Claro e empresas de blockchain testarão voto online com TSE

Originally published at: https://tecnoblog.net/383213/claro-ibm-teste-voto-online-brasil-tse/

Claro, IBM e outras 24 empresas farão teste para votação online do projeto Eleições do Futuro, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral)

Será que dessa vez o “código fonte aberto” será uma das premissas? Porque até hoje o código fonte da urna eletrônica é fechado. Ninguém consegue saber se a urna faz o que realmente deveria fazer.

Como já comentaram nesta matéria, ainda há partes do código da urna que foram desenvolvidas por empresas privadas e, por contrato, não podem divulgá-las (ainda).

Concordo que, com a abertura do código, além de possibilidade de melhorias por parte da comunidade e da transparência do que ocorre sob o código, o TSE só tem a ganhar. Mas o código da urna é liberado para visualização antes das eleições por partidos políticos, Ministério Público e OAB em um ambiente restrito.

1 Curtida

É muito bom a realização de projetos do tipo, mas acho extremamente difícil um projeto desse dar certo num futuro próximo. Por mais seguro que o sistema seja, não tem como garantir o sigilo do voto.

Acho bem interessante a ideia de votação usando a tecnologia do blockchain.

Quando vejo um trem desses fico desejando a desgraça desse TSE. Voto eletronico? A desculpa do voto impresso foi o sigilo do voto, já que o STF fingiu demência e não entendeu que o voto não seria levado para casa. Agora para votar de casa, online, e pelo celular daí vale né? Palhaçada. Sinceramente o TSE deveria deixar de existir e a justiça comum aplicar a Lei, sem imaginação ou divagações inventivas do que o texto da lei diz. E respeitar a vontade do povo por meio de seus representantes que em 2015 decidiram que o voto seria impresso e somente com a confirmação do eleitor depositada em uma urna. Quem sabe assim teríamos a possibilidade de auditoria dos votos.

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.