Starlink já é o maior provedor de internet por satélite do Brasil

Interessante ver que muito do crescimento da Starlink foram de novos acessos e não apenas de clientes migrando de um provedor para outro. Acredito que os acessos via Starlink vão fazer esse mercado de internet por satélite crescer muito nos próximos anos.

Testei aqui numa cidade do interior onde até a energia elétrica chega com dificuldade e passa dias sem funcionar e Starlink funcionou perfeitamente (com um rack de baterias). Sensacional! É por conta da versatilidade e estabilidade que está crescendo tanto.

Exatamente por esse trecho citado na matéria…

…que eu acho que só a dupla Amazon/Sky, com o Project Kuiper, tem potencial pra ser uma rival a altura da Starlink no Brasil, e, inevitavelmente, os outros players de internet via satélite tradicionais, como HughesNet e ViaSat, vão cada vez mais perder “relevância”!!!

O problema do Projeto Kuiper é que ele só tem como ser competitivo com a Starlink se a Blue Origin começar a colocar coisas em órbita, algo que ainda não fizeram e nem parecem próximos de fazer. E mesmo assim, quando a Starship da SpaceX estiver totalmente operacional, o custo de lançamento deles vai ser tão baixo que duvido muito que outras constelações de satélites consigam ser competitivas.

2 Likes

Sim, realmente, eles teriam potencial, principalmente em razão da, digamos, “prática” da Amazon, de cobrar preços mais baixo que a concorrência, pra “canibalizar” a concorrência e depois subir gradualmente seus preços (fizeram isso com as livrarias tradicionais), então bem capaz de que teria um preço mais “em conta” que a Starlink!
Porém, parece que a Blue Origin está perdida, se foca em ser uma empresa de lançamentos operacionais espaciais, como a SpaceX ou a ULA (Boeing), ou se foca em turismo espacial, como a Virgin Galactic!!!