Loja oficial de Raspberry Pi explica preços altos no Brasil

1 curtida

Então comprar por aqui tem o benefício de ter garantia de 90 dias contra defeito de fabricação e uma entrega, em tese, mais rápida.

Assim fica difícil fazer negócio no Brasil.

2 curtidas

Na verdade o preço tá realista. Comprei via mercado livre o R400, paguei 1300 reais, provavelmente importado e sem as garantias legais. Tá honesto os custos…

1 curtida

A comparação a ser feita, na minha opinião, é entre comprar no Brasil (seja por uma autorizada ou por um importador aleatório no ML) e importar você mesmo.
No caso, importar você mesmo tem a chance de sair (bem) mais barato e você perde pouca coisa em relação a comprar por aqui (os 90 dias de garantia e tempo de frete).

Exatamente. Uns meses atrás eu havia cogitado importar uma Câmera Mirrorless para o meu estúdio (aqui trabalhamos apenas com máquinas e softwares legais e com nota fiscal). O preço da operação ficou R$ 500 mais barata do que comprar à vista pelo representante nacional, porém sem cobertura de garantia e outras vantagens.

Nestes casos, eu até aplaudo a iniciativa da Loja Oficial em compartilhar os custos da operação. É a maneira de fazer a galera enxergar a formação de preços no país e entender o que as empresas passam - e não apenas criticar e apontar o dedo como mercenária.

4 curtidas

Só sendo louco para empreender no Brasil.

5 curtidas

Depois a coitada da Apple é que leva a culpa de vender produtos com preços superfaturados, quando na verdade, é apenas o custo Brasil.

1 curtida

Verdade, a maioria das empresas não divulgam a composição de preços e sua margem de lucro. O custo Brasil não é apenas impostos. Muitos acham que é só olhar o preço lá fora, aplicar 60% de imposto de importação e pronto.

Existe frete, seguro, logística, etc.

Por isso quase sempre, importar como PF, é mais negócio do que comprar nacionalizado. PF só terá custo de importação, muitas vezes, nem frete paga.

3 curtidas

No caso da Apple o negócio é que você pega um celular dela e um da concorrência que tem o mesmo preço lá fora, aí quando chegam aqui, o celular da Apple custa 50% a mais do que o concorrente. Duvido que os processos que ambas as empresas passem sejam tão diferentes a ponto de justificar essa diferença toda.

2 curtidas

Chamam de Dollar Apple não é a toa.
O custo normal é 5.50 por exemplo o dela 10.00

1 curtida

Sim, é por aí. No meu caso a importação é via CNPJ e incide até imposto sobre o nome da mãe do fiscal aduaneiro kkk. Mas para mim é necessário para separar o patrimônio pessoal do corporativo além de facilitar comprovação de capacitação técnica em editais públicos por exemplo. Mas para PF o mercado cinza para produtos da Apple por exemplo (garantia mundial e atrelada à ativação do aparelho e não a uma nota fiscal) funciona super bem.

Apple importa a maioria dos iPhones e demais produtos, Samsung monta aqui e tem escala por deter mais de 50% de marketshare.

Fora que o modo como a Apple lida com os preços não mudou ao longo dos anos no Brasil, mas de lá pra cá o dólar saiu de 2.50 para 5 infinito e além …

1 curtida

É o velho conhecido “custo Brasil”, só quem consegue enxergar o outro lado da moeda percebe que essa é a realidade, o resto acha que é exploração pelo empresário.

2 curtidas

todo o trabalho para homologar na Anatel

O produto é de fato re-homologado? Porque comprei um Pi4 Model B logo que existiu estoque lá fora, muitos meses antes de ser vendido oficialmente aqui no Brasil e a placa:
image

PS. Eu não estou questionando a empresa, pois sei bem que empreender no Brasil não é tarefa fácil.

2 curtidas

Sim, o Raspberry Pi 4 passou pela Anatel em setembro de 2019, uns 3 meses antes de chegar oficialmente ao Brasil em dezembro:

Acho que a pergunta é sobre com quem fica o custo da homologação, porque o processo não é de graça.
Se duas revendedoras diferentes venderem o mesmo produto no Brasil, as duas precisarm homologar o produto?

2 curtidas

Por mais que se tente justificar, no JABAQUISTÃO não há !

A homologação em si é mega barata, apenas R$200 por produto e pode ser feito por PF ou PJ

É exatamente isso que o @centauro disse, @felipe. Que precisa ser homologado e que já foi, tudo bem, a dúvida é se a importadora necessita de alguma outra homologação, como foi dito no texto.
Até porque, a requerente junto à Anatel do Pi4 e do Pi400 é uma tal de ITC.

Isso indica que, mesmo se a FilipeFlop vendesse o Raspberry Pi com lucro zero – o que não faria muito sentido, dado todo o trabalho para homologar na Anatel,