Steve Jobs queria lançar o primeiro iPhone sem entrada para chip

Então o Jobs queria lançar um iPod… :laughing:

2 curtidas

Eu utilizei telefone CDMA pouco antes da chegada da VIVO (na época era Telergipe Celular).
Do ponto de vista de praticidade, a experiência era péssima naquela época. A chegada do GSM foi libertadora.
Voltar a utilizar um sistema parecido (eSIM), ao meu ver, só vale a pena caso haja um suporte muito bom, onde o próprio usuário possa realizar transferência da linha entre seus aparelhos diretamente no site da operadora, sem ter que ficar recorrendo às lojas físicas para resolver problemas.
Dado o relato na matéria e, reforçado por pessoas próximas à mim, ainda não consigo afirmar que é uma boa experiência utilizar o eSIM (por conta das operadoras).
Enfim… Eu ainda prefiro o GSM.

4 curtidas

Que legal ver uma matéria do @filipeesposito sendo replicada aqui.

A Apple foi a marca que popularizou o nano SIM, o iPhone 5 foi o primeiro a vir com nano SIM, foi o menor tamanho que conseguiram reduzir o chip sem ter que mudar o formato original, só mudaram o encaixe de plástico. Tinha até alicate cortador de chip pra transformar em micro e nano SIM.

O SIM card tinha a vantagem de poder armazenar contatos, mas hoje em dia isso não é mais relevante. Já passou da hora de aposentar o SIM card e migrarmos pro eSIM, que é mais seguro e gera menos lixo.

8 curtidas

não penso que o suporte deva melhorar, e sim deverá ser automatizado a configuração do chip.

A vantagem mesmo, é a capacidade de colocar 5 números no e-sim (pelos menos no iPhone) e se você não quiser, poderá excluir

1 curtida

Eu tive um aparelho da ATL logo assim que ela chegou no Brasil (um Ericsson DH618, ainda deve estar em alguma gaveta - será que vale algum dinheiro?) e na verdade ATL usava a tecnologia TDMA, e não a CDMA.

Inclusive, eu acabei de passar em uma loja da Claro para ativar o eSIM e o atendente me mandou ir em outra unidade que fica no bairro vizinho. :clown_face:

2 curtidas

E no Brasil tem operadora que ainda faz o E-sim ser algo de outro planeta kkk.

1 curtida

Acho que o cenário ideal para o e-SIM era nas configurações aparecer a lista de operadoras do país e poder clicar nela e já direcionar pro app da operadora para contratação, e aí você confirma usando seus dados de pagamento ou usando Apple Pay como faz com qualquer compra e pronto, rapidinho já está feito o processo. Não essa gambiarra que é hoje.

Outra vantagem seria selecionar com antecedência uma linha de outro país, para quando chegar na viagem já ter dados. Podia do lado do sistema ter uma listinha de operadoras por país, direcionando diretamente para o app da operadora, facilitando esse processo.

2 curtidas

mas para alguém fazer isso, teria que ter acesso a sistemas sensíveis ou a boa vontade de operadoras, e que eu saiba, operadoras em qualquer lugar do mundo não tem boa vontade.

um Ericsson DH618,

Caraca… desbloqueou uma memória agora! :sweat_smile:
Também tive um DH618 da Maxitel (depois virou TIM).
CDMA e TDMA eram tecnologias concorrentes, não?
Alias, o TDMA me parecia ter sinal meio ruim aqui na minha cidade.

Eu lembro da telesp celular/vivo cdma em SP, as vantagens era a qualidade de voz e sinal muito superior ao gsm.

e o atendente me mandou ir em outra unidade que fica no bairro vizinho.

Tiram onda com a cara dos clientes!
Não sei se foi o seu caso, mas tem questões que apenas as lojas “próprias” das operadoras resolvem. Ao menos é o que me foi dito em uma delas.

1 curtida

Loja franqueada eu suponho, sai da vivo por causa disso, loja franqueada não resolve nada que a vivo quer que seja resolvido em uma loja.

1 curtida

loja franqueada não resolve nada que a vivo quer que seja resolvido em uma loja.

Exatamente!
Aí você chega na loja da Vivo e, de 6 posições de atendimento disponíveis, tem apenas 3 ativos, porém tem 15 pessoas aguardando e cada atendimento dura uma eternidade. Você acaba perdendo uma manhã inteira para resolver algo bem simples.

1 curtida

eSIM é aquele dilema, sofrer na mão das operadoras (pq todas oferecem o mesmo atendimento merda) ou chorar para o estado regulamentar a bagunça.

CDMA era concorrente do GSM, TDMA foi o pai das duas.

2 curtidas

Estou há uma semana sem linha na Claro por conta disso. Hoje, após pedir no site e estourar o prazo, comprei um qr code numa loja e advinha: não conseguiram resgatar a linha :clown_face: agora tá com os técnicos.

O estado está se lixando, só lembro de 2 intervenções do governo em telecom mas é porque a coisa tava braba mesmo

A Vivo faz de tudo pra você não usar o E-sim, quando comprei um iPhone 11 fui no outro dia solicita-lo, estavam sem sistema e pediram pra eu retornar no outro dia, assim o fiz, não sei qual configuração a atendente utilizou, mas o celular não pegava mais sinal 4G, tive que ir uma terceira vez pra resolverem o problema.

Troquei recentemente num iPhone 13 e logo após fui no shopping solicitar novamente, e de novo sem sistema, peguei um chip físico mesmo, palhaçada! Algo que era pra facilitar e poderia até ser feito via app os caras ainda insistem em dificultar mesmo após 4 anos do inicio da popularização da tecnologia.

5 curtidas

Update: além de ter que ir para outro bairro, eu fiquei 30 minutos na fila. Poxa, Claro!

MAS EU CONSEGUI! \o/

3 curtidas