Chegou a vez da Nintendo: fãs pedem tradução para Zelda: Breath of the Wild 2

1 curtida

Tomara q eu esteja errado, mas a Nintendo ta pouco se fudendo

15 curtidas

Ia comentar exatamente isso.

E complemento, não adianta pedir jogo traduzido e comprar dividindo conta, ter switch destravado ou comprar usado, só vai dar mais argumento do pq eles não fazem isso.

2 curtidas

Não sei se isso é ingenuidade ou esperança demais. Em todo caso, boa sorte, será muito se a Nintendo fazer isso.

1 curtida

Eles já tem um NÃO, torcendo para que não venha o segundo

Acho que a resposta da nintendo vai ser mais como os 2 tiques azuis do wpp.

Visualizado e não respondido

1 curtida

Po… Não traduziram nem o primeiro e vão traduzir o segundo? No máximo eles vão olhar e soltar um: “caguei pra vcs”. A comunidade em pouco tempo traduziu o primeiro, é uma pena eu não poder usar no Switch, o meu modelo não destrava kkk por mim eu faria pq to cagando e andando pra empresa ignorante

Levando em conta a tradução que a Nintendo fez com Mario Kart 8 Ultimate… prefiro em inglês. (Não sei se é um português europeu ou google translate… Mas chamar o Dry Bones de Caveirinha já é sacanagem…)

Era tradução PT-PT, da época do Wii U ainda. Senão me engano até então só o Mario Party Superstars e alguns jogos de smartphone da Nintendo (Mario Kart Tour, Super Mario Run, etc.) receberam traduções PT-BR oficiais…

Vixi… jogar MK em português de portugal é bem bizarro.
A Nintendo deve imaginar que ambos português são iguais ou super parecidos e não sei se vão ter dois portugueses… o que eles deveriam fazer seria deixar os pacotes de idiomas fora do jogo e baixaria logo no inicio os idiomas que tu queria. Mas sei lá…

o custo de localização hoje em dia é muito baixo, até pirateiros fazem, o fato da nintendo não traduzir seus jogos é completamente ridículo.

A não ser q o custo seja 0, o q com certeza não é, ele não é desprezível, por maior q seja a empresa. E é assim q o mundo funciona.

E eu duvido q traduzir um RPG como Zelda seja “barato” como vc diz.

Pra q eu vou localizar um jogo q o pessoal não compra? Eu não pagaria, mesmo q pouco, pra isso.
E aposto q é exatamente assim que a nintendo pensa.

Mas se vc acha q é “tão barato que até pirateiros fazem” é só deixar os pirateiros continuar fazendo, não precisa de nada oficial.

é assim mesmo que fizeram com o primeiro botw, ja tem até dublagem, mas só tem acesso quem tem o console desbloqueado ou jogue no emulador.

1 curtida

Fico imaginando a qualidade dos fandubs… hahaha

Mas falando sério, pirateiro faz de graça porque não tem conta pra pagar e por isso se importa de trabalhar de graça… ou fica com aquelas mendiguice de pedir doações.

Já as empresas precisam pagar uma empresa séria para fazer. Tá ai a pequena diferença.

1 curtida

Bom, mudando de assunto, independentemente do que você fizer da vida, aprenda inglês o melhor que puder. Mude a configuração de todos os seus aparelhos e programas para inglês, tente sempre buscar no Google conteúdo inglês ao invés de português. Vale pena.

