Final Fantasy VII Remake - De volta à Midgar

Originally published at: https://tecnoblog.net/333555/final-fantasy-vii-remake-de-volta-a-midgar/

Final Fantasy VII Remake entrega um ótimo RPG, bem mais emotivo, com gameplay renovado e sem pressa de acabar

Ué, na demo tinha legendas em português e na versão final não tem?

Olha, eu vou até checar de novo aqui, só por desencargo de consciência. Um momento.

1 Curtida

Aaaahhh… É um daqueles jogos que você precisa mudar o idioma do sistema do PS4 para a legenda aparecer na sua língua! Muito obrigada pela observação. Vou atualizar essa info no review! Tinha esquecido de checar isso. Um dia a cabeça falha… kkk

1 Curtida

Se for como o original, só ficará mundo aberto quando sair de midgard

1 Curtida

Cara, eu sou realmente um grande fã da franquia, principalmente do 7 já joguei no emulador e amei, mas tipo, ainda tô com vontade de jogar o remake, mas ainda penso que ele pode ser… hm… meio “pacato” ou repetitivo dms, tirando as histórias principais o jogo provavelmente vai ser meio mole, na minha opinião, acho q vale espera mais um tempo e compra ele pra joga quando estiver quase lançando a segunda parte… já que n vai ter q ter aquela espera gigantesca e provavelmente vai ter um desconto na primeira parte ksksks

1 Curtida

Já zerei vários FF (até acho a série FFXIII um ótimo jogo, principalmente os dois últimos), mas nunca tinha jogado o FF7 Clássico. Estou jogando o FF7R e gostando bastante, os personagens são muito cativantes e a história é envolvente. Mas concordo com a @ViviWerneck quanto à câmera do jogo, é o pior ponto mesmo… Já quanto às sidequests, a maioria dos Final Fantasies (nem sei se o plural é assim) elas são assim mesmo, mais pra “encher linguiça” do que qualquer outra coisa. Uma pergunta que tenho pra quem já jogou o game clássico, é se vale a pena correr atrás pra zerar ele também, ou se é melhor esperar as próximas partes pela versão "definitiva"da história.

1 Curtida

Este tópico foi automaticamente fechado após 60 dias. Novas respostas não são mais permitidas.