iPhone SE 4 corre sério risco de ser cancelado pela Apple

O iPhone “barato” não é barato de verdade. Com uma fração do preço, se compra um Android superior.

Venderia se a Apple seguisse a Samsung com a linha “FE” (tenho um). Custo-benefício excelente pra um aparelho com poucos cortes em relação ao principal da linha.

Com o custo atual do SE, quem quer iPhone pula direto pra um superior.

8 curtidas

O iPhone 14 e 14 Plus simplesmente não fazem sentido. Mesmo processador, carcaça e formato de tela do 13, mais vantagem comprar um 13 Pro no lugar do 14 ou um 13 Pro Max no lugar do 14 Plus, mesmo processador com câmera melhor e provavelmente preço igual ou inferior.
Logo é bem normal o 14 Plus não vender bem, e se o 14 está vendendo é milagre, já que o 13 Pro está aí e entrega muito mais e vai ter atualização pelo mesmo tempo que o 14. A sorte da Apple, Samsung, etc… é que a maioria massiva dos consumidores não faz ideia do que está comprando, caso contrario o 14 e 14 Plus não teriam poucas vendas, eles sequer venderiam alguma coisa.

5 curtidas

Mas era meio óbvio que o iPhone SE desse ano iria fracassar.

Os principais upgrades foram suporte ao 5G, em um smartphone de tela pequena que dificilmente tiraria proveito de streaming de vídeo em resoluções mais altas, e no SoC mais potente, que foi um desperdício visto que o modelo anterior já dava conta de tudo com um pé nas costas, sem contar que uma das principais melhorias do A15 (processamento de imagem) fica limitado pela única câmera de 8 MP (a mesma do iPhone 7)…

2 curtidas

A Apple de fato entrou numa situação complicada. A ideia é pegar um projeto antigo, que já se pagou, reciclar e re-lançar, mas esse design do iPhone 8 está super ultrapassado!

Se ela lança um aparelho com design de iPhone X, vai concorrer com os telefones atuais que mal atualizaram para o dynamic island. Se ela faz qualquer cap, como retirar o FaceID em prol ao TouchID, já teria de gastar com novos projetos e deve ser mais fácil só fazer uma linha nova baratinha, fora os materiais premium da linha X que não fariam sentido numa linha de entrada.

Não acho que a linha SE faça mais sentido atualmente.

Acho q para o mercado americano, é um valor baixo, mas de fato não é nada custo-benefício a julgar pelo design ridículo.

1 curtida

Eu não sei se US$429 (o preço do SE 2022 mais barato, de 64GB) é tão barato assim para aquele mercado.

Na “conta de papel de pão”, compensa se comparar com o iPhone 14, também deste ano, que chegou por US$ 799. Mas o iPhone 12, no site da Apple, custa US$ 600 — US$ a mais. Se fosse comigo, eu escolheria juntar mais US$ 171 para levar o iPhone 12 hahahah

O SE 2022 de 128GB custa US$479.
O iPhone 14 de 128GB custa US$799 e o 13 de 128GB custa US$699.
Os 3 aparelhos com o mesmo processado, armazenamento e, provavelmente, tempo de suporte.

Se bem que a discussão é sobre se o SE é barato ou não (eu acho que não) e não se o SE vale a pena (que eu também acho que não).

depende do perfil do usuário e qual o objetivo.

O SE hoje vejo mais para empresas, segundo telefone ou alguém que é obrigado a ter e não usa telefone como as pessoas usam normalmente

Para o grande mercado da massa com pessoas normais, o SE só seria opção se a Apple já tivesse colocado a tela do X, ai ela podia só atualizando processador a cada dois anos

1 curtida

Existe testes que as fabricantes fazem e não vinga, eu ainda acho que se na categoria citada entrasse o MINI a preço realmente justo teria publico, o mini nunca vingou nas duas gerações devido preço muito alto o SE precisaria disto…

Seria melhor se lançassem uma espécie de iPhone 13 Mini de plástico e com uma câmera só…

O processador novo e o 5G são apenas para que o iPhone SE não fique datado tão cedo e seja vendido por mais tempo.

1 curtida

Eu acho bizarro que a Apple mantém dois produtos cuja diferença básica é MEIA polegada no tamanho da tela. Sério, óbvio que o 14 plus ia flopar.

Da mesma forma que os iphone pro vendem menos que o pro max, pois se a pessoa vai pagar caro pelo pro, já pega o max, pois pensa na questão da tela.

O ideal mesmo era terem o Iphone mini como sendo o “normal” e os plus/max como sendo modelo maior

iphone 14 - 5.4"
Iphone 14 plus - 6.7"

O consumidor não sabe o que quer, vai no padrão. Pode ter certeza que o de 5,4" não ia flopar como o mini flopou.

E quem realmente fizesse questão de uma tela maior pegaria o plus.

Não à toa, os mais vendidos globalmente são:

  1. Apple iPhone 13 - 5,5% - (o padrão)
  2. Apple iPhone 13 Pro Max - 3,4% (o maior)

Se a Apple tivesse lançado o XR lá atrás com tamanho de tela beirando as 5", ia vender igual pão quentinho e ng ia reclamar.

E dando a opção de uma tela bem maior, ia vender tb.

O SE2022 nos EUA deveria custar no máximo uns 300 bidens pra compensar. O iphone 13 mini custa 599 (25% a mais que o SE2022 de 128GB). Gasta-se 25% a mais, mas se tem muito mais do que 25% em retorno como tela melhor (mais brilho, contraste etc.), maior (4,7" contra 5,
4"), câmeras muito melhores, maior autonomia da bateria, além de que não dá pra medir em números você ter uma câmera ultra angular adicional.

Não faz sentido lá. Aqui menos ainda.

Mesmo nesses casos, a não ser que a pessoa precise/queira especificamente um iPhone, existem opções Android mais baratas e que provavelmente conseguem cobrir as necessidades.
E mesmo quando se fala em tamanho físico, um Galaxy S22 não é tão maior do que o SE 2022.

1 curtida

Questão de preço, Android é imbatível. Mas vejo que colocar somente preço, ainda mais para uma empresa, não seja uma boa ideia.

iPhone por ser mundinho Apple oferece mais segurança pelo próprio sistema operacional em si como também pela longevidade maior pela política de atualização da Apple.

Falo isso, por ter IBM como base, ela usa notebook Apple há bastante tempo e a longo prazo mostrou ser mais econômico que um computador Windows. Olhando também que uma empresa como IBM entra a questão de ciberespionagem industrial e governamental