Cartões do Itaú não irão mais pontuar no PicPay e RecargaPay

Originally published at: https://tecnoblog.net/383627/cartoes-do-itau-nao-irao-mais-pontuar-no-picpay-e-recargapay/

Cartões do Itaú não acumularão pontos em transações em carteiras de pagamento PicPay e Recarga Pay a partir de novembro

o pessoal devia estar usando o picpay para pagar a fatura do próprio cartão de credito.

5 curtidas

Fosse apenas isso, porque o Recarga Pay também rodou? E pq as outras continuam pontuando? Isso tem cara de abuso com os concorrentes. Preservar o sistema financeiro? Ah conta outra Itaú…

1 curtida

Recarga Pay também permite pagar boletos. E se tiver o Recarga Pay+, tem limite de R$3000 sem taxas.

1 curtida

Estranho, o Itaú afirma que tais praticas prejudicam o mercado financeiro e blablabla. Mas em nenhum momento elenca quais são essas praticas e o por que prejudica e seus possíveis malefícios.

A situação fica ainda mais esquisita e estranha quando outros serviços semelhantes não são igualmente bloqueados no esquema de pontuações.

Isso está me cheirando a puro e simples boicote, e na tentativa de ludibriar e confundir seus clientes, emitem esse comunicado extremamente confuso e que não expõe todos os fatos de maneira clara.

Enfim é por essas e outras que to fugindo desses bancos comuns, estou avaliando seriamente todas as fintechs e os benefícios que elas estão me propondo, por enquanto eu já estou no Nubank, mas aberto a outros bancos que me apresentar melhores benefícios e segurança.

1 curtida

Como os colegas falaram, realmente é muito estranho que o Itaú tenha escolhido apenas essas duas carteiras. Soa como abuso de poder econômico. Perceberam que o Itaú sequer cita a sua própria carteira, o Iti, no comunicado?

1 curtida

Eu sinceramente espero que o RecargaPay e PicPay se unam e processem a Itaucard. Ou bloqueiam todos os apps, ou não bloqueiam nenhum. Acho que não podem fazer esse tipo de diferenciação. Esse pontua, esse outro aqui não… Muita gente vai parar de usar esses apps. Não vejo mais sentido em pagar o RecargaPay Prime.

Nem todas as transações nesses aplicativos são artificiais, feitas só para ganhar pontos. Eu mesmo pago TODAS as minhas contas pelo RecargaPay e pago taxa de R$ 14,90 por mês para ter um limite específico de pagamentos. Não é jogado ao léu.

Tirar uma pontuação desestimula o uso desses apps específicos. Então eu vou continuar fazendo pagamentos e pagando boletos no Mercado Pago, mas no Recarga Pay não pode? Não faz sentido… Ou tira o benefício de todos, ou de nenhum. É uma forma de minar a concorrência SIM! Ainda mais o Itaú sendo líder em cartões de crédito.

1 curtida

Isso aí é pra estimular o uso do Pague Contas deles (Itaú), que cobra uma taxa de 2,99%.

Não existe almoço grátis.

O que entendi desse movimento foi o seguinte: Itaú quer boicotar as carteiras digitais, mas não poderia fazer um boicote geral pois isso desestimularia o uso do próprio cartão do Itaú. Se boicotassem o MercadoPago, todas as compras do Mercado Livre não pontuariam; Ame, todas as lojas B2W, e por aí vai. Seria uma enorme desvantagem dos cartões do Itaú para quem se interessa por programas de pontos e provavelmente levaria muitos clientes a buscarem outras opções.

Assim, o banco optou por uma medida no meio do caminho: boicotar somente os aplicativos que não são associados diretamente a nenhum e-commerce — portanto, RecargaPay e Picpay —, deixando de fora do boicote os associados a algum e-commerce e os que não permitem pagamento de boletos com cartão de crédito (Samsung Pay, Google Pay, Paypal etc).

O curioso é que a medida se mostra incoerente de qualquer lado que se olhe: por um lado, o Iti, do próprio Itaú, não é associado a nenhum ecommerce mas não faz parte do boicote (por que será, né?); e por outro, o Ame permite pagamento de boletos com cartão de crédito, mas não entrou no boicote.

Ou seja, a decisão foi totalmente arbitrária e sem critério. Tão arbitrária que só conseguiram dar uma desculpa pra lá de genérica: “evitar riscos ao ecossistema financeiro”.

2 curtidas

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.