Computador/notebook virou um telefone fixo da vida atualmente?

Me refiro ao uso doméstico, e não ao uso profissional.

Prefiro usar notebook, abrir varias coisas de uma vez.

1 Curtida

Eu imagino que dependa muito do uso e da idade da pessoa.
Gente mais nova deve estar mais acostumada com a ideia de fazer tudo pelo smartphone, seja navegar pela internet, seja consumir mídia, seja jogar.
Gente mais velha (na casa dos 20 e muitos pra cima) provavelmente ainda prefere a tela maior do notebook ou desktop pra fazer essas coisas.
Mas é achismo só e uma generalização grotesca, o que óbviamente significa que não é uma foto da realidade para todos.

5 Curtidas

Sim, apesar de que, estou precisando de um mas os preços não parecem ser convidativos nem com os menos potentes.

2 Curtidas

Discordo muito.

O desktop talvez pudesse ser considerado o “novo telefone fixo”, mas esse aí já morreu. Hoje gamer compra desktop, virou um produto de nicho. Nem as empresas olham tanto assim pra eles mais - se bem que, se o dólar se mantiver num patamar mais alto, é capaz das empresas voltarem ao desktop por conta de custo.

Mas o notebook? Quem precisa digitar, precisa de um notebook. Multitasking em mobile ainda é muito pior. Até a galerinha dos 14 anos está agora às voltas com laptops por conta do EAD pandêmico.

3 Curtidas

Odeio fazer as coisas pelo celular. Desktop é vida. Nada supera um mouse e teclado em uma tela grande.

6 Curtidas

Em parte, sim, em parte, não. rs

Eu uso o notebook quase que exclusivamente pra trabalhar e pra brincar nas minhas edições de Photoshop, que ando aprendendo.

Fora isso, meu notebook morreu e eu nem sinto falta de ter outro. O da minha namorada, raras vezes pego.

Só pra trabalho mesmo, aí, não tem melhor que um note.

Creio que está caminhando para esse aspecto: virando produtos de nichos. É só questão de tempo até os apps que usamos em PC/notebook serem otimizados para o iPadOS (Android em tablet é descartável) e aí os computadores serem colocados de lado mesmo.

Acho difícil de abrir mão de uma boa cadeira e minha tela de 22" na hora de estudar, enquanto meu desktop tá estragado o meu notebook virou ele.

1 Curtida

Não acho. Acho que utilizo mais meu notebook do que meu celular.

Muito melhor para navegar na internet, manejar documentos etc.

2 Curtidas

Eu só ligo o notebook por causa do trampo, o notebook pessoal fica largado e as vezes eu ligo só pra atualizar o windows/antivirus…

Desktop só pra jogos e baixar, digo comprar filmes e séries…

Não, porque o telefone fixo foi substituído pelo celular - o uso é o mesmo, com a portabilidade do celular.

Notebook/desktop é outra parada - não é apenas equipamento de telefonia. Tem outros fins, alguns desses mais práticos e rápidos de se fazer do q numa micro tela de um celular.

Mas pra quem quer apenas ficar em rede social, note/desktop realmente não serve pra nada.
Pra trabalho o note/desktop anda é essencial, em áreas como publicidade, engenharia, etc. É muito desagradável, por exemplo, digitar um texto um pouco maior, num celular, sem um teclado. Em computação gráfica então…e nem é tão nichado assim - publicitários, arquitetos, designers, engenheiros - é muita gente q ainda precisa de uma equipamento maior.

4 Curtidas

Durante o dia eu coloco tudo que mais uso no computador, até os mensageiros do smartphone. É melhor pela tela grande, multitasking e tudo mais. Celular é na rua ou tarde da noite que você está em frente ao televisor e não quer ficar com laptop ao colo.

2 Curtidas

O autor está certamente traçando um paralelo em relação à obsolescência - o telefone fixo se tornou obsoleto. Será que o desktop também se tornou obsoleto, tal como o telefone fixo?..

Não, pois ele tem diversos usos onde o celular não pode substituir.

1 Curtida

Tem que ver o que é o “uso doméstico” que o Jefferson se refere.
Se “uso doméstico” for “acessar a internet, consumir mídia e jogar”, um smartphone consegue dar conta sem grandes problemas.
Claro que tem o tamanho da tela, mas deve ter uma parcela de usuários que nem liga mais pra isso ou prefere a mobilidade do smartphone à tela maior do notebook/desktop.

1 Curtida

Pra uso doméstico só consigo me lembrar de jogos, apesar de que pra isso, um console é mais barato.

Mas como eu disse, pra certas coisas, é mais cômodo o desktop ou note, como pra digitar um longo texto, formatado etc.

1 Curtida

Sim, ele tem. Mas ambos são obsoletos. Sabe quando alguém falou um dia “o laranja é o novo preto”… Laranja não virou preto, mas em um dado momento a moda reconheceu o laranja como uma cor básica para composições. Continuam sendo cores diferentes, mas um paralelo específico foi traçado.

Celulares são bons para usos rápidos, para usos mais prolongados o PC é a melhor opção, ele permite uma melhor ergonomia diferente do celular que te faz ficar curvado ou então te obriga a ficar com o braço levantado oque é bem cansativo num uso prolongado.
Além disso tem a questão da qualidade dos conteúdos oferecidos, como no caso dos jogos, a maioria dos oferecidos nos celulares não passam de idle games, ou seja, jogos onde você vai ficar mais tempo offline do que online, e nesses jogos as mecânicas são automáticas, você praticamente assiste o jogo se jogar sozinho. Você não consegue achar jogos com a qualidade de um WoW ou FFXIV nos celulares, e muitos desses jogos nem mesmo suportam o uso de Joysticks mesmo quando a jogabilidade permitiria. No caso de videos os celulares melhoraram bastante, mas no PC ainda é mais fácil conseguir rodar todo e qualquer vídeo pois é mais fácil instalar novos codecs se necessário, além de players de PC não possuírem propagandas.

3 Curtidas

Obsoleto pra mim é o que não tem mais uso ou seu uso é muito mais caro ou complicado ou menos eficiente que outra coisa.

Não é o caso de desktops e notebooks.
Pode ser pra quem não faz nada na vida e fica o dia todo em rede social e Netflix. Pra quem precisa estudar ou trabalhar, ainda é com eles que se conta.

Por esse aspecto a gente poderia dizer que tv ou cinema também são obsoletos já que é mais fácil ter Netflix em casa.

Mas até antes da pandemia, o que se via eram cinemas lotados em estréias de filmes como Vingadores ou afins.

Em resumo, todos coexistem e cada um tem um uso e uma vantagem.

2 Curtidas