Claro começa a vender API que valida localização de clientes

1 Like

Por isso não uso a claro, absurdo vender dados de localização, sendo que estes dados são apenas mediante consentimento ou autorização judicial.

3 Likes

Problema é isso virar tendencia e as outras duas operadoras começarem a fazer também.

5 Likes

Provavelmente já estão trabalhando nisso.

Supostamente precisa de consentimento do cliente, tá no post inclusive.
Quero ver como vão fazer isso na prática.

4 Likes

Vai virar

Aqui no BR, não fazem parte das autoridades a ideia da defesa da privacidade.

Já era pra ter virado notícia/crise quando foi informado pela claro, e até agora nada

@evefavretto pelo cliente, acredito que vai forçar a “escolha” para poder usar o serviço, como alguns aplicativos já estão fazendo para poder usar.

3 Likes

Trabalho em um banco e, no papel, essa API é até útil.

A maioria dos apps de banco e afins fazem algumas validações para garantir que o titular da conta é quem está acessando o app mesmo, ou se o aparelho representa algum tipo de risco, como checagem de root/jailbreak, ROM customizada, padrões de local usando IP etc…

Por exemplo, se eu, que sou de São Paulo e sempre acesso o app com um IP daqui, do nada fiz um login em Maceió num intervalo de meia hora, é um comportamento suspeito e vai pra uma análise adicional pra verificar se o acesso é fraudulento.

Esse tipo de validação, infelizmente, não é 100% precisa e pode ter alguns falsos positivos ou deixar alguma coisa passar no filtro. Então, incluir uma API de localização (considerando todos os consentimentos do cliente e afins) seria uma boa pedida pra ajudar as aplicações a detectar fraudes de forma mais precisa.

Mas a gente tá falando da Claro, então é óbvio que vão vender essa API pra entulhar todo mundo de mais propaganda ainda.

9 Likes

Muito provavelmente irão inventar algum tipo de plano mais barato que possibilite a comercialização desses dados mediante um “aceite” do usuário. Com as preocupações atuais do presidente da Anatel… não duvido muito que isso possa ser projeto e/ou incentivado pelo órgão.

2 Likes

Eu te digo como vão fazer isso:
Uma atualização nos termos de uso com uma cláusula: “Ao usar o seu telefone para ligação, internet, sms, ou qualquer outro serviço que use a rede da Claro você concorda em ceder seus dados para venda”.

Infelizmente é o que acontece no nosso Brasil…

8 Likes

Tenho minhas dúvidas que isso seria permitido pela LGPD (pelo menos o Brasil tem uma lei de proteção de dados, ao contrário de C E R T O S países grandes aí).

Fosse um problema exclusivo nosso, mas é praga global mesmo.

2 Likes

Como se não ser permitido impedisse aas empresas de fazerem até não poderem mais recorrer na Justiça (e com a chance até de ganharem o direito de continuar fazendo).

1 Like

Drogra raia é um bom exemplo

1 Like

“É pra sua proteção”, dizem os psicopatas que criam cada vez mais laços para eliminar de vez qualquer traço de privacidade do consumidor, se é que isso ainda existe. Empresas e governo parecem estar sempre a criar problemas para vender soluções, um em troca de mais dinheiro e o outro em troca e troca de mais controle.

Ao invés empenharem-se na melhoria do serviço como um todo, fazendo com que a cobertura do sinal, a velocidade da Internet, a qualidade das ligações, o atendimento rápido e assertivo ao usuário, seja primoroso, os caras ficam perdendo tempo com esse tipo de coisa secundária, apesar de, num primeiro momento, o dizerem que isso será com consentimento. Mas agente já sabe que é do tipo “ou aceita, ou não usa”.

Já o governo, cada vez mais medíocre e bizarro, ao invés de cuidar de uma de suas maiores atribuições, que é a segurança pública, fica criando app pra pagar de bom moço. Por que não criam e cumprem leis duras contra os bandidos? Por que a cada cem crimes cometidos, menos de 10% é mais ou menos resolvido? Por que o indivíduo que assalta 10, 20, 30 vezes é praticamente congratulado, saindo pela porta da frente, após audiência de custódia? Por que não estancam a fábrica de bandidos oferecendo educação e infro de qualidade nas periferias? Deve ser porque isso dá um trabalho danado e, principalmente no tópico leis duras, certas ideologias bizarras têm verdadeiro pavor em falar e agir em cima disso. É melhor fazer “aplicativozinho” pra disfarçar a ineficiência e a má vontade com o tema.

1 Like

No resumo estao preparando para deixar vc desempregado e num futuro nao tao distante só haver banco central.

3 Likes

infelizmente a LGPD,é uma piada no BR,varias empresas fazem cursos dentro da empresa e após isso,os funcionarios fazem contatos com os clientes sem permissao.

3 Likes

Vão colocar nas entrelinhas pra você não perceber.

1 Like

Se da lucro pra empresa não é coisa secundaria.

Mas o termo “secundária” foi dito sob a ótica do cliente e não da empresa.

Mas a empresa pouco se importa com a ótica do cliente, ela se importa em ter lucro.