Serasa só deixa bloquear consulta ao score se pagar. Isso não deveria ser proibido?

Bloquear a consulta reduz o risco de pessoas abrirem crédito no seu nome e você pode desbloquear/bloquear quando quiser. Contudo, a função custa R$19,90 por mês. Que merdessa? É uma função que deveria estar acessível para todos e e ser oferecida pelo governo. Não deveria ser proibido isso?

Nunca entendi por que uma empresa privada é que gerencia esse tipo de coisa.

1 curtida

Pq faz parte do mercado financeiro, comercial e de crédito.

Talvez mude daqui dez anos no mínimo, mas para isso o direito à privacidade tenha ser bem mais difundido e consciente do que é hoje

Eu uso a 1 ano esse método e digo para vocês, não evita nada. Eu consegui com score bloqueado, um cartão de crédito e empréstimo para viagem, que farei no fim do ano. Houve várias tentativas reportada pelo serasa de consulta, no qual o Serasa diz na mensagem que com esse bloqueio, X empresa não pegará empréstimo com seus dados. Kkk.

1 curtida

Com esse bloqueio acreditava estar blindado contra golpes para pegar empréstimos com meu nome ou foto falsa. Mas precisa de mais. No banco inter, e talvez outros bancos têm a função DDA no qual a um acompanhamento dr boletos em seu nome. É também uma ferramenta necessária hoje em dia.

Penso que serve mais para vazamento de dados ou consultar de solicitação em grandes bancos ou cartões do varejo (Renner ou algo do tipo.

Mas aí se ativar isso, os boletos impressos são suspensos, certo?

Quem ainda recebe boletos impressos?

As contas de consumo (água, luz, telefone e gás) não entram nesse sistema do DDA.

Serasa é apenas UM dos birôs de crédito e apenas uma das etapas para validar ofertas financeiras, alguns bancos e financeiras nem o consideram, usam seu próprio sistema de score para tais aprovações.

Sinceramente é legal ver as empresas que consultaram, mas o bloqueio é inútil, realmente.

Trabalho em banco. Explico.
O cliente senta na mesa e quer um cartão de crédito ou em empréstimo. Fazemos a consulta e descobrimos que o cartório da santa maria do quinto dos infernos de uma cidade que eu nunca vi protestou o nome dele por alguma conta que ele não pagou. Quem tá passando os dados é o cartório, para a empresa privada, que por sua vez disponibiliza os dados pra nós. Em troca, se a pessoa fica inad com a gente, nós fazemos o mesmo e propagamos no Serasa e no SPC a informação para que a pessoa não corra o risco de lesar outras instituições financeiras ou não etc etc. O Código de Defesa do Consumidor dá às empresas o direito de propagar essa informação durante cinco anos no sistema, após o qual ele deixa de constar para as outras empresas, mas não para a empresa que teve o prejuízo.

O Serasa tem um sistema de Score, que é basicamente um dos N fatores que são levados em consideração numa análise de crédito (e as instituições no geral investem muito para calibrar esse sistema, afinal, se mal configurado ele quebra a instituição uma vez que deseja-se a menor inadimplência possível). Você pode pagar para ocultar o score com o fim de dar às instituições uma informação a menos para te ofertar crédito, mas não significa que elas não vão deixar de saber outras coisas sobre vc.

1 curtida

Quem precisa de um comprovante de endereço, é um bom exemplo

E como tudo hoje é digital, informação é o que mais tem

Então é essencial habilitar o DDA pra identificar possíveis fraudes?

Eu uso DDA a anos pra pagar o boleto da minha internet (provedor regional, não entra como conta de consumo), muito mais pratico que catar o boleto no meu e-mail, tá lá direto no aplicativo do banco.

Única fraude que vejo que pode aparecer é se tiver alguém se passando por ti, gerando boletos no teu CPF e pagando eles, o que não é algo normal de se ver como fraude.

Quanto a receber boleto impresso, meu provedor nunca nem me deu essa opção, era por e-mail ou ir buscar ele impresso no escritório da empresa (o que faz 0 sentido pra quem vai pagar ele usando a conta bancaria), hoje só por meios eletrônicos que disponibilizam o boleto.

3 curtidas

Mas aí é só entrar no site da Enel, Vivo ou outra empresa similar e imprimir o comprovante…

Mas nem todo mundo tem conta em serviços essências fixos, pra quem não tem, isso ajuda, um boleto de cartão, conta de celular