Por que 1GB de RAM não é mesmo 1GB (1024MB)?

Por que a capacidade da memória RAM nunca é a real informada na embalagem do produto? Por exemplo, o Mi TV Stick, de acordo com a Xiaomi, tem 1GB, mas - na verdade - só tem quase 880MB. Liberada para uso são ~300MB. Isso é geral! O meu smartphone é a mesma coisa. Alguém sabe me responder?

1 Curtida

Nem toda a RAM está disponível para o usuário, ela pode ser alocada para vídeo e o kernel também pode reservar parte dela.

2 Curtidas

Eu sei que o sistema usa uma parte, mas o próprio sistema informa que o total de RAM é ~880MB.

Se o hardware está usando ela isso está abaixo da visão do sistema, não tem como ele informar que tem essa ram, no máximo ele poderia te informar qual o chip de ram o teu equipamento tem e indiretamente tu saberia qual é a ram real dele.

No Android, especificamente, só é mostrado o total de RAM disponível para o sistema, não o total de RAM instalada. A parte reservada para o hardware (normalmente para o kernel, e em alguns casos, zRAM) não entra na conta, dependendo do dispositivo isso fica na faixa dos 200 a 400 MB.

Já no Windows (e muito provavelmente no Linux também, dependendo da distro), ele mostra tanto a RAM instalada quanto a RAM utilizável. No meu notebook, por exemplo, aparece “16,0 GB (utilizável: 15,8 GB)” nas informações do sistema…

3 Curtidas

Video “onboard” precisa de RAM pra funcionar, não?

Sim, mas a memória costuma ser compartilhada. Memória fixa mesmo, apenas para o vídeo integrado, costuma ficar na faixa dos 2 a 128 MB, dependendo do computador/smartphone, o resto é alocado dinamicamente* conforme necessário…

*com exceções

Não sei se esse comportamento é coisa da AMD ou das fabricantes de placa-mãe, mas em desktops com APU Ryzen é super comum as configurações padrões da BIOS alocarem 2 GB de RAM ou mais exclusivamente para o vídeo integrado, o que é uma estupidez.

3 Curtidas

2GB é o máximo que eu vi até hoje.
Estupidez não é colocar 4GB de RAM pro video onboard (onchip? haha), é esperar que ele tenha desempenho pra rodar qualquer jogo mais recente que 5 anos anteriores do lançamento dele de forma minimamente aceitável.
O Ryzen 3 2200G não vai rodar nada que requira 16GB de RAM, então tu pode enfiar até 8GB de RAM pro video só pelo lulz. haha

Em PC, hoje em dia menos de 2gb de ram para o vídeo não roda nada de jogo, o tempo que as IGP usavam de 2 a 128mb de video era pra mal rodar o sistema operacional.
E alocar dinamicamente tem um custo computacional alto, se a ram já está sendo usada por outro processo ou tu fica sem ou tem de esperar uma eternidade para ela ser jogada para a swap, e em se falando de vídeo, isso congela a imagem, uma experiencia não muito agradável ao usuário, então uma alocação fixa faz mais sentido.

1 Curtida

Olha a matéria que eu linkei. Nos testes realizados, a diferença de desempenho entre pré alocar 2 GB ou 64 MB foi tão insignificante que caiu dentro da margem de erro.

Diante desses resultados, não faz sentido não pré alocar a quantidade mínima para o vídeo integrado e deixar o SO gerenciar o resto…

Não li a fundo o teste, mas aparentemente nenhum deles foi feito com a memoria previamente cheia, onde tu tem de liberar espaço na memoria jogando ela pro swap antes de usar pra vídeo.
Tem algum teste mostrando que a eficiência continua boa caso a memoria esteja ocupada?

Realmente o artigo não cita isso. No entanto, o gerenciamento de memória tanto do Windows quanto dos outros SOs avançou significativamente ao longo dos anos, contando com diversos mecanismos para reduzir ao máximo o impacto do swap (em alguns casos preferindo comprimir a memória utilizada e até matar processos em segundo plano ao invés de fazer swap).

Outro ponto que pode indicar um impacto mínimo por parte do swap é que alguns dos jogos testados pedem no mínimo 8 GB de RAM e 2 GB de vídeo, mas ainda sim tiveram desempenho praticamente idêntico na máquina com apenas 8 GB de RAM, que seria a mais suscetível a esgotamentos de memória nesse cenário…

Seria ótimo dar uma pesquisada antes. Acho que o seu preconceito e desconhecimento com APUs é grande. O vídeo abaixo, do ano passado, mostra vários títulos rodando em 1080p e pelo menos 30 fps. É óbvio que não vai rodar jogos em 8K HDR com 360 fps, mas pra quem quer ter 1 horinha de diversão esporádica, não está preocupado com o supra-sumo de qualidade.

E se falar “ahh, mas se fizer combinação do processador XYZ com a placa de vídeo QAZ tem um resultado melhor, por só R$ 500,00 a mais”, entenda que nem todos possuem orçamento infino e que essas APUs se destinam exatamente pra essas pessoas.

1 Curtida

Serve a tabela do artigo ?

Sim, o APU do 3 3200G até consegue rodar em 720p/1080p… porém tu viu a maravilha? 30 fps e low/medium e muitas (MUITAS mesmo) mini travadinhas visiveis* e constantes. Valeu, mas não obrigado, isso é uma desgraça de ruim. Até minha antiga GTX 750 (a não TI) de 1GB de 2014 é capaz de fazer melhor que isso e olha que paguei cerca de 320 reais na época e já tem 5-6 anos de uso. Então nem entra como custo. (Tava jogando Monster Hunter World em 720p, low, 45-50 fps com ela e um FX-6300, 8GB de RAM. Isso sem essas micro travadas.)
(*para alguém com enxaqueca tipo eu, isso é uma maravilha)

Ele tem seus usos, como um pc para homeoffice, baixo custo, pra internet/facebook ou para jogos mais leves. Mas para jogar coisa mais recente? Eu não recomendaria.

O Ryzen 3 3200G quando chegou ao Brasil, chegou por mais de 900 reais e tem um desempenho inferior à um processador que chegou custando 600 reais (sendo encontrado a 450 em promoções). Esses 300 reais de diferença, na época, podiam ser usados para uma GTX 750 de 2GB. Então fica dificil recomendar um APU… Agora que os preços ficaram loucos, não tem mais placa de video barata, o preço do 3 3200G despencou e o do outro processador ficou 100 mais baixo que o do 3 3200G. Outro processador = 5 1600 AF.

Paguei 543 reais em um 3200g em março (corri pra compra quando vi que tudo ia disparar de preço), por esse valor não tinha nenhuma combinação superior. O foco do computador não era jogar, é acadêmico, produção de texto, internet e photoshop.
Sabemos que todo o lançamento tá acima do preço, especialmente no brasil, que adoram uma novidade e os vendedores metem a faca até o mercado estar cheio e terem de baixar o preço, então pra compara preço é bom pega uns 3 meses depois de chega no mercado.

Sendo direto, é Marketing. É melhor falar que tem 1GB , e realmente têm, do quê 800mb livres para o usuário. Simples assim.
É a verdade com omissão!

2 Curtidas

Este tópico foi fechado automaticamente 2 dias depois da úlima resposta. Novas respostas não são mais permitidas.