Mercado Livre e Alibaba teriam interesse em comprar Correios

Originally published at: Mercado Livre e Alibaba teriam interesse em comprar Correios – Negócios – Tecnoblog

Mercado Livre e Alibaba são empresas de vendas online que investem em logística; governo quer privatizar Correios em 2021

2 curtidas

6 curtidas

Se é pra vender que ao menos seja integral, não vejo sentido vender a parte lucrativa e ficar com o prejuízo.

6 curtidas

Qualquer um que comprar vai ser melhor que o serviço atual dos Correios, então, só quero que seja logo.

4 curtidas

Que vendam os correios INTEIRO e não pedaços.

Screenshot from 2020-09-04 14-58-41

Um fuc*ing Sedex parado desde o dia 18 graças a essas belezas.

2 curtidas

Amém, quero ver funcionário fazer greve todo santo ano.

2 curtidas

Já falaram que o monopólio do Correios é apenas com as cartas, tanto é que podemos solicitar entregas por empresas privadas (jadlog, azul etc). O que mudaria (para o consumidor) com a privatização do Correios? As empresas privadas já atuam no mercado, porém o serviço é mais caro e não tão eficiente.

1 curtida

Os Correios estão em greve… só pra variar

Infelizmente a realidade é ligeiramente diferente… Os Correios são BEM mais caros e demorados que muitas empresas privadas…(não que eu não tenha recebido sedex em 2 dias, mas também já esperei encontrarem meu sedex por mais de um mes…)

Pois é, nada, mas o espírito ancap adolescente acha q existe monopólio. Mas na hora de comprar da china ngm quer pagar a transportadora e o imposto devido, vejo pura hipocrisia, nada mais

2 curtidas

Se o correio é mais caro, pq não envia por qualquer outra então?

Correios tem isenção de todos os impostos.

2 curtidas

Mesma situação aqui. Sedex também, mesma data.

Simples, porque não fui eu quem enviou. Foi, acho que, a Kabum enviou por Sedex mesmo eu tendo optado por transportadora…

1 curtida

Sério mesmo que tem que explicar pela milionésima vez que, o monopólio é de cartas/correspondências, mas a isenção total de impostos, torna a concorrência desleal.

Amazon, E-Fácil, Mercado Livre (transportadora própria), todas entregando em 2 dias aqui.
Se me lembro bem, Correios entregou com esse prazo apenas UMA VEZ pra mim.

3 curtidas

Então pq comprou por lá…? Se o Correios não é bom, pq a Kabum escolheu esse método…? Realmente quero entender.

Como a privatização do correios vai diminuir o imposto sobre essas empresas? Nesse caso n teria que ter uma reforma tributária em vez de privatização? Outro ponto: Se a concorrência é desleal, pq há tantas empresas atuando nesse mercado? Essas empresas estão interessadas na estrutura do correios, e não no valor que ele pratica, certo?

1 curtida

mas como você utiliza mais os correios, a probabilidade de ter problemas com os correios é maior. já testou usar outra empresa por um longo período p/ ver se o serviço é impecavelmente sem defeitos?

estrutura essa financiada com o dinheiro dos nossos impostos. aí vem um governo e quer vender toda essa estrutura por uma mixaria (como já aconteceu tantas vezes).

Correios hoje é uma máquina ineficiente, com cargos altos ganhando salários astronômicos e a ponta da cadeia se ferrando.

As regras da privatização não têm como se especular, mas para este caso (olhando apenas e tão somente pra isso, não de forma geral) não é necessário ter reforma tributária.
A concorrência é desleal, porque não tem como uma empresa privada abrir uma filial numa cidadezinha do interior e concorrer com uma empresa que não precisa pagar imposto algum.

Além de tudo, a tal “eficiência” dos Correios é tanta, mesmo em correspondências que eles possuem monopólio, não atendem corretamente. Já faz 2 meses que não entregam os boletos da minha avó, por isso preciso ficar ligando nas empresas e pedir 2ª via, conversando com conhecidos, a situação é semelhante em diversas cidades, muito antes de acontecer a greve.

Enfim, há quem defenda a privatização (meu caso) e há quem é contra. Uma coisa é fato: hoje eles não conseguem prestar o serviço de forma adequada, só tem prejuízos (menos, mas ainda tem) e quem é lesado é a população.

5 curtidas