Pirataria é legalizada na Bielorrússia, mas não é de graça

1 curtida

ahahahahahahaha pode piratear, mas, tem que fazer rir.

2 curtidas

Modelo parecido com o que a Itália tem desde muito tempo (ou pelo menos tinha). Por lá existe um fundo que você deposita dinheiro que de tempos em tempos é distribuído a quem detém direitos autorais sobre músicas. Era muito popular na década de 1980/90 termos fitas cassete e até mesmo vinis piratas com músicas captadas em shows e coisa do tipo. Daí ao invés de punir quem promovia a pirataria, incentivava o depósito de um valor a título de reparação.

2 curtidas

Pelo visto quem vai piratear vai usar VPN para a Bielorrússia para piratear séries norte-americanas.

2 curtidas

Quero ver as grandes Tech bloqueando tudo que venha de lá da Bielorrússia só pra ver o circo pegar fogo. Essa parte oriental já é defasada tecnologicamente mesmo, se duvidar o que ainda é estritamente necessário pro funcionamento do país ainda deve ser analógico.

1 curtida

Bem provável de isso acontecer. As Big Techs saíram da Rússia por causa da Guerra na Ucrânia. A Bielorrússia é uma aliada russa. Por isso, a legalização da pirataria por lá.

3 curtidas

Esta postagem foi sinalizada pela comunidade e está oculta temporariamente.

4 curtidas

Pirataria é legal, mas tu tem de pagar o governo para piratear. Interessante… é tipo aquela milicia que pirateia sinal de TV por assinatura e te força a pagar…

1 curtida

Governo sempre ajudando…

Parabéns, inventaram a pirataria que não é pirataria

1 curtida

Kkkkkk tá viajando

Leste europeu é mais avançado do que nós, nós que somos atrasados tecnologicamente kkkkk

Ahhh o Governo fazendo governices

Então pode piratear qualquer coisa DESDE que o Governo autorize o que será e pra QUEM será. E no fim do mês vem o boleto com o brasão do governo pra pagar. Isso?

1 curtida

Com certeza, a Petrobras (empresa brasileira) só é uma das líderes do mercado em tecnologia de detecção e exploração de petróleo só pra dar exemplo uma das nossas frentes. Síndrome de vira-lata é complicado.

Kkkkkk ainda continua viajando.

Bielorrússia não é o oriente ou leste europeu, tem a Ucrânia, Romênia, Polônia, Bulgária, Russia, etc.

Gazpron faz o mesmo que a Petrobras, mas consegue fazer em água congelada.

Tem várias outras empresas de tecnologia muito mais avançada do que nós, desde de aeroespacial ou submarino, tem famosas como a Bitdefender e kaspersky da área da segurança digital.

Pode “piratear”, desde que pague por uma licença compulsória (obrigada pelo governo). Ou seja, não é pirataria na prática.

Pelo que sei a Petrobras realmente tem uma expertise em exploração em águas profundas que nenhuma empresa tem

Rússia é o único país relevante do leste europeu, levando em conta ainda que o centro econômico e tecnológico russo fica na parte ocidental e não oriental da Europa

1 curtida

Tem pela necessidade, mas as sondas são coreanas, Brasil é muito atrasado em tecnologia de radares, sensores e sondas.

A gazprom também consegue fazer em água profunda no ártico, mas não tão bem como a Petrobras porque não existe a necessidade e assim não desenvolveu a tecnologia na produção.

Tem uma diferença entre criar a tecnologia e utilizar ela na manufatura. É só olhar a diferença entre a ASML e TSMC, ASML cria a tecnologia de fabricar chips, só que TSMC é a melhor na manufatura, consegue tirar o máximo da tecnologia da ASML.

Polônia também, tem uma manufatura automotiva, inclusive carro de luxo que exige um maior grau na manufatura, uma coisa que estamos começando.

A Ucrânia tem capacidade espacial, aviação e outras especialidades que nós não somos capazes de fazer, a Ucrânia era um dos maiores produtões de gás neônio que produzia a partir do subproduto da indústria siderúrgica, que as indústrias siderúrgicas nossa não consegue.

Depende da tecnologia da Rússia, aeroespacial, nuclear, naval, rádio e submarino fica lá. São Petersburgo é um bom centro que produz.

É só olhar a bitdefender e Kaspersky, são referências em áreas.

Eles têm muitas empresas mais avançadas do que nós

2 curtidas

A Biolorrúsia é considerado um case bem sucedido do leste europeu apenas por não ser tão desigual quanto os vizinhos da região, de resto o país tem índices socioeconômicos parecidos com outros países do leste europeu (que são bem parecidos com o do Brasil, resguardadas as proporções).

2 curtidas

Bielorrússia é uma exceção que deva ser analisado separadamente, foi o único país que sobreviveu a URSS

Tem a questão da igualdade social, principalmente educação, mas ainda tem as questões negativas que a URSS teve, jornalismo mesmo lá é controlado e censurado

2 curtidas