Galaxy M15, Galaxy M34 e Galaxy M55 com mais RAM - mas não no Brasil

Apesar do Brasil ser um dos principais mercados da Samsung quando se trata de smartphones, não é raro ter versões mais interessantes de seus smartphones lançados em outros países.

É o que acontece com vários aparelhos da linha Galaxy M.

Aqui vou falar de três: o M15, M34 (já que o M35 ainda não foi lançado fora do Brasil) e M55.


Começando pelo Galaxy M15, que é basicamente um Galaxy A15 5G com bateria de 6000 mAh, aqui no Brasil a Samsung optou por lançar uma única versão com apenas 4 GB de RAM, o que muita gente considerou um equívoco, pelo A15 5G já ter uma versão com essa mesma quantidade, ofuscado tanto por outra versão com 8 GB de RAM, quanto por um aparelho inferior, o A05s, com 6 GB de RAM, além de 4 GB de RAM já não estar lidando bem com a One UI.

Mas lá na Índia, eles tem uma opção melhor, com 6 GB de RAM.

Nesse caso em específico, ao menos, os indianos não foram os únicos sortudos, já que os vietnamitas também receberam essa versão.

E não só isso: lá na Índia, a Samsung ainda relançou o aparelho como Galaxy F15, que também tem 6 GB de RAM, embora perca o NFC, fora ter vindo com outras opções de cores, no caso, preto, violeta e verde-água:

Quanto ao Galaxy M34, que aqui no Brasil vem fazendo bastante sucesso por estar custando próximo aos R$ 1000, com 6 GB de RAM (embora as câmeras dele não sejam lá aquela coisa, especialmente em locais com pouca luz), lá na Índia ele também tem uma opção mais interessante, com 8 GB de RAM:

E novamente, ele foi relançado como Galaxy F34, também com 8 GB de RAM, onde basicamente só mudam as opções de cores, no caso, preto, verde e violeta.

Por fim, o Galaxy M55, que vem desapontando por ter vindo com o Snapdragon 7 Gen 1 bastante mal otimizado e com desempenho das câmeras também bastante inconsistente, aqui veio numa única versão com 8 GB de RAM. Novamente, na Índia, há uma opção mais interessante, com 12 GB de RAM.

Nesse caso, fora a Índia, a Jordânia também recebeu essa versão:

E o Galaxy M55 também chegou a ter um relançamento, só que esse caso é um pouco mais interessante.
O primeiro país a relançá-lo não foi a Índia, mas sim a China, como Galaxy C55, mas embora tenha vindo com os mesmos 8 GB do nosso M55, ele teve uma mudança no acabamento: adotou o vegan leather, nas cores preta e laranja.

Daí, algumas semanas depois, e como previsto, a Índia lançou o Galaxy F55, baseado nesse Galaxy C55, mas daí sim com opção com 12 GB de RAM:


Deixe nos comentários o que você achou dessas iniciativas da Samsung.

3 Likes

Interessante essa sua análise.
Eu acabo não acompanhando muito a linha M, só lembro de ter pesquisado a respeito quando fui escolher um celular pro meu pai e compramos um M51 pra ele, o celular é bom, mas é bem pesado, tem 213 gramas por conta da bateria de 7 Ah.
O M55 tem 180 gramas, mas só 5 Ah de bateria.

1 Like

Acho que a Samsung tá deixando de lado a linha M no Brasil e focando só na linha A mesmo.

O A15 5G de 4GB de ram ao meu ver foi um enorme erro, não deveriam lançar aparelhos 5G tão capados, se as versões fossem 6GB e 8GB faria mais sentido. Ou lançar ele em uma só versão com uma dessas opções de ram.

Eu nem teria lançado o A15 LTE (afinal, ele é só um A24 piorado), e só teria lançado o A15 5G com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento.
O Galaxy M15, pra dar uma diferenciada, eu teria lançado com Snapdragon 695, e 6 GB de RAM.

Torço para que, pelo menos, venha um M25 que poderia utilizar o Snapdragon 778G.

Ainda tem bastante mercado pra celulares 4G baratos, se a Samsung não lançar nada nesse segmento as chinesas fazem a festa.

1 Like