MacBook Pro de 16 polegadas com Apple M1 Max tem "botão turbo" virtual

Não seria o mesmo recurso que o Windows tem de gerenciamento de bateria? Melhor eficiência energética, Equilibrado e Melhor Desempenho…

4 curtidas

Apple só copiando os outros. /s

7 curtidas

kkkkkkkkkkk fala isso não @centauro kkkkkkkkk daqui a pouco a galera cai em cima de você, dizendo que kkkkkkk não esta copiando, que o recurso realmente oferece um aumento significativo de desempenho, fazendo melhor do que já existia kkkkkkk que a a Apple oferece quando a tecnologia está madura para o mercado (kkk essa já tem quase 50 anos) kkkkkkk

1 curtida

Tenho calafrios só de ver essas fotos.

Minha família teve um computador com 128 MB de RAM + 3 GB de HD com Windows 98 por quase dez anos.

Ele não tinha botão Turbo. Mas consigo me lembrar direitinho da indignação juvenil por não conseguir jogar nada enquanto todos tinham Windows XP. :stuck_out_tongue:

1 curtida
1 curtida

O antigo PC da Positivo que meu pai tinha (com Windows XP) existia este botão turbo.
Apertava diversas vezes e nada acontecia, imagine uma criança triste.

Eu tinha um notebook com Intel Core M q sem ativar esse modo Alto Desempenho, era impossível de usar kkk.

Quando formatava ele, a primeira coisa q fazia era desabilitar o equilibrado.

1 curtida

É meio contrário ao que a Apple sempre pregou, automatização do sistema, sem que o usuário precise optar pelo melhor gerenciamento do sistema. Me parece mais marketing também, afinal é só optimizar o que já vem sendo feito, ou seja, o sistema escala o desempenho quando precisa, e encontra espaço témico.

Ela já faz isso, porém esse toggle deve ser puramente para os usuários mais exigentes não reclamarem que o MacBooks Pro está levantando voo quando começar a trabalhar em múltiplos projetos 8K simultâneos.

Certamente tem um componente de marketing, mas também de experiência de usuário. O Mac OS sempre foi mais livre e customizável que iOS.

1 curtida

Tá aí algo que não ligo, se tem uma tarefa pesada, a máquina vai precisar acionar ao máximo o sistema de refrigeração.

Se fizerem uma API estilo com a placas de vídeo nos notebooks, onde o programa decide se vai rodar na integrada ou na dedicada, nesse caso, se vai rodar no modo normal ou no turbo, é bem interessante a ideia, assim deixando o modo que gasta mais bateria e faz mais barulho somente para alguns programas, diferente do que vemos no windows, onde as vezes o cooler dispara por qualquer bobagem, por um programa usar mais processamento por poucos segundos.