Novos notebooks Avell Hyb têm Core de 12ª geração e preços de até R$ 30 mil

Pela faixa de preço de 5 a 6 k é um dos dois modelos que eu saiba que tenha teclado retroiluminado

Como o controle de temperatura é sempre uma preocupação durante as jogatinas, a Avell anunciou um opcional interessante: o Ice Mod , um Liquid Cooler externo que pode diminuir a velocidade das ventoinhas do Storm Two em 50% da rotação máxima.

Problema: Temperatura
Solução: Diminuir a rotação do cooler
Resumo: Se não esta no marketing que diminui a temperatura, não resolve nada.

A Avell diz que a temperatura pode cair cerca de 20 graus. Essa parte ficou realmente vaga, acrescentei a informação no texto.

2 curtidas

Sim, todos os modelos anunciados têm teclado retroiluminado, incluindo o A55, que é o mais barato da turma.

1 curtida

queria ver um teste desse water cooler, os mod que eu vi por ai tudo tinham o problema de espalhar água/liquido de refrigeração quando eram desconectados do notebook.

Mas é uma ótima piada no fim das contas, fizeram os notebooks gamer pra ter mobilidade, ai vão lá e adicionam um enorme trambolho pra dar conta de resfriar eles, pelo menos agora da pra chegar perto do desempenho de um desktop.

3 curtidas

Mesmo com esses “enormes trambolhos”, ainda é portátil. Coisa que desktop nunca vai ser.

não vejo problema nenhum em colocar uma alça no gabinete e carregar ele por ai como faziam com os primeiros computadores portáteis com tela de tubo, deve ser até mais leve do que eles eram.

Fazer um sistema de dissipação decente ninguem quer, a lenovo faz undervolt de fabrica em seus notebooks de alto desempenho, a avell poderia fazer o mesmo.
Meu Alienware M15 R6 mesmo 100°c é padrão, mas nem o undervolt a dell libera.

isso não diminui o desempenho máximo que o notebook poderia funcionar?

Se estiver se referindo ao XMG Oasis ou ao Liquid Propulsion Package da Eluktronics, ambos são idênticos ao water cooler da Avell, apenas com nome diferente e variações no chassi do laptop. Essas 3 marcas (e muitas outras) estão utilizando o mesmo projeto da Tongfang, até o software, BIOS, drivers e tudo mais são compatíveis entre os notebooks delas.

No momento estou com o modelo anterior do A70 (RTX 3060 e i7 da 11ª geração) e embora um pouco barulhento, no modo Game e no modo Turbo ele segura tranquilamente a GPU e a CPU na potência máxima (115W e 45W, respectivamente), com temperaturas na faixa dos 80 a 90 graus.

O painel de controle do notebook também permite controle total das características de power, incluindo a potência em watts, undervolt da CPU e overclock da GPU, sem ter que recorrer ao ThrottleStop ou outras gambiarras parecidas…

Eu tava me referindo a umas experiências malucas que vi no youtube com componentes chineses, mas vou pesquisar testes desses que tu citou.

Tem dois vídeos do Linus sobre o Liquid Propulsion Package da Eluktronics, um no Short Circuit e outro no LTT. No último vídeo eles também mostram brevemente o modelo da concorrente XMG, idêntico exceto pelo nome…

Falo pela faixa de preço, notebook de até 6 k não tem teclado retroiluminado, tirando esse da avell, somente um da Dell que tem

Depende de como é feito

Duro é embarcar num avião com um negócio desse.

1 curtida

Tudo é portátil se vc tiver força suficiente.

image

Vou te falar que ultimamente eu tenho pensado muito nesse lance de “Notebook Gamer”.

Hoje eu tenho um Notebook para trabalhar, e um Desktop Gamer. Os dois são razoavelmente antigos e eu estou tentado a trocar ambos por uma única máquina que resolve tudo.

Porém, tem alguns problemas grandes ai…

  • Minha máquina desktop é o meu “backup”. Caso meu Notebook resolva morrer por qualquer motivo que seja, eu consigo continuar trabalhando no Desktop sem nenhum problema. Se eu trocar as duas por uma só, eu fico sem essa redundância, o que pode me causar problemas no futuro.
  • Ter conteúdo pessoal em máquina de trabalho é meio chato as vezes… especialmente quando vc compartilha a tela com um cliente e ele vê sua Steam aberta… Acidentes acontecem.
  • Um notebook gamer é um notebook bem ruim para trabalhar. Barulhento, grande, pesado, com pouca duração de bateria.
  • Ele também não é tão bom para jogar, sendo mais ou menos 25% mais lento do que um desktop com especificações equivalentes.
  • Fora que ele é mais caro também… Mas ai entra aquele tal negócio: É mais barato 1 notebook gamer do que 1 desktop gamer + 1 notebook profissional… Dá pra distorcer as contas pra justificar a compra.

Estou nessa ai… Pensando o que fazer. Eu me interessei muito nesse Avell, ele “marca todas as caixinhas”, mas eu ainda fico na dúvida… é um gasto alto pra fazer por impulso, tenho que pensar bem.