iFood é condenado a indenizar em R$ 12 mil por golpe de entregador

Originally published at: https://tecnoblog.net/429320/ifood-e-condenado-a-indenizar-em-12-mil-por-golpe-de-entregador/

Cliente foi à Justiça após sofrer ameaça de entregador do iFood e ser obrigada a pagar R$ 9 mil em pedido de R$ 99

Tem que ter muito cuidado, esses apps sempre se eximem da culpa. Uma vez um motorista do 99 cobrou em dinheiro mesmo a corrida tendo sido paga no cartão cadastrado no app. Na hora tinha caído a internet no celular e não foi possível conferir se a corrida tinha sido cobrada.

Ao reclamar na 99, a resposta foi a mesma do iFood, que eles apenas intermediam, que a culpa foi minha e que eu tivesse mais atenção, pois, a 99 não aceita (pelo menos na época) pagamento em espécie.

3 Curtidas

O iFood n querer se responsabilizar é normal, mas puuuts… falar q a mulher teve culpa pq digitou a senha com uma arma apontada no lombo… aí n, né iFood, me ajude a de ajudar!
Depois dessa acho q esses 12K foi pouco ainda.

5 Curtidas

Ok.
Mas e os entregadores? Foram presos? Estão sendo processados a restituirem o iFood?

Afinal o App tem todo os dados de quem fez a entrega

Ifood sempre cagou pros clientes tanto quanto pro motoboys. Quer se eximir de qualquer tipo de culpa sempre.

1 Curtida

Se for celular roubado ou dados falsos. Vai saber. Acho que ninguém é burro o suficiente de aplicar golpes com dados verdadeiros…

Eu acho que a mulher foi bem cretina isso sim, recebeu o reembolso do Ifood e ainda entrou na justiça…

Não. Ela fez o correto. Não basta receber o dinheiro de volta. Tem de fazer a empresa pagar para aprender a ser responsável.

2 Curtidas

ta serto, por isso as gerações são cada vez mais retardadas, a culpa nunca é da própria pessoa, ela pode se desleixar que sempre vai ter alguém pra poder se escorar e dividir a culpa.

"para aprender a ser responsável"

Me explique como a empresa pôde “aprender a ser responsável” usando este fato ocorrido como exemplo, de antemão tenho algumas considerações:

-Você não sabe se quem aplicou o golpe foi de fato o entregador cadastrado na plataforma ou um ladrão que roubou o celular do trabalhador;
-Se o golpista foi realmente o próprio entregador cadastrado, a Ifood baniu o usuário e reembolsou a cliente do prejuízo.

Quotando do texto:

A cliente se dirigiu ao que estava com o uniforme do iFood, mas, antes de digitar sua senha, notou que o entregador havia inserido R$ 9.486,90 na máquina de cartão de crédito. Ela relatou que, ao questionar o valor, o outro entregador se aproximou com a ameaça de que estava portando uma arma.

Me diga, o que tu faria nessa situação? Arriscaria dar as costas e ir embora com a chance de ser verdade e tu ficar estirado no chão? Bem sensato você. :I
Nessa situação, a culpa não é da vitima.

E nem o iFood. Alias, ninguém sabe porque até onde eu lembro o iFood nem sequer mostra quem é o entregador… deixe quieto uma foto do entregador.

Citação requerida.

3 Curtidas

Me diga, o que tu faria nessa situação?

Faria exatamente o que ela fez: Digitava a senha e depois entrava em contato com o Ifood para informar o ocorrido e receber o reembolso.

A empresa aceitou a reclamação e pagou a mulher em uma semana sem ficar procurando desculpa pra não pagar, é muita cretinice entrar na justiça, coisa de gente mal caráter aproveitadora de situações.

História mal contada.
Vamos por partes, a maquininha usada pra cobrança do Ifood vai o crédito pro ifood e não para o aplicativo do entregador, sendo assim qual foi a intenção do ato? Ninguém fala nada.
Outra coisa, se a coasão foi feita e foi registrado boletim de ocorrência, como não há menção de identificação do entregador? Tudo que é feito no aplicativo fica registrado, rotas valores e até a opinião do cliente e do restaurante.
A notícia marginaliza a classe sem explicar o que ocorreu de fato, falar até papagaio fala. Não vi coerência

Ao meu ver, a empresa criou a possibilidade desta situação acontecer, seja por omissão ou seja por ter um sistema que não identifica o entregador para o consumidor. Como não dá para identificar quem está entregando, não tem como assumir que a pessoa sabia quem era o entregador e procurou o errado. Então é justo.

O problema aqui é que tu está assumindo que a maquinha usada no golpe seja realmente a mesma que o iFood emprestou/deu pro entregador.
Ps.: Se me lembro bem, a maquininha do iFood não tem identificação do iFood…

Aqui tu assume que o entregador estaria usando dados próprios e verdadeiros… mas acredito que ninguém seja tapado o suficiente de deixar uns rastro no estilo por favor me prenda desses…

Que nada, tu está assumindo que o texto dê a entender que todos entregadores façam isso, mas não é o caso…

1 Curtida

Tá difícil empreender no Brasil com esses clientes ordinários querendo arrancar tudo dos patrões.

Sério que a empresa não tem um sistema de verificação disso?

Não é possível que ainda hoje essa merda desse aplicativo do iFood não solicite as credenciais para cadastro e não ofereça informações dos entregadores, bem como avaliação e o tempo que o mesmo já faz parte da plataforma, pois um entregador bem avaliado, com um bom tempo trabalhando pelo app e com os documentos pessoais verificados e autorizados pelo app, jamais faria um cliente passar por uma merda dessas sem sofrer nenhuma consequência. Porque na real o grande culpado de tudo isso é o merda do entregador, mas se o app ainda não tem os recursos citados anteriormente, também falhou por ser uma bosta de um app gratuito mal feito.

Na minha opinião isso é mentira… sou entregador na região de São Paulo e desde o início da pandemia em 2020 o ifood não está mais trabalhando com maquininha ,todos os pedidos são pagos online e nós apenas entregamos Não passa nos mais cartão a mais de 1 ano