Receita quer tributo sobre livros, e isso pode afetar Kindle e e-books

Originally published at: Receita quer tributo sobre livros, e isso deve afetar Kindle e e-books | Legislação | Tecnoblog

Para defender cobrança, Receita Federal afirmou que famílias de baixa renda não compram livros

1 Curtida

Sei nem por onde começar. Primeiro, tiraram da b*nda que classe baixa não compra livro. Segundo, se classe baixa não compra livro, um dos motivos é por que o dinheiro mal dá para comprar proteína para os 30 dias do mês. Terceiro, ótima justificativa, taxar livros para ficarem mais inacessíveis as classes mais baixas.

Antes fossem logo sinceros e falassem que querem mais impostos.

25 Curtidas

o belo argumento: “pobre n compra livros, por isto queremos taxar livros.” Aí eles querem resolver o problema deixando livros ainda mais caros. Mas vamos lá, vamos na onda desse argumento…

Então tira imposto do arroz, feijão, carne, celular, cueca, meia, óculos, aluguel imobiliário, internet, etc, etc, etc… produtos que o pobre consome.

9 Curtidas

Prezado @victorhugo , o texto contém muitas incorreções.
Imunidade tributária e isenção não são a mesma coisa, mas foram utilizados como sinônimos várias vezes ao longo do texto. Imunidade é uma proteção constitucional ao poder de tributar do Estado, não há sequer uma hipótese de incidência de tributo nos casos imunes. Isenção é quando uma lei define que, mesmo havendo fato gerador de tributo em uma determinada operação, o caso determinado não será tributado. Ou seja, a primeira age na própria “criação” do caso tributável e a outra apenas livra de cobrança um fato que deveria ser tributado (uma é concedida pela Constituição Federal e a outra é concedida por lei).
Outro conceito que foi misturado no texto é o de Imposto. “Tributo” é um gênero, que se divide em 5 espécies: Impostos, Taxas, Contribuições Especiais, Contribuições de Melhoria e Empréstimos Compulsórios. As contribuições para PIS/PASEP e Cofins são Contribuições Especiais, e não devem ser confundidas com Impostos, que constituem outra espécie tributária.
Também já há doutrina que afirma que a imunidade tributária se aplica apenas aos Impostos, de forma que uma possível cobrança de contribuições sociais sobre o mesmo fato gerador não seria nenhuma inovação jurídica.
Dito tudo isso, não trabalho para o governo e acho que a carga tributária já é muito alta para todos os brasileiros. Deveríamos ter mais retorno dos nossos tributos antes de sermos tributados mais fortemente.
Espero ter contribuído.

14 Curtidas

A medida somente vai aumentar a pirataria e deteriorar ainda mais o mercado editorial, que está em crise.
O consumo de livros didáticos tem diminuído pelo alto preço dos livros novos, mais caros do que os livros não-didáticos e pela facilidade de pirataria.
Mesmo os livros não-didáticos tem um alto índice de pirataria no Brasil.
Como comentei anteriormente sobre a facilidade de piratear ebooks e como essa facilidade impactou na crise atual do mercado editorial, vejo que o aumento de impostos sobre livros vai acabar aumentando ainda mais a pirataria de ebooks.

2 Curtidas

Paulo Guedes, o liberal de Taubaté! Liberal só no nome!

  • Defendeu Dólar artificialmente Alto pra empregada ser impedida de “ir pra Disney”.
  • Defendeu aumentar privilégios das esferas mais altas (a elite) dos servidores públicos.
  • Defendeu que tem que taxar mais.

Duas fraudes, Jair Messias Bolsonaro e Paulo Guedes.
O Haddad e o Mantega foram eleitos e não sabíamos.

7 Curtidas

Pau no Guedes já shuashua Já é caro comprar livros e o imbe*cil do Guedes querendo meter imposto :-/

1 Curtida

1 - Só rico compra livro.
2- Logo vamos deixar os livros mais caros.
3- Então teremos certeza que a nossa premissa se torne verdadeira.

Flawless Victory!

Parabéns aos envolvidos. Ninguém para esse país.

Ps. Imposto sobre consumo sempre vai prejudicar os menos favorecidos, imposto tem que ser sobre a renda.

6 Curtidas

É muito ódio ao conhecimento e informação

1 Curtida

foi o ~Estado~ também que tinha colocado a isenção em primeiro lugar.

Mas é claro. Como tu acha que os politicos são eleitos com essas campanhas porcas? Deixando o povo burro. Povo burro = politico ruim no governo.

4 Curtidas

Paciência. Se o livro ficar caro a ponto de eu não poder comprar ainda mais na atual situação mundial eu vou simplesmente baixar de algum lugar. Salvando apenas alguns autores preferidos. E digo mais, infelizmente, a maioria das pessoas não tem mais um hábito de leitura melhor por não querer pois a internet está aí e consegue disponibilizar livros maravilhosos, levando informações que são normalmente raras à qualquer um. Isso vem infelizmente de um emburrecimento programado, no qual possibilita que deitem e rolem com a mente pequena do cidadão comum que por sua vez a única coisa que importa para ele são as notícias do zap zap.

A receita Federal nunca esteve tão mal representada como está nesses últimos anos, o emburrecimento da receita reflete a falência do estado. Ao invés de melhorarem os gastos e facilitar a vida do cidadão, a única coisa que suas ínfimas cabecinhas conseguem enxergar é aumento de impostos. Para um país patético uma receita federal bem tupiniquim e acéfala.

Excelentes colocações. E o texto continua errado. Confunde também imunidade com benefício fiscal.

1 Curtida

“Para bens” para Receita Federal, com esse argumentos ridículo de que pobre não compra livro. Apesar das dificuldades, as classes mais baixa compram sim, além disso, se tiver impostos sobre os mesmos, ai sim dificultará o acesso dos menos desfavorecidos, onde terão que optar por comida ou um livro. Além do mais a pirataria iria reinar, e muitos livros deixariam ser vendidos aqui.

Já entendi

animation skull GIF by Patrick Smith

1 Curtida

o órgão afirmou que a cobrança pode ocorrer porque pessoas de baixa renda não compram livros.

É no minimo revoltante tentar imaginar que estamos sendo administrados por uma turma que pensa nisso como uma “justificativa” para criar um imposto, mas simplesmente ignora e/ou não reflete o porque isso possivelmente acontece…
Será que tal motivo não poderia ser esse salário minimo miserável e defasado (não tem um aumento real faz uns 10 anos) que o Brasil tem? Salário que mal dava para pagar aluguel, pagar as contas e se alimentar de forma recomendada em 2010 e agora tá ainda pior?
Eu duvido muito que qualquer um que esteja criando imposto consiga sobreviver um mês apenas com um salário minimo e sem nada mais. Sem poder pegar um centavo para nada e de ninguém. Nem para gasolina, nem para contas, nem para seguro, nem para segurança e nem para comida. O gasto total do mês deve ser menos de um salário minimo.
Enquanto isso, tem uns reclamando de iPhone SE grátis…

1 Curtida

A classe média e baixa também não possuem grandes fortunas, nem as herdam… Que tal taxar isso :relaxed:

4 Curtidas

Em um país que se lê pouco, aumentar impostos dos livros é um desestímulo enorme à leitura, além de estimular a pirataria de livros. Esse país é triste. Livros deveriam ser livres de impostos. Enfim, há um interesse maior contra o conhecimento.

2 Curtidas