O Linux é feito em C, mas Linus Torvalds já fala em usar a linguagem Rust

1 curtida

Matéria bacana.

1 curtida

Poucos entendem que o Linux é a base da vida digital como conhecemos hoje e por isso é o software mais importante já feito.
Devido a sua natureza modular o ecossistema Linux é usado em todo tipo de aparelho , Smartphones Android, Tablets, todas as SmarTVs , receptores , carros, roteadores , satélites e etc , vai muito além do Desktop
E domina áreas como servidores, Embarcados , IoT, Robótica e etc

7 curtidas

Pensei que ia demorar um pouco mais para começar a pensar em implantar, daqui dois anos pelo menos.

Mas pelo jeito, as falhas de segurança na memória deve ter pesado

Comparando C com Rust em questão de aprendizagem, é igual ou uma delas é mais complicadinha? Tenho conhecimento essencial em C por conta de ‘n’ fatores, mas gostaria mto de saber se o Rust tmb poderá seguir a msm base.

Por mais que o C tenha seus méritos, tem coisas que podem ser mais fáceis de implementar no Rust, acredito eu. E certamente o principal do Kernel não deve mudar pro Rust.

1 curtida

Pontos para o Linus. Atualizar partes do SO para uma linguagem mais atual é algo fantástico, e isso só vai ajudar a manter o Linux cada vez mais confiável e atualizado, além de manter uma curva de renovação de desenvolvedores natural devido a atualização da tecnologia.

2 curtidas

Deve ter aprendido vendo o que está acontecendo com COBOL.

2 curtidas

O Rust é uma linguagem um pouco complicada realmente, ela não tem a intenção de ser fácil. Quem porém já tem conhecimento em C terá a sensação essa é a verdadeira sucessora do C, além do fato que também trás de volta algo que ficou no passado quando o C deixou de ser a linguagem da Web por questões de segurança. Quem já domina JS com linguagem funcional, também terá facilidade, algumas vezes o código é basicamente igual.

Também o tutorial do RUST: Aprenda Rust - Linguagem de Programação Rust você consegue aprender somente lendo, o que é impressionante.

2 curtidas

Interessante a matéria.

E parabéns para o Linus de abrir os olhos para outras linguagens que podem ajudar os desenvolvedores a produzir de forma mais eficiente e segura.

O próprio Android e iOS estão aí pra mostrar que, as vezes, trocar de linguagem é benéfico.

Com o tempo, todo o código vai sendo atualizado para a nova linguagem e vai chegar uma hora que será a linguagem “oficial” do SO, assim como aconteceu com o Kotlin no Android e Swift no iOS.

1 curtida

Intessante e tal mas melhor o pessoal redimensionar as expectativas.

O rust ainda vai demorar um pouco a entrar no kernel de fato. Por enquanto é simbólico o gesto.

O compilador padrão do kernel é gcc. A implementação referência do rust é em llvm.
Isso quer dizer que tiveram que fazer um compilador simplificado para gcc que ainda não está completo. Ele não tem borrowchecker por exemplo, e provavelmente sempre ficará atrás da llvm em algumas versões. Mas com ele já dá pra ler a sintaxe código em rust pelo menos.

Depois que o compilador tiver resolvido o próximo passo é liberar o uso do rust em drivers. Esses são frutos mais baixos da árvore pois várias empresas escrevem drivers aqui com diversos niveis de proeficiencia. Garantir seguranca aqui será direto e simples.

Mas fica o lembrete aos mais entusiasmados, o rust não oferece necessariamente beneficios a todas as áreas do kernel nem substituirâ completamente o C. Se ele fosse todo passado para rust, a natureza crítica e a alocação direta de memória a outros processos faria boa parte do código ser escrita dentro clausulas unsafe{}. Isso apenas introduziria boilerplate sem os avanços em seguranca de memória prometidos.

Por isso será introduzido aos poucos nas areas que mais convier.

2 curtidas

O Android acrescentou linguagem, não trocou. Basicamente o que roda no background ainda é JAVA. Só que usando uma linguagem diferente se faz acrescentar uma camada de “tradução” da linguagem escrita.

Já no iOS, iPadOS e outros do ecossistema da Apple de fato houve uma migração do ObjectiveC para o Swift.

Sim, sim. Por trás das cortinas continua o Java. E o SDK também. Mas tem essa camada adicional do Kotlin que veio para facilitar os desenvolvedores, além dos benefícios de segurança e etc…

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.