Consumidor.gov.br passa a aceitar reclamações contra redes sociais

alguém é cliente de rede social?

Eu acho que o fato de não haver uma transação monetária não faz com que a relação não seja de consumo. A relação entre empresas e clientes mudou bastante nesse século mas a nossa percepção e o nosso sistema jurídico não conseguem acompanhar essas mudanças na mesma velocidade.

De qualquer forma, como diz no texto, a portaria inclui sites que possuem marketplace e nisso entra o Facebook (até onde eu saiba o marketplace deles funciona no Brasil, não?).

E como o Whatsapp também tem o esquema de transferência de dinheiro agora, pode ser que seja possível enquadrá-los em alguma norma qualquer.