Câmara aprova PL que garante alimentação a entregadores de iFood e Rappi

Se o entregador prestar serviço para mais de um app, os custos serão divididos entre os empregadores.

Isso tem cara de que vai dar certo?

Esse projeto é um verdadeiro desastre, o nível de intervenção estatal aqui foi tão insano que até o restaurante que nem contratou o entregador por aplicativo agora é obrigado a oferecer “auxílio banheiro”.

A empresa dona do serviço de entregas agora precisa pagar o IPVA, DPVAT e até a manutenção de veículos que nem se quer são delas. Fora ter que dar comida, água e descanso para quem pode trabalhar por livre e espontânea vontade a qualquer momento.

Toda essa regulação idiota só vai trazer mais custos e dificuldades para as empresas de apps, que vão reduzir o número de parceiros, diminuir ainda mais o repasse para eles das entregas, e cobrar mais caro pelos seus serviços aos usuários.

Em outras palavras, todos nós vamos perder. É o verdadeiro exemplo prático do tiro que saiu pela culatra.

3 curtidas

Então quer dizer que os caras cometem infrações e põe a vida das outras pessoas em risco fazendo palhaçada com as motos e ainda ganham um seguro pago pela empresa de entrega que já deveria ser pago pelo estado pela cobrança do DPVAT?

A lei para descanso e alimentação numa profissão que você trabalha quando quer e a hora que quer, além do fato que você pode ser enquadrado simplesmente por ser aprovado no aplicativo, não precisa sequer ter feito uma corrida?

Kkkk isso lembra a lei da minha cidade que cobram 10 centavos por km rodado pelos motoristas, mas não estipula como é feito essa verificação então se o cara viajar com a família no carro ele tem que pagar por todo o trajeto que ele fez mesmo não estando trabalhando. Mas é isso que acontece quando quem cria as leis não tem o mínimo de inteligência ou noção de algo, acham que estão fazendo bonito e no fim cagam totalmente com leis absurdas.

1 curtida