Spotify ganha mais assinantes no Premium, mas tem prejuízo

1 curtida

Engraçado é que todo ano a notícia é a mesma kkkkkk

3 curtidas

Espero que eles consigam se manter independentes, porque Google, Amazon e Apple com certeza podem operar seus serviços no prejuízo por muito mais tempo.

Já acho que a tendencia é só sobrarem essas 3 que você citou, justamente por poderem se dar ao luxo de segurarem o preço e operarem no prejuízo por BEM mais tempo.

Apple principalmente, que pode mascarar o preço da assinatura anual embutida no valor do iPhone e dar de “graça” pra seus assinantes.

O dia que eles quiserem acabar com a brincadeira pra cima do Spotify pode ter certeza que farão.

E mesmo assim algum iluminado lá dentro achou q seria boa ideia criar um hardware do spotify para carros.

1 curtida

Gosto do serviço mais falta melhorar alguns pontos, como a qualidade do áudio. Também sou assinante do YouTube Music, e no meu ponto de vista o áudio da concorrente soa melhor.

Já experimentei o plano Hi-Fi pela plataforma Tidal, escutando as faixas de áudio no ambiente interno com um bom par de fones de ouvido, é outro patamar. Mais como a grande maioria dos usuários utilizam os serviços pelo smartphone, transmitindo o áudio para uma caixa de som bluetooth em ambientes externos, o Hi-Fi não tem tanta relevância assim.

2 curtidas

Em se tratando de Google acho difícil operar no prejuízo, pois o YouTube Premium é um dos principais serviços, e gera boa receita financeira.

Esse Hi-Fi do Spotify tá de rosca demais. Não entendo qual a dificuldade. Seria ótimo se não viesse num plano separado do Premium.

1 curtida

Uso o YouTube Music também e realmente a qualidade de áudio me parece melhor. O que é osso no YTM é a falta de um app nativo para desktop (onde mais escuto música), pois o PWA deles é muito pobre em recursos e usabilidade, fora os bugs.

O HI-Fi do Spotify já tá virando lenda urbana kkk

1 curtida

Bem lembrado, faz falta um aplicativo para desktop.

Exatamente, é que nem o Amazon Video que concorre com o Netflix, ele pode ser manter dando prejuízo por anos com assinatura barata do Amazon Prime só para ganhar mercado. Acho que nesse mercado de gigantes o fato do Spotify ainda estar no topo é admirável. O que acho que eles deveriam fazer é tentar melhorar a rentabilização dos usuários gratuitos. Você pode ver nos resultados trimestrais que eles ganham muito pouco por usuário gratuito, ou seja, os anúncios deles são baratos, diferente do Facebook que ganha bastante mensalmente por usuário gratuito, ou seja, os anunciantes pagam mais, porque o Facebook sabe como atingir exatamente o público que precisa daquele produto ou serviço do anunciante de uma maneira mais eficiente. Enquanto o Spotify não melhorar isso, ficará cada vez mais difícil ter lucro. O Deezer nem se fala, deveria focar cada vez mais em fazer parcerias com operadoras como fez com a Tim ao redor do mundo e ele cada vez mais se sentirá pressionado, porque antes era fechado, agora que está aberto e na bolsa de valores, os acionistas da bolsa não tem paciência e visão de longo prazo, a cada trimestre tem que mostrar resultados animadores.

Será que vão conseguir se manter assim com a alta dos Juros:

A coisa vai mudar um pouco com o novo codec de bluetooth, o som deve dar uma boa melhorada nos fones de ouvido.

Eu não entendo a tara por esse plano Hi-Fi. 99,99999% dos seres humanos não conseguem distinguir 128k de 320k (eu inclusive) imagine aí com as taxas mais altas. Os planos com 320k já são suficientes. Só ciborgue consegue detectar a diferença entre 320k e taxas mais altas. Ainda mais com o uso massivo de fones bluetooth, que comprimem o áudio. É igual o tio que faz questão de ter um 4x4 pra rodar dentro de São Paulo

1 curtida

Não sinto falta e não voltaria pro Spotify. Mas que bom que cresceu!

1 curtida

Basta usar um fone apropriado que a diferença fica bem nítida, não precisa ser nenhum ciborgue não…

1 curtida

Fone apropriado, dac apropriado e por aí vai.

O Leonardo do mind the headphone já fez teste com isso e ficou bem claro q essa diferença é quase impercepctível, o problema reside em que geralmente a música Hi-Fi e a 320kbps não saem da mesma mixagem, e aí a galera tem a sensação de que melhorou.

Mas não é esse o objetivo, parecer melhor?
Se a mixagem que usam no hi-fi é melhor pq não usam no 320 kbps? Será que ele não tem alguma limitação sobre o que se pode fazer na mixagem?

Não sei se consigo explicar bem como o Leo.

Mas acho que a expressão correta é Masterização, falha minha.

Se vc tiver uma masterização X e dela originar um 320kbps e um Hi-Fi, você provavelmente não vai notar diferença entre eles. (foi o que o Leo fez no teste cego dele)

O que acontece é q fazem um 320kbps com base na masterização X e pro Hi-Fi eles se baseiam em outra masterização. Então tecnicamente o arquivo não é melhor por ser Hi-Fi (que é a justificativa da galera), ele é melhor pq foi originado de um arquivo melhor.

2 curtidas

Mas pq não estão usando essa masterização melhor nos arquivos atuais?

Provavelmente para lançarem o hi-fi vão se obrigar a melhorar a masterização, e só por isso eu já apoio o hi-fi, pq mesno que eu não use ele já vão melhorar os arquivos 320kbps junto.