Quais serviços digitais poderiam ser disponibilizados para melhorar nossas vidas?

Não só o Brasil, como o mundo, entraram há alguns anos na era da Digitalização de serviços. Alguns paises adotam mais rapidamente que outros, mas é fato que na há escapatória, o mundo será digital.

Hoje temos a CNH digital, RG, Carteira de trabalho, podemos abrir boletins de ocorrência online, consultar CPF, placa de automóvel, recentemente emitir receitas medicas digitais (acompanhar discussão: Receita médica digital é liberada após decisão do Congresso), entre outros.

Bancos digitais então, facilitam e como!

Quais serviços ou produtos digitais ainda faltam, ou poderiam ser criados para melhorar a eficiência e facilitar nossa vida?

Ou poderiam deixar de existir também certas burocracias.

3 Curtidas

Existem ideias sobre como digitalizar cartórios em blockchain que seriam muito bem-vindas

5 Curtidas

Totalmente, cartório é um sinônimo de burocracia. Esse sim vai facilitar muito, se bem que alguns serviços de cartório podiam simplesmente desaparecer.

7 Curtidas

@leonardoroese, simplesmente o papel poderial sumir para escrita manual! Desejaria que houvesse Enem, vestibulares, provas e atividades escolares fossem digitalizados 100%!

4 Curtidas

Realmente seria bom em muitos aspectos, mas durante o aprendizado em si não necessariamente visto que a escrita a mão contribui com uma melhor fixação de conteúdo e principalmente nos primeiros anos de estudo desenvolve diferentes partes do cérebro da criança.
Mas sim, o papel poderia sumir de documentos e provas

3 Curtidas

Dinheiro em cédula/moeda. Bem que poderiam transformar tudo em digital. Mais fácil de rastrear e mais dificil de encher as cuecas com eles.

Mas no caso, não uma espécie de CC e sim um cartão no qual tu coloca uma certa quantia, deixando o resto no banco, sem vínculo com a conta do banco e vai usando enquanto tem. Acredito que isso também dificultaria os assaltos.

Essa burrocracia devia sumir. Deviamos ter apenas um documento… no qual todos atrelados à ele. Puxaria-se o número do documento e verificaria se ele tem CNH, BOs, Porte/Posse, histórico médico unificado e etc… nada de precisar de trocentos documentos que poderiam ser apenas um.

Enem e vestibular acho que vai acontecer ainda na década que vem (<2030)… mas provas e atividades escolares… dúvido muito, o Brasil tem uma enorme parcela de pessoas que não tem condições de comprar um dispositivo para realizar-las… o que é uma pena.

Acho que no Brasil já tem faculdade que permite você à usar um notebook na aula. (Eu adoraria que isso fosse realidade quando eu fiz o segundo grau. hahaha - Faculdade só depois do Enem esse ano…35 e indo tentar enem/vestibular de novo… fogo hahaha)

5 Curtidas

O ponto é que pra maioria das pessoas escrever a mão contrbibui com foco e memória sensorial o que não ocorre com o teclado.
Artigo que comenta sobre isso: https://www.sciencedaily.com/releases/2011/01/110119095458.htm

3 Curtidas

No caso às provas e exercícios onlines, o Governo poderia ajudar os alunos mais carentes, como fornecimento de notebooks, smartphones, tablets, chromebooks e, principalmente, chips com rede 4G!

3 Curtidas

Sim, eu sei. Mas esse artigo foi escrito no começo do uso de notebooks em escolas e talz (nos paises sérios). Atualmente acredito que tenha muita coisa mudado. Principalmente por haver a possibilidade de gravar o professor falando e explicando para reassistir depois.

Espera. Tu mora num pais que o governo se importa com os 99%? Eu moro no Brasil. hahaha

Independente das supostas falhas dos gestores, a inclusão digital tem de ser feita para melhor interatividade educacional e cultural! O país possui PIB trilionário!

3 Curtidas

Normalmente se pensa em emissão de documento digital como uma melhora, mas só dentro do próprio país, por enquanto.
Vai tentar conseguir que um documento digital seja aceito em outro país e verá que poucas entidade aceitam, a maioria requerendo o documento impresso e com algum selo oficial pra comprovar autenticidade, além de uma tradução juramentada.

3 Curtidas

Concordo, a inclusão digital estava engatinhando na época que tinhamos smartphones intermediários e tablets à preços acessíveis. Quase todo mundo conseguia comprar um. Até mesmo os computadores mais simples e novos eram acessíveis (Pentium com 4GB de RAM)… porém esse bebê cresceu, envelheceu uns anos e foi atropelado por um carro desgovernado chamado dolar alto… agora a inclusão digital ainda vive, mas agora está manca… :\

Se não me engano temos (se não privatizaram) uma estatal de semicondutores, que poderia ter um investimento e fabricar processadores ARM para rodar alguma distro linux e ajudar na inclusão digital… mas… sei lá… Brasil 100% conectado ainda é uma utopia.

2 Curtidas

Escrituras públicas já são feitas online (https://www.e-notariado.org.br/customer). Mas não fiz nenhuma ainda, não posso descrever o sistema.
Os registros no registro de imóveis em grande parte podem ser feitos online tbm (fiz registro do pacto antenupcial sem sair de casa), mas alguns, no final do processo, tem que levar toda a documentação no imóvel. Ainda é bom, pois permite fazer uma viajem só ao cartório.

3 Curtidas

Bem, a Finlândia fez diferente! https://www1.tecnoblog.net/meiobit/2014/professores-finlandeses-nao-precisarao-ensinar-escrita-cursiva-em-2016-datilografia-entra-no-lugar/

1 Curtida

Esse está mais próximo do que imaginamos, eu não vou a um caixa eletrônico desde março. Só transação online e maquininha de cartão.

@RODRIGO é ótimo inserir o tablet em algum momento para facilitar acesso ao conteúdo, usar novos meios para educação, mas não acho que é saudável por enquanto porque existem diversos transtornos que o mundo digital tem proporcionado, como a dependência digital (vicio) que ainda devem ser mais estudados, nesse ponto acho melhor blindar os jovens e crianças por enquanto.

3 Curtidas

A biometria e um cadastro de identificação único devem surgir em algum momento, parecido com o sistema de ranking da China… devemos ficar de olho porque eles estão testando primeiro esse modelo.

3 Curtidas

Diminuir o preço dos que já existe, já melhoraria muito as nossas vidas kkk

3 Curtidas

Esse artigo não diz (apesar de parecer mais opinativo) que pararam de escrever a mão, mas sim que deixaram a obrigação da letra cursiva para escrever em letra de forma e ensinar a digitar desde cedo. E isso é bom.
Mas o foco que comentei em relação a escrita a mão é mais voltado como ferramenta de memorização e aprendizado

3 Curtidas

Você fala da Ceitec! Criada por Decreto Presidencial em 2008! Mais informações: http://www.ceitec-sa.com/pt Wikipédia: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Centro_Nacional_de_Tecnologia_Eletrônica_Avançada

1 Curtida

Sim e sim! Matéria opinativa com notícia! Verdade mesmo que não pararam com a escrita manual!

3 Curtidas