Motoboy não é garçom

2 curtidas

Que é isso gente?!? Que mundo é esse?!? Gente tacanha, preguiçosa e nojenta. São incapazes pegar um lanche na portaria do próprio condomínio. Inacreditável. Mas, beleza, acho que o Ifood poderia resolver isso da seguinte maneira: cobrar um valor à parte, opcional, onde, se você quiser comida na porta do apto, ou que o motoboy ainda empurre a comida pela sua boca a dentro, já que você não quer nem fazer força com a boca, pague por isso. Trouxa!!!

30 curtidas

isso é o que mais tem

7 curtidas

Eu nunca entendi porquê não existe uma taxa de espera para os entregadores. Se o aplicativo tem previsão de entrega, nada mais justo e educado vc estar no ponto onde seu pedido vai chegar.

Meu condomínio tem 960 apartamentos. Demora uma vida pra vc descer e chegar até a portaria. Daí o que mais tem é gente que decide descer pra pegar pedido só quando o interfone toca. Acho um desrespeito sem fim. Sem falar na guerra que foi quando o síndico decidiu APLICAR a regra que proibia que entregadores entrassem no condomínio pra fazer entrega na porta do apartamento.

25 curtidas


ADm melhora essa forma de fixar vídeo no site.

7 curtidas

Aqui já passei o código pro porteiro e quando chega pedido ele já dispensa o entregador. Como eu vou ter que descer de qualquer forma, então pelo menos não dificulto. “Ah, mas tu confia demais…” se eu não confio no porteiro então eu tenho é que mudar de condomínio.

Antes do iFood, entregador já se lascava com entrega em edifício que não permite a entrada de entregadores. Então disso não se pode exatamente reclamar. Edifício que minha mãe mora, por exemplo, morador tem que descer pra receber pedido. E o que mais tinha (e ainda tem) é morador folgado que demora uma eternidade pra descer. Já teve caso de entregador ir embora com a entrega porque tinha outras e não atrasar ainda mais a rota. Novamente: antes do iFood, PIX e afins que tu tinha que pagar na hora que recebesse. Quanto a barrarem o entregador, é por questão de segurança. Infelizmente muito meliante se passa por entregador pra invadir condomínio e praticar ilícito.

10 curtidas

Eu sou a favor de taxa extra pra subir.

O entregador ganha por entrega. Subir leva tempo. Cada 2,3 vezes que sobe pode ser menos 1 entrega para fazer.

Logo, quer que suba, paga extra. Taxa cara claro. Pronto. Povo vai descer

19 curtidas

Pera, o normal não é o cliente ir buscar no portão o rango com o entregador!?
Faço isso desde quando tinha que telefonar pra pizzaria, e sigo fazendo com os apps de entrega.

Que mundo louco.

17 curtidas

Sim, esse é o normal. Mas nesse país tem um monte de anormal com complexo de monarca.

4 curtidas

No meu condominio (so tem 6 moradores, no total de 7 andares, nao tem o 1o) eu desco toda vez. no da minha avó eu tenho que descer para pegar. muitos predios nao permitem mais que o entregador suba.

2 curtidas

Em outros países os entregadores entregam na casa do cliente, só aqui no Brasil que é se patifaria. :roll_eyes:

1 curtida

Nesse assunto sempre destaco o seguinte: a segurança. É sabido que existem bandidos que se disfarçam de entregadores do iFood… A possibilidade de pessoas serem atacadas em suas casas é muito maior, ainda mais “quando os hábitos de consumo de um determinado condômino são conhecidos”. O que é melhor: ter seu pedido na porta do seu apartamento no 12° andar e correr o risco de ser atacado ou descer pra pegar o seu pedido na portaria? Se você é optante da primeira alternativa, porque você comprou um apartamento? Troque-o por uma casa, de preferência sem portão ou grades então… O outro lado é quanto a ferramenta de trabalho do entregador: a moto ou bicicleta. A maioria dos condomínios não permite a entrada de veículos de terceiros, obrigando-os a deixar na rua e, se for roubado, “ah, o problema não é meu… eu só pedi o lanche…”

9 curtidas

Pois é… e quando acontece algo, a “culpa é do iFood, todos os entregadores são bandidos” e um monte de baboseiras… Um ponto que chama a atenção é: quem opta em morar em apartamento, o faz por questão de segurança principalmente. Agora, de que adianta um ambiente com grades, vigilância 24 horas por câmeras e sensores se você faz questão de que pessoas aleatoriamente tenham acesso ao apartamento, só porque você quer ter seus pedidos entregues na sua porta?

3 curtidas

Cliente: Roubou da minha mão, aqui, ó!

Na verdade o “cliente” que roubou, afinal enquanto ele não passou o código a comida não é dele.

Inacreditável gente folgada desse nível, um ser como esse deveria ser banido da sociedade.

9 curtidas

No meu prédio nem tem isso. Qualquer prestador de serviço é proibido de entrar.

1 curtida

Entregas de material de construção e acabamento já tem essa regra; o material é entregue no portão ou, no máximo, na garagem… Não tenho certeza de como funciona com condomínios, mas não deve fugir muito disso…
Aqui em casa há uma diferença de nível entre a calçada da rua e o quintal, o que dá 6 degraus de escada; a taxa cobrada para entregarem 5 sacos de cimento e 2 m² de revestimento foi de R$ 75…

1 curtida

Há um tempo atrás, eu li uma matéria onde criticava a possível decisão do governo Lula de regulamentar esta profissão — segundo ele, era necessário a prevaricação, pois a mesma é a essência do negócio.

E tá aí o livre mercado, somente depois de muito tempo é que foi fazer alguma declaração. Não sei se irão fazer alguma mudança estrutural (como multar atraso por parte do cliente). Caso já aja algo assim, perdão, faz tempo que não uso app (prefiro pedir de um lugar que conheço).

Cliente sem noção, os condomínios tambem deveriam entrar nessa discussão ai, informar os moradores que prestador de serviço nao pode entrar, ainda mais autônomo, sem vinculo com a empresa, por questao de segurança mesmo, alem disso nunca vi cobrar dos correios pra entregar na porta, cliente ai quis da uma de folgado mesmo.

6 curtidas

Essa discussão ainda vai muito longe, cada resposta que leio aqui parece uma realidade diferente, rsrsrs…

Aqui em Manaus nunca recebi entrega rastreada, não faço a menor ideia se o entregador está próximo ou longe. Além disso, o valor da entrega é alto e raramente os pedidos chegam no prazo. Então esse exemplo de R$50 em 14h de trabalho parece meio irreal.

Mas inflamada a discussão já está, então vamos falar de soluções… Porque não resolver dando gorjeta? Se o entregador se dispôs a subir e entregar na porta, sempre dou uma gorjeta. Não faz sentido taxa extra, a gorjeta já está aí pra isso.

6 curtidas

simplesmente porque a gorjeta não faz parte da cultura nacional

nos outros países dão gorjetas, depender da gorjeta, ela é maior que o valor do produto, já aqui as pessoas ficam mais preocupadas se a entrega é grátis

Quem mais reclama de condomínio são os próprios proprietários que não aguentam as regras de segurança

1 curtida