Disparos em massa no WhatsApp continuam mesmo após TSE proibir

Originally published at: https://tecnoblog.net/372697/disparos-em-massa-no-whatsapp-continuam-mesmo-apos-tse-proibir/

Eleições 2020 ainda contam com empresas que oferecem listas com dados de eleitores e disparo de mensagens em massa no WhatsApp

1 curtida

Para a imensa surpresa de ninguém.

2 curtidas

Colocou seus dados na internet, todo mundo vai pegar. Por isso, não deveria ter uma lei de proteção de dados e sim uma lei que proíbe qualquer serviço de exigir o nome verdadeiro, com exceção se envolver pagamentos. Ou seja, Facebook deveria ser proibido de exigir os dados e nomes verdadeiros. E olhe, tenho meu perfil falso por lá, e nunca que eles reclamaram, porém o meu verdadeiro eles exigiram documentos, e fiz questão de deixar que eles apagassem, afinal porque o Facebook quer ter certeza que sou eu.

Claro que os disparos em massa, são uma baita exagero. Poucas pessoas realmente recebem essas mensagens. O que o povo recebe mesmo é mensagem em grupo, que daí é uma farra mesmo, mas já perdeu muito a eficácia ninguém liga mais para o que parente posta em grupo.

3 curtidas

Acho que deveriam deixar rolar solto durante as eleições, só coletar provas dos envolvidos, depois das eleições processa todos que usaram essas ferramentas e deixa os políticos inelegíveis por 8 anos, tem de bater onde doi mais neles.

E politico inelegível não deveria poder ocupar nenhum cargo de CC em nenhum lugar.

5 curtidas

Tira print da conversa inteira e envia ao TSE como denúncia. Depois bloqueia o contato e denuncia ao whatsapp.

Talvez, caiba processo na justiça comum por uso não autorizado dos dados pessoais ?

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.