Mesmo depois de aposentado, o Office permanece entre nós

como bem sabemos a M$OFT quer virar algo como … “fazemos algo bom e depois jogamos fora”.
Assim como o XP, o Seven que permanecem ai e dão conta do recado …
Mas não é só office que existe como opção eu mesmo uso e aqui na empresa usamos muito o FreeOffice e ninguem reclamou até agora.
Muito boa sua matéria Josué.

1 curtida

O problema é editar alguma coisa sem ter acesso a Internet.
Eu realmente não sou fã de ter minhas coisas na nuvem e infelizmente essas soluções gratuitas já me deixaram na mão.

O negócio é comprar essa última versão de office mais $imple$ e ver o quanto tempo vai ser possível usar…

2 curtidas

Tem algum tempo que deixei de usar o Office da Microsoft e passei a usar o WPS Office (comecei pela versão gratuita, e hoje pago a assinatura anual, que é infinitamente mais em conta que o 365 da Microsoft). O Google Docs tem lá suas vantagens, mas não dá pra ter certeza que sempre existirá uma conexão estável e, em termos de recursos, não faz frente aos softwares convencionais.

2 curtidas

Tenho Office 2016 e não vejo a necessidade de mudar. Continuarei até um dia eu chegar a sair do Windows. Usarei o 10 até não poder mais mesmo depois de 2025, caso não surja um melhor (ao meu ver).

PS.: A Microsoft anda dificultando as coisas para que isso aconteça, com isso em alguns anos vai chegar o ano do Linux PARA MIM

1 curtida

Não conhecia o WPS Office, já é a segunda recomendação dele por aqui! Acho que vou dar uma conferida.

1 curtida

A empresa onde trabalho migrou do Google Workspace para o Microsoft 365.

Para mim, foi um downgrade. O Excel Online perde muito em fluidez e recursos para o Google Planilhas.

Resumo: tive que baixar o programa para área de trabalho do excel para fazer coisas simples.

Acabei de comprar uma licença pra do Microsoft 365 porque na faculdade os professores só elaboram documentos com muitas informações no office. Eu estava tendo muito trabalho para reajustar tabelas, caixas de textos e imagens em outros programas alternativos. Me rendi a Microsoft, preciso otimizar tempo e essa foi a única solução.

Acho que vale mesmo dar uma conferida. Para o meu gosto, é mais refinado e mais completo que os softwares livres mais conhecidos. Embora a versão gratuita seja mais limitada em recursos (e fique incomodando pra forçar a assinatura da versão paga), ela ainda é bastante completa e funcional. Um recurso que eu gosto muito: se eu abrir várias abas com arquivos de texto salvos em diferentes pastas e quiser exportar esses textos em pdf, ele me permite fazer isso com poucos cliques, salvando automaticamente cada pdf na pasta de origem do arquivo original. Como faz bastante tempo que não uso o MO, não sei se ele também oferece essa possibilidade. Mas que é um trocinho útil, isso é.

Aparentemente é bem bom em termos de compatibilidade.
Se você não se importar com o fato de ser desenvolvido por uma empresa chinesa, deve valer dar uma conferida.