Instagram testa recurso de financiamento coletivo

Originally published at: Instagram testa recurso de financiamento coletivo – Internet – Tecnoblog

Os testes para as campanhas pessoais no Instagram começam agora, mas apenas para algumas contas nos Estados Unidos, Reino Unido e Irlanda

Meu deus, o instagram agora ja tem tanta coisa que já virou o novo facebook (o que era o plano do zuck dado a morte gradual do fb). Ele ja deveria ter percebido que repetir a mesma formula vai levar ao mesmo caminho do outro lá.

1 curtida

levou um tempo pra eu entender que “financiamento coletivo” se refere a crowdfunding. qual o problema em dizer crowdfunding?

É a mesma palavra em outro idioma mesmo :smiley:

é mas quem é que fala “financiamento coletivo”? eu fiquei super confuso até perceber que se tratava de crowdfunding. seria o mesmo que falar “crescente” em vez de “croissant”, por exemplo.

Tecnicamente, o correto é financiamento coletivo, se vc considerar regras de redação. Se tem um similar em português, recomenda-se usar tal versão.
Na ausência deste, ou em casos específicos como nomes próprios, usa-se o original. Apesar de que em Portugal eles traduzem os nomes também.

Croissant a mesma coisa. Acredite: existe a palavra croassã.

Mas a língua é dinâmica. Algumas palavras inglesas já foram inseridas no idioma, como “download”, por exemplo.

Algumas palavras são abrasileiradas, como o “croassã”, “xampu”, “randômico” (que nem sei por quê existe, já que temos o “aleatório”) e outros.

“Download” e “upload”, apesar de fazer parte do idioma, eu acho que os termos “oficiais” ainda são “baixar” e “subir”. Assim como “site” é “sítio” em português (apesar de ser pouco usado).

@ksssskkkks “financiamento coletivo” é bem claro o que significa, não? O termo me parece bem auto-explicativo. Outro termo que poderiam ter usado é “vaquinha virtual”, que é basicamente a mesma coisa.

não é assim que línguas funcionam.

Não é assim que redação técnica funciona.

1 curtida

só achei estranho pq nunca ouvi essa palavra antes, e “crowdfunding” é muito mais comum e natural de dizer. tipo, ninguém fala “centro comercial” – todo mundo fala shopping. além disso, não existe isso de “termos oficiais”: não é assim que línguas funcionam.

“Termo oficial” se refere aos termos e expressões utilizados em redação técnica ou redação formal.

O tecnoblog não é um post de Facebook ou WhatsApp.
É um portal jornalístico de tecnologia.

Eles seguem um mínimo de regras de redação, ortografia e gramática.

Caso contrário vc veria textos cheios de palavras abreviadas, gírias, etc, sem qualquer controle de qualidade.

um monte de notícia online usa crowdfunding, então…

(exemplos: 1, 2, 3)

Assim como um monte usa financiamento coletivo, inclusive portais do governo:
TSE, Fapesp, Usando os dois, 4, 5.

tudo bem usar “financiamento coletivo”. o meu questionamento é que eu nunca ouvi essa palavra antes, e crowdfunding é parece ser mais comum.* além disso, eu dei exemplos pra mostrar que não há nada que impeça de “crowdfunding” de ser usado se quisessem. por fim, se uma página do governo usa ou não não vem ao caso. (é uma falácia chamada apelo a autoridade, e o pior é que o governo não é nem uma autoridade na língua.)

*só ver a quantidade de resultados no google e google news. só que tem q colocar pra ver só páginas em português, senão seria injusto pq “crowdfunding” também é usado em outras línguas

Todo mundo que fala português!

Vocabulário bem curto!

eu falo português e não falo “financiamento coletivo” (sério, não sabia da palavra até hoje), e no google dá pra encontrar mais resultados para “crowdfunding” que “financiamento coletivo” (mesmo mostrando só páginas que estão em português, pra uma comparação mais justa).

Eu espero que o governo use a língua oficial do país da maneira mais correta e erudita em meios de comunicação oficial, embora isso normalmente signifique o uso de uma “versão” defasada em relação ao que é utilizado pela população no dia-a-dia.

Pode ser que num futuro o termo “crowdfunding” se sobressaia em relação a termos em português, como foi o caso de “site” no lugar de “sítio”, mas eu espero que não, pois me parece desnecessário. Financiamento coletivo me soa completamente auto-explicativo e, como mencionei anteriormente, temos já a nossa famosa “vaquinha”, que serve pra isso também (e acho um termo mais divertido e curioso, embora menos auto-explicativo).