Celulares pré-pagos podem entrar no Cadastro Positivo e facilitar crédito

De acordo com a ANBC, as informações enviadas pelas principais operadoras do país totalizaram 100 milhões de registros de pessoas físicas e jurídicas no banco de dados do Cadastro Positivo.

Ok, e quem autorizou o compartilhamento dos dados?
LGPD só pra inglês ver.

2 curtidas

Em tese você autoriza o compartilhamento desses dados se você faz parte do Cadstro Positivo, mas eu não sei o que a LGPD diz em relação a mudanças posteriores na relação de dados compartilhados (que é o caso aqui, já que quando a pessoa entrou nesse cadastro, o compartilhamento de dados de celulares pré-pagos não estava na lista e, portanto, não foi autorizada).

Vale lembrar que o cadastro se tornou automático em 2019, então a autorização acaba sendo automática também, o que é um problema (mesmo que seja possível sair do cadastro).

Basicamente eles legalizaram o compartilhamento de informações nossas sem nossa autorização, o que antigamente já faziam mas estava em uma zona cinza. Não quer que compartilhem os dados então corre atrás e sai do sistema.

Falando nisso, alguém já teve alguma melhora no crédito por conta dessas mudanças?

No meu caso eu compartilhei quando queria financiar meu AP em 2019
acabou que consegui o credito que queria bem baixo no Itaú (sim cobriram a oferta da CEF)
esse mes acabei de pagar tudo e o itau sapecou limite de cheque especial, cartao, para compra de carro etc. agora outro banco que tinha conta o BB nunca deu 1 real de credito kkkk