2 curtidas

Chega ser ridículo a forma como muitos brasileiros se subjugam ao colonialismo cultural dos EUA. Temos o nosso idioma, não temos que depender de um idioma estrangeiro coisa nenhuma. Temos é que valorizar nossa língua, valorizar o que é nosso. Se as empresas querem vender e lucrar aqui, elas é quem têm que se adequar a nós. Vai ver se esse tipo de imposição linguística ocorre em países que falam espanhol, francês, chinês, entre outros. Não! Isso só ocorre aqui justamente pelo brasileiro ter essa mentalidade de colonizado. Línguas “universais” mudam de tempos em tempos, hoje é o inglês, mas já foi o francês, o latim…, Provavelmente, em um futuro próximo será o mandarim. Apesar disso, nossa língua mãe, oficial, continua sendo a mesma, e é essa que temos que valorizar. Eu tenho um lema bem rigoroso quanto a isso. Sempre que vou comprar um produto, em um mercado, loja, ou qualquer lugar, e não encontro informações em português, não compro. Se todos os brasileiros fizerem isso, a palhaçada acaba.

4 curtidas

Não tem, inclusive tem botw dublado e legendado para o espanhol da América latina que é novidade, além do espanhol da Espanha. Até russo tem.

E tradicionalmente sempre foram localizados jogos em italiano, francês e alemão para países com populações menores que a brasileira. E você não vê entre eles falando que tem que ficar em inglês os jogos para aprender, ou se virar.

No meu caso não me afeta porque jogo em espanhol, mas eu tenho a empatia de achar injusto pagar 300 num jogo digital e não ser acessível para os brasileiros por falta da localização, e outros países que falam português.

2 curtidas

A não ser que você precise muito de uma total imersão em inglês, falar que vale a pena é viagem. Assistir um filme em inglês? Vá lá, curte a forma real da atuação do ator. Uma animação? Piada. Deixar o smartphone em inglês? Nem a pau.

A gente tem uma puta língua sensacional pra deixar ela de lado ‘porque vale a pena’.

1 curtida

Toda essa revolta por causa de um idioma?

Meu querido, em termos absolutos, o português é apenas o 9º mais falado no mundo. Se bobear, sai até do top 10 nos próximos anos. Você acha mesmo que certas empresas (em especial a Nintendo, que praticamente tem um público de nicho por aqui) são obrigadas a se curvar pra nós?

Não é assim não, camarada.

Bom, primeiro que, desculpe-me pelo tom condescendence, o mundo não gira ao seu redor. E depois, a palhaçada acaba mesmo: com isso, é mais fácil a empresa sair do mercado brasileiro, que eles se adaptarem a nós. Outras já saíram por mais, quem dirá por isso.

Nah. Não é só por isso. As oportunidades são inúmeras. Não só a questão do entretenimento, consumir conteúdo na língua original (que na maioria das vezes é em inglês), mas de praticamente tudo. Cansei de procurar informações sobre os mais diversos assuntos, e a quantidade e qualidade do conteúdo é muito mais abundante em inglês, seja de vídeo ou de artigo de leitura. Algumas coisas, quando traduzidas, parece que fizeram foi meia boca, ou não encaixa legal (como design de aplicativos num smartphone), então a opção viável é deixar no inglês mesmo. E nem vou falar de emprego, principalmente em áreas de turismo, restaurante, etc. Fora os benefícios de saúde e outros: assim como a leitura, aprender um novo idioma melhora a memória, capacidade criativa, amplia conhecimento e lá se vai…

Não consigo imaginar um europeu, que também tem suas excelentes línguas, se queixando porque não existe algo pro seu idioma. Quando não tem, partem pro inglês mesmo. Lá eles aprendem duas, quando não, três idiomas, desde criança, nas escolas. Isso não abala sua cultura.

Não se trata de deixar a língua portuguesa, que a propósito, também acho sensacional, de lado, mas de adicionar mais uma no repertório. E nem se trata de “se achar o tal porque sabe inglês” (que realmente existem, mas não são todos, nem mesmo maioria), como muitos pensam por aí. Aprender inglês não arranca pedaço, perde neurônios ou faz vc desaprender a língua materna, muito pelo contrário, como eu disse: abre é oportunidades.

3 curtidas

Sim, aí não aproveita nem metade do conhecimento produzido que existe que se pode aproveitar

Que bobagem

1 curtida