Samsung Galaxy M52 5G é aprovado pela Anatel para lançamento no Brasil

Estragou o diferencial do aparelho que era a bateria gigante e colocou uma tela que consome mais energia. Pra que mano?

1 curtida

Exatamente! O principal atributo do M51 foi retirado. Não deveria ser chamado de sucessor do M51, é apenas um outro aparelho da linha M.

1 curtida

Concordo. Não sou especialista em produtos Samsung nem tenho os dados e insights que eles tem pra tomar decisões relacionadas ao desenvolvimento dos produtos MAS, na minha visão, o que tinha feito o M51 ser um sucesso de vendas era justamente a autonomia. Achei estranho o produto “sucessor” abrir mão disso em detrimento de um display que consome mais energia (característica que normalmente aparece em aparelhos de outras linhas da empresa).

1 curtida