Google pedirá que você crie uma passkey para não precisar mais de senha

1 curtida

O único problema que vi até então é que você precisa usar sempre o mesmo navegador para tudo, não é?

1 curtida

Legal, pra tudo vai ficar amarrando no bendito smartphone. E se eu esquecer ele em casa, formatar ele, ou, pior (e muita gente vai se identificar nessa), ser roubado? Se for tentar se logar no computador pra tentar achar o aparelho ou rastrear e não estiver logado, na hora que for logar (olha só que ironia…), vai precisar confirmar o login no… Smartphone! E se o criminoso tentar se logar no computador, vai estar com a porteira aberta, pois estará com a faca e o queijo na mão.

Já caí nessa premissa (telefone esquecido), tive que ficar com as nádegas na mão por que não conseguia acessar meu aparelho e precisava conectar usando outro aparelho.
Até que criem uma solução decente, prefiro o velho login por senha mesmo.

Se não fosse tão caro, optaria por usar chaves USB física (Yubikey).

4 curtidas

Você pode ter mais de uma passkey em mais de um dispositivo.

E passkey mesmo não é meramente confirmar no outro aparelho, mas usa o leitor de biometria também.

1 curtida

Parece que você está confundindo a passkey com verificação em duas etapas.

Mas tanto no Android, quanto no iPhone, você pode fazer login na sua conta em qualquer dispositivo sem precisar da verificação em 2 etapas para rastrear o celular.
Para qualquer outro acesso a conta, como o Gmail, aí torna-se necessário a verificação em 2 etapas.

1 curtida

Eu ativei aqui em alguns serviços (Google, GitHub, Microsoft, entre outros) e a passkey ficou salva no próprio SO (tem uma página específica no app de configurações do Windows 11 – não sei dizer como funciona no Windows 10, ou em outros SOs). Já no smartphone a situação foi um pouco diferente, as passkeys são armazenadas especificamente no app do Google Chrome, mas o Android 14 supostamente adicionou suporte para armazenar as passkeys em apps de terceiros.

Quanto ao acesso, consegui utilizar a passkey em outro PC com Windows 10 sem muitos problemas, mas a máquina aparentemente precisa ter Bluetooth. Nesse ponto, o login funciona de maneira similar a uma chave de segurança física, o computador gera um QR Code que você deve escanear no smartphone, que vai te redirecionar para o Chrome, onde você confirma o login usando biometria ou o PIN da tela de bloqueio. Feito isso, o login prossegue sem pedir a senha no PC.

A passkey não substitui outras formas de autenticação que você já tenha ativado na conta. Você ainda consegue logar usando a senha e um app de 2FA, se necessário…

1 curtida

O pessoal parece a página da Choquey, adora um drama.

Passkey seria como o autenticator?

Fabiosf, Sim mas sem a utilização de senhas.

1 curtida