Justiça condena Sony a pagar danos morais por bloquear PS5 e banir jogador

Me parece que os advogados da Sony sequer tentaram provar o compartilhamento né, porque é muito pouco provável que a empresa não tenha registros disso.

2 curtidas

Acho ridículo um usuário conseguir fazer isso, sem nenhum conhecimento avançado, um hack ou método de desbloqueio, e a única coisa que assegura a empresa é um regulamento escrito. E depois ainda querer responsabilizar o usuário, sendo que até uma criança sem noção parece conseguir fazer isso.

Ridículo você comprar um aparelho eletrônico e por uma regra X da empresa ele ser totalmente bloqueado e inutilizado. Ou seja, vc paga horrores por um device que no fim das contas não é seu, é alugado.

2 curtidas

Mais uma vez a Sony fazendo a coisa errada pelo motivo certo. Bastava apenas mandar a conta da PSN do cara pro beleléu.

1 curtida

Não é bem assim. O que fica banido é o acesso à PSN, porém o console continua rodando jogos e recebendo atualizações. O cidadão não vai mais poder jogar online, é verdade, mas qualquer jogo comprado vai continuar rodando offline.

1 curtida

Segundo a primeira matéria que saiu sobre um dos casos de PS5 banido: Os detalhes da decisão que obrigou Sony a liberar PS5 banido – Jogos – Tecnoblog

Nem usar qualquer apilcativo que só funcione online, como Twitch, Youtube e afins.

Qualquer jogo comprado que não exija uma conexão para jogar.

Ou seja, a funcionalidade do console foi reduzida drásticamente.

1 curtida

Sim, jogos com conexão ativa (como The Division, Destiny, etc). A grande maioria desse tipo de game tem o apelo grande no multiplayer, logo, quem gosta de jogar sozinho não sente falta. Tinha me esquecido dos apps, obrigado por lembrar.
Mas quem tem um PS5 não tem uma TV de tubo e é muito provável que consiga instalar apps na smart tv, telefone, etc.
Eu mesmo não coloquei nenhum aplicativo no meu PS5 por conta do espaço limitado no SSD.

Se continuar desse jeito, daqui a pouco a Justiça vai liberar pirataria e mod de consoles…

Vc não consegue jogar diversos jogos pq ao menos conectar com o servidor eles precisam pra validar dlc ou outra coisa, por exemplo, Assassins Creed.

Maioria dos casos que vi eram da versão sem disco, que não roda jogos físicos. O console vira um peso de papel e se o cidadão quiser jogar novamente, precisa comprar outro console.

Duas coisas precisariam ser feitas nisso, primeiro que a Sony é ingênua demais ao dar acesso aos jogos a um número infinito de contas. Se não quisesse que aproveitassem, liberava uma conta por aparelho só e pronto. Segundo, que banisse a conta da PSN, não o console. Banir o console é desproporcional ao “delito” cometido.

A justiça usa do principio da proporcionalidade. Banir um console da rede é punição severa demais por aproveitar uma falha da própria Sony. Se ela tivesse apenas retirado os jogos de todos que obtiveram por essa maneira ou até mesmo banido as contas, nada disso estaria sendo questionado.

Banir o console inteiro da rede, tornando consoles com disco quase imprestáveis e consoles sem disco verdadeiros pesos de papel de R$4000, é como condenar alguém a morte por ter roubado um chocolate num supermercado pra comer. Punição desproporcional.

2 curtidas

Ps.: roubo requer o uso de armas… se fosse furto, até concordaria que seria desproporcional…

Só a Sony alegar que não é banimento permanente, só por 7 anos… vide metade da vida util do console.

Considerando q o tempo médio de lançamento entre um console e outro no playstation é de 6,25 anos, eu diria q é mais do q a vida do console.

A Sony não descontinua o anterior logo que lança o próximo… o PS4 ainda tem suporte, não?

Sim, mas ngm considera a vida útil do PS2 de 13 anos pq lançou PES 14 nele.
Não fica obsoleto, mas não é o foco

Eu considero. hahaha

Acho que vc não entendeu meu ponto.
Não estou debatendo o que a Sony deveria ou não deveria ter feito, se é uma resposta exagerada ou não. Desse debate eu já cansei, pra ser sincero.
A questão é que o colega ali em cima disse que o console fica “totalmente bloqueado e inutilizado” e isso não é verdade.

Acho que a melhor coisa seria a Sony mudar os termos de uso dizendo que os jogos custam 399 reais porém tem descontos para quem não viola os termos. Quando tu viola, os preços de todos os jogos viram preços Nintendo… mas sem promoções pro resto da vida da conta.

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.