Intel Core i7 de 7º geração ou i5 de 8ª geração? Qual é melhor?

Pessoal mais entendido de Hardware. Estou pesquisando um notebook descente. É melhor um Intel Core i7 7º geração com clock base de 2,7, ou um i5 de oitava geração com clock base de 1,6 (ou 1,8)? Alguns modelos tem turbo boost do i5 de até 3,5 ou 2,7. Mas tem diferença (pois SE der, o processador sobe, ja o i7 ja tem essa base mais alta).

Bom… Trabalho em setor público, e uma das métricas que usamos para definir isso seria através de comparações de especificações do processador e tbm o benchmark do mesmo no site CPU Benchmark…

Considerando isso, a oitava geração dos Cores teve um salto considerável que fez um Core i5 da geração ser melhor que um i7 da geração anterior, e o mesmo acontece com o i3 de oitava com o i5 de sétima, pra terem uma ideia do caso…

Se você souber o modelo exato do processador, dá pra checar em sites de benchmark. Você tem?

Além do clock base e boost, é interessante ver a quantidade de núcleos.
Qual será também o uso principal do notebook? Às vezes um número maior de núcleos é melhor do que um clock mais alto. Ou então a variável U (que é a que consome menos energia) é melhor para ficar mais tempo longe da tomada.

Que honra, rsrs…
No caso o i7 seria o Intel® Core™ i7-7500U Dual core
o i5: Intel® Core™ i5-8265U 8ª geração - Quad Core

Porem, pelo o que eu vi, poir uma pouca diferença consigo um notte gammer (acer nitro 5). Acho que vou ficar com esse mesmo

Depende, se estivermos falando de um modelo de i7 da sétima geração terminado em U, sem sombra de dúvidas escolha o modelo da oitava geração, mesmo que seja um i5 ao invés de um i7.

Os modelos terminados em U (que correspondem a praticamente todos os notebooks não-gamer vendidos no país) são voltados para baixo consumo de energia, e até a sétima geração, a quantidade máxima de núcleos que você encontraria em um modelo U seria 2 núcleos, mesmo que o processador em questão fosse um i7.

Dada a concorrência acirrada da AMD e o fato da Intel estar estagnada nos 14nm na época do lançamento da oitava geração, a “saída” da Intel foi dobrar a quantidade de núcleos e aumentar os clocks de boost. Com a chegada da oitava geração de processadores, pela primeira vez na linha U tivemos diversos modelos com 4 núcleos. E é por isso que um modelo U de i5 da oitava geração acaba entregando um desempenho muito melhor que um modelo U de i7 da sétima geração (ou anterior), mesmo quando se considera o clock base menor do i5 vs i7, porque a quantidade de núcleos dobrou de uma geração para outra.

Agora, se estivermos falando dos modelos “normais” da sétima geração (terminados em H ou HQ e normalmente encontrados apenas em notebooks gamer), aí sem sombra de dúvidas o i7 da sétima geração vai ser melhor que qualquer i5 ou i7 da oitava geração terminados em U, mas em contrapartida modelos terminados em H ou HQ consomem mais energia, que se traduz em uma autonomia menor da bateria…

2 Curtidas

Esclareceu muito! Mas como vou vender meu note Américo, vou conseguir um gamer, e com outono desempenho…