Figure 1 ajuda médicos a conversarem entre si para fazer diagnósticos