Linux 5.19 é lançado com suporte melhorado a chips Intel e Apple Silicon

Não seria mais correto o título Kernel Linux 5.19 é lançado… ?

Obviamente que não. Existe outro Linux que não seja Kernel? Não, né?

3 curtidas

Qual relação com o meu comentário? Plantou o bait, mas não pegou o peixe.

Não! Inclusive é bem redundante falar Kernel Linux, já que Linux é o Kernel em sí.

2 curtidas

Intel Arc são muito ruins.
Perdem pra AMD de 5 anos de idade com driver novo

@Francisco @kalebesouza Linux é um kernel, mas nem todo kernel é Linux, isso é o básico, e na própria matéria já traz kernel Linux.

Tirando isso

Pensei que ia demorar para colocar no kernel sobre o Apple silicon, pensei que ia terminar o projeto asashi primeiro para incorporar tudo que apreendeu sobre o chip M1 e M2

O que vc quer dizer e q explicou de forma incorreta, e vou corrigir agr é: O Linux é um Kernel usado por outros sistemas chamados de Distro (Distribuições) como por exemplo o Ubuntu, Fedora, Linux Mint, PoP!_OS, Manjaro, Android, ChromeOS e etc.

Então não precisamos chamar os vários Kernels de: Kernel BSD, Kernel Fuschia, Kernel Linux, Kernel Darwin porq isso é redundante e desnecessário.

1 curtida

Fuschia não é kernel, é um sistema operacional que usa um micro-kernel chamado zicorn

Não é redundante, porque o autor deveria ter colocado no título como @trovalds mencionou e explicado no corpo (penso eu que ele falou nesse sentido). E também, a matéria é jornalística e tem que ser direcionado a pessoa que é sem conhecimento a pessoa que tem conhecido demais, tem que levar em consideração as pessoas que englobam as duas pontas, se não fosse isso, tem que fazer as distinções do kernel Linux, da GNU e das sistros que até hoje fazem dúvidas nas pessoas, e o site tem que ter essa responsabilidade a passar informação

1 curtida

Ninguém disse o contrário.

Não faz sentido. Nenhum leigo sabe o que é um Kernel Monolítico, nem o Trovalds sabe (ele confunde Kernel Micro ou Híbrido com Monolítico), mas quer opinar. Ele deletou o comentário que dizia que o Bootloader (GRUB) e os programas padrão do espaço do usuário (init, LibC, etc) são parte do Linux, mas o Bootloader (bora considerar a BIOS como parte da arquitetura de S.O porque ela tem OS no nome?) não faz parte da arquitetura de nenhum kernel e os programas de espaço de usuário não fazem parte da arquitetura monolítica, pura desinformação e ele já faz isso a muito tempo nos sites de tecnologia.
Não estamos mais na década passada quando fanáticos da computação diziam coisas absurdas para os novatos, como “não use IDE, isso prejudica, use VIM”, “o termo correto é GNU/Linux”, “uso Linux, sou fodão”…

A arquitetura Micro e Híbrida necessitam de programas do espaço do usuário pra ser considerado um S.O completo, mas na arquitetura Monolítica o próprio Kernel já é completo.

*Sobre o Bootloader: Bootloader - Wikipedia

quem deletou alguma coisa? não entendi

Pra mim isso é uma discussão sobre o que o termo significa de fato (seja por uma análise histórica, etimológica ou por qualquer outro método) e como o termo é usado de fato (principalmente no cotidiano, em círculos mais amplos).

Linux é o nome do kernel. Uma análise histórica confirma isso.
Linux, hoje, também é usado para denominar um sistema operacional como um todo (a famosa metonímia). Digo “um sistema operacional” mais no sentido de ser visto como uma alternativa ao Windows e ao MacOS como um todo. De certa forma, seria similar a como o Windows as vezes é chamado apenas Windows ao invés de Windows 10, Windows 11, etc.

Não tenho dados concretos pra suportar a opinião a seguir, mas eu acho que fora do círculo do pessoal que contribue pro Linux kernel e do pessoal mais pedântico e purista, “Linux” é usado mais para referenciar um sistema operacional e é isso que eu acho que as pessoas entendem quando usam o termo.

Alguns indícios disso que eu vejo:

Apesar que na frase seguinte eles falam:

E mais pra frente eles falam:

Então nessa página (que em tese é mantida pelo The Linux Foundation, que suponho seja uma voz com algum peso nesse contexto) existe uma mistura.

Na página da Red Hat (What is Linux?) é dito:

E mais pra frente é dito:

Ou seja, aqui há uma diferenciação entre Linux e Linux kernel.

Essa distinção também existe na Wikipedia, que tem uma página para Linux, outra para Linux kernel e outra para Linux distribuition.
E pela definição da Wikipedia:

1 curtida

Pessoal, nós trabalhamos com um limite de caracteres nos títulos para evitar que eles sejam cortados em redes sociais, plataformas de notícias e afins. Cortamos a redundância para dar espaço a informações mais importantes na chamada, se necessário.

Sempre procuramos ser claros em nossos textos para atender a públicos com todos os níveis de conhecimento. Mas nem sempre é possível escapar de alguma tecnicidade. É o caso aqui. Partimos do pressuposto de que o leitor tem algum entendimento do assunto, pois não é função desta notícia explicar os conceitos fundamentais.

Levemos em conta também que, para um usuário leigo, adicionar “kernel” ao título faria pouca diferença, pois são grandes as chances de ele não saber o que é isso.

De todo modo, destaco que estamos falando do kernel no subtítulo (que aparece nas chamadas no Facebook e Twitter, por exemplo) e no decorrer do texto.

Devo destacar ainda ter ficado surpreso com essa questão, afinal, já fizemos essa abordagem antes.

Por fim, não há desinformação aqui. O texto não confunde os conceitos. A menção do nome Linux seguido de um número sempre fez referência ao kernel. Não fugimos dessa regra.

7 curtidas

:point_right: quando é que vão lançar o FlatPack e o Snap para o MacOS ? e para o Android x86 ? e para o Windows? Sério mesmo, estão se esquecendo de levar a capacidade de rodar programas linux pra outros sistemas … na época do Windows XP os caras do KDE chegaram a criar o KDE pra Windows, eu usava e era ótimo, o konqueror era um navegador melhor que o internet Explorer, melhor que o Netscape Navigator e melhor que o firefox no Windows… só não era melhor que o Safari pra Windows… esse era o melhor de todos… isso ali entre 2000 e 2005 … quando o Google Chrome ainda não existia… o konqueror era um navegador melhor que quase todos os outros, perdia só para o Safari, e isso estando no Windows XP … mas no kurumin e nos primeiros big Linux o konqueror reinava como o único navegador… bons tempos… época em que criadores de Aplicativos linux também criavam seus programas pra Windows… hoje em dia é tudo no flatpack e no Snap … então porque o Próprio flatpack e o Snap não estão ainda no Windows, no macOS e no Android/chormeOS ?

É justamente por isso que n precisa mencionar a palavra Kernel. Usuário comum nem sabe o q é isso.

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.