O primeiro supercomputador quântico da IBM com mais de 4.000 qubits vem aí

Eu vejo os números e me bate uma curiosidade. 4mil Qbits seriam equivalentes a que quando tentamos comparar isso a um processador comercial? Nem que fosse em número de processos que cada processador (atual x quântico) pode rodar/calcular por segundo

Hoje, em minha ignorância, parece um número alto, mas sem representatividade alguma. :pensive:

São belos números para se apresentar, mas sem linguagem de programação quântica esses computadores quânticos não terão nenhuma aplicação prática na nossa realidade.

Vim aqui ver se alguém teria perguntado…
Ninguém perguntou então…

Roda Crysis?
:laughing:

É difícil fazer esse comparativo porque são tipos de computação muito diferentes. Mas a Microsoft deu uma declaração que pode te ajudar a ter uma base:

A quantidade de informações que um sistema qubit pode representar aumenta exponencialmente. As informações que 500 qubits podem representar facilmente não seriam possíveis nem mesmo com mais de 2^500 [2 elevado a 500] bits clássicos.

3 curtidas

Você tem razão. Felizmente, a IBM já deus os primeiros passos nesse sentido. A empresa lançou o Qiskit, um SDK específico para computação quântica. Dê uma olhada quando puder:

1 curtida

Crysis multidimensional.

Computação quântica não faz milagre, não, haha.

A linguagem está sendo desenvolvida junto com o computador

Alemanha, que eu vi, investiu alguns bilhões de euros, um das condições era linguagem e tecnologia em volta dos computadores quânticos

Perdoem a ignorância, mas vejo a computação quântica como o start necessário para tecnologias como IA mais avançada e refinada, processamento de dados muito mais rápido e escalável, além de estar pronto pro próximo degrau da nuvem que é processar tudo e entregar pronto pro usuário, vide os “aaS” que já se tornaram tendências atuais.