumentou consideravelmente, num acumulado de 8 anos mais que dobrou alguns.
Gosto de ler muito romances de época, um dos que eu tenho é esse:


Entretanto quando eu comprei custava:

E antes da pandemia eu vi ele custando por volta dos 25 reais, ou seja, em 3 anos aumentou mais 15 reais(60%) no preço.

1 curtida

Prefiro os e-books por causa das anotações, que ficam muito mais práticas. Mas confesso que o preço praticamente igual ao físico me desanima, até porque o segundo eu posso revender.

Depois as editoras reclamam da pirataria. Livro digital tem uma fração do custo do impresso, mas mesmo assim elas têm a pachorra de cobrar quase o mesmo preço, é muita ganância. Tenho alguns ebooks comprados na Play Store, quebrei a proteção de todos e salvei como PDF.

1 curtida

Eu não sabia que o público de ouvintes de Podcast no Brasil era tão amplo.
Espero que os áudiobooks fiquem populares, pois é a maneira que eu mais gosto de consumir livros.