Prefeito de SP aprova lei que autoriza cidade a taxar Uber, iFood e afins

Putz, se essa moda pega…

Que maravilha de Estado, acha que t√° taxando as empresas, quando no final, todos j√° sabemos dessa novela: quem realmente paga a conta.

2 curtidas

√Č preciso separar a discuss√£o sobre a correta aplica√ß√£o dos impostos arrecadados da necessidade de que essas empresas paguem tributos. Feito isso:

Toda atividade comercial paga imposto em qualquer lugar do mundo. E no caso de Uber e afins, est√£o sim utilizando de um bem p√ļblico (ruas que demandam manuten√ß√£o, sinaliza√ß√£o, ilumina√ß√£o, fiscaliza√ß√£o etc) para auferir lucro. Da mesma forma que uma banca de jornal paga IPTU pq est√° ocupando uma √°rea p√ļblica para fazer o seu dinheiro.

N√≥s, pessoas f√≠sicas, pagamos diversos impostos, inclusive imposto de renda, justamente para termos tudo o que j√° foi citado. Por que a Uber n√£o deveria pagar se utiliza essa estrutura de forma massiva, diferente de mim que vou daqui para ali de √īnibus? Eu duvido que a Uber iria iniciar sua atividade em cidades que n√£o possuem asfalto ou vias em condi√ß√Ķes m√≠nimas de trafegabilidade. Ali√°s, eles tentam se use gar de tudo. Se um motorista estiver fazendo uma corrida e sofre um acidente, ou um motoqueiro cai, qual a ambul√Ęncia que aparece para fazer o socorro? A uber ou o Samu?

4 curtidas

Vale lembrar que o Sr. Amadeu representa os taxistas na c√Ęmera de SP.

6 curtidas

Começa em São Paulo,depois RJ faz o mesmo e por ai vai…

√Č o tipo de interven√ß√£o burra e nociva do estado ,onde s√≥ quem se beneficia √© a m√°quina p√ļblica inoperante,sedenta por impostos pra poder alimentar os seus , enquanto a sociedade n√£o recebe nada em troca.

Vai ficar cada vez mais difícil solicitar um Uber. Pobre só se lasca mesmo ,nesse Brasil.

8 curtidas

O problema é que a gente não tem, que faça jus ao que é cobrado. Como vc bem falou, a separação da discussão.

E ainda tem uma outra questão, que é a que eu citei. O Estado cobra dessas empresas. Ok. Mas a conta nem de longe são as empresas que pagam, mas o consumidor. Vai o Estado querer aplicar uma lei que obriga as empresas a não repassar os tributos nas tarifas? Mesmo que fosse possível, era um atestado de saída da empresa do país.

De qualquer forma, quem é que se lasca em qualquer variável dessa história? O consumidor.

E tem mais. Voltando √† discuss√£o da necessidade da empresa em pagar tributos eu ainda acrescento, j√° me antecipando em dizer que essa quest√£o n√£o est√° t√£o separada da correta aplica√ß√£o dos impostos: O Estado tem dinheiro sim, pra manter tudo o que o Uber utiliza (infra estrutura, ilumina√ß√£o p√ļblica, etc), e vale lembrar que tudo isso √© de p√©ssima qualidade, o que acaba fazendo a empresa ter mais custos ainda, gerando mais dinheiro ainda pro Estado. Tudo isso √© pago pelo consumidor, mais do que qualquer empresa.

Com essa argumentação, eu concluo: se fosse em outro país, eu até apoiaria a decisão da taxação dessas empresas. Em se tratando de Brasil, isso só piora, pra empresa e pro consumidor. Logo, não é necessário, fora que é imoral, taxar.

8 curtidas

Mas a UBER e neg√≥cios afins j√° pagam impostos, n√£o? Me corrijam se eu estiver errado. Logo ,o foco deve ser o olho gordo e desproporcional do governo em taxar um servi√ßo que hoje pode-se dizer que √© de utilidade p√ļblica. Cobrar impostos √© previsto na CF 88. Cobrar de forma desproporcional, apenas com vistas a interesses pr√≥prios da m√°quina,√© ilegal.

8 curtidas

Governo no Huezil é assim…

Quer começar? ATRAPALHE!

Começou mesmo assim? REGULAMENTE!

Regulamentou, e est√° dando lucro? BOTE IMPOSTO!!!

√Č assim que funciona no Huezil zil zil :brazil: :brazil: :brazil:

6 curtidas

O problema é que já existe uma taxa para os aplicativos.
Veja essa materia de 2016 https://tecnoblog.net/202222/prefeitura-sp-taxa-progressiva-uber/

Sim, pagam ISS, alvará, autorização etc. e provavelmente o ex-prefeito perseguidor de Uber e patinetes também deve ter instituído outras taxas para agradar a máfia dos taxistas.

2 curtidas

Aprova umas 20 taxas. Um imposto novo só é pouco.

:roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes::roll_eyes:

1 curtida

Já tentei explicar isso por aqui, mas as pessoas não estão preparadas para entender…

1 curtida

Voc√™ n√£o acha que imoral seria n√£o taxar apenas um segmento do mercado? Porque os outros seguir√£o pagando seus impostos normalmente e a popula√ß√£o, por sua vez, demandando servi√ßos p√ļblicos. Logo, ou todo mundo paga ou ningu√©m paga.

Mas ISS √© apenas um dos impostos que se aplica √† cadeia produtiva. Netflix paga ISS, mas n√£o pagaria um imposto relacionado ao uso de espa√ßo p√ļblico (IPVA, IPTU, taxa de ilumina√ß√£o p√ļblica).

Novamente: eu não questiono aqui a aplicação do imposto ou a quantidade deles. O ponto é que se um imposto é devido por um grupo, o outro que se enquadra no recolhimento também deveria pagar.

A matéria nem é sobre pagar ou não um imposto, mas da manobra que várias empresas (em São Paulo acontece muito com bancos) fazem de atuarem em uma cidade, com sede e tudo mais, e serem registradas em municípios vizinhos para pagar menos impostos. Esses impostos são revertidos em benfeitorias para a região que a empresa está. Se ela está atuando na região, mas os impostos que ela paga não chegam pra lá (mas sim para o município vizinho), vai chegar um ponto que a cidade não terá dinheiro para manter essas estruturas.

1 curtida

Mas os motoristas de aplicativo j√° pagam impostos pela utiliza√ß√£o desses bens p√ļblicos, logo seria uma bitributa√ß√£o.

4 curtidas

Neoliberalismo atualizado!!!

Tá complicado, o pessoal já anda recusando corridas por conta do preço do combustível. Ooooo país fudido, isso aqui tá um hospício!!!

2 curtidas

só vim aqui ver os fanboy de político defendendo mais um imposto absurdo … pode continuar pro próximo comentário.

2 curtidas

Quando tivermos retorno dos milhares de impostos que pagamos em forma de servi√ßos p√ļblicos de qualidade, talvez estaremos preparados para discutir o assunto.