Nokia retorna ao Brasil com Multilaser e celulares intermediários

Se você soubesse o que a Multilixo foi capar de fazer, ficaria enojado rs.

Excelente.

Não duvido do potencial da Multilixo, enfim, deixa pra lá

Talvez queiram lucrar com uma marca mais conhecida e que tem algum “status” entre os consumidores.

2 Curtidas

Espero que não chegue aqui com os preços da Xiaomi ou pior, com qualidade ruim.

Leio Multilaser e automaticamente torço o nariz (não gosto da Marca, não compro, “recomendo contra”), mas espero estar errado. Que seja um primeiro passo para, quem sabe, a Nokia voltar no futuro com uma produção própria. Se num primeiro momento os aparelhos tiverem qualidade, garantia e as mesmas atualizações que lá fora, eu considero comprar.

Engraçado como isso que você falou já é de conhecimento público há anos, mas sempre aparece um numa notícia sobre a Nokia pra falar “mimimi essa não é a Nokia, é só nome, mimimi”. Não sei o que custa fazer uma pesquisa pra realmente entender o que é a HMD Global…

Discordo um pouco de você aqui. O número inicial representa o segmento do aparelho (low > high end) e o segundo número é a “geração” dele. Algo como a Motorola faz chamando suas linhas de E, G, Z e colocando 1, 2, 3 na frente…).

Ou seja, maior o número, melhor. Acho que não podia ser mais simples.

Sobre a nomeclatura, me remete ao antigo jeito que a Nokia+Microsoft fazia com os Lumia, onde era 520, 620, 720, 820, 920 e 1020.
Sei que por mais que esse seja o estilo deles, poderiam simplificar para o usuário final.
Um exemplo poderia pegar os antigos “Nokia Series” e aplicar como destaque final.
O número 5.1 permaneceria, entretanto, seria apenas “Nokia Series 5” como caixa.

É questão de costume. Se a empresa manter a nomenclatura conseguirá ter uma boa linha de smartphones, que poderão ter até 10 “gerações” antes de mexer algo.

Se me perguntarem, horrivelmente confusa é a nomenclatura da Samsung, que lança 16 aparelhos novos por dia. Uma letra + 2 números e diversos modelos com diferenças não tão óbvias.

Eu vou comprar pois dois motivos:

1- penso que é legal dar um incentivo às empresas nacionais.
2 - Nokia foi uma das marcas que mais tive aparelhos

Já estava planejando a troca do meu aparelho, agora vou aguardar o que vai ser vendido aqui no Brasil.

Infelizmente,a Multilaser está participando,estou falando pois tenho experiência ruim dessa empresa,Mas vamos aguardar…

E, naquela época, a NGI (joint-venture entre Nokia e Gradiente) vendia celulares Nokia tanto com a marca Nokia quanto com a marca Gradiente (inclusive, minha família já teve vários celulares Nokia - alguns deles, com a marca Gradiente).

Este tópico foi automaticamente fechado após 60 dias. Novas respostas não são mais permitidas.