Brasil terá “consequências” ao permitir 5G da Huawei, diz embaixador dos EUA

Originally published at: https://tecnoblog.net/355578/brasil-tera-consequencias-ao-permitir-5g-da-huawei-diz-embaixador-dos-eua/

Embaixador dos EUA, Todd Chapman diz que Brasil poderá enfrentar consequências negativas se aceitar equipamentos da Huawei para 5G

2 Curtidas

Meu deus, vão parar de nos mandar cloroquina vencida. O que será de nós agora?

Brincadeiras a parte, os EUA já passaram a perna no Brasil em mais de uma ocasião nos aspectos comerciais. Uma a mais ou a menos não vai fazer diferença.

19 Curtidas

O melhor foi esse comentário:

“Se o Brasil não seguir o mesmo caminho, “vai continuar exportando produtos primários, e não de alta tecnologia”.”

Hahahahahaha, piadista mesmo, o cara acha que a solução desse problema é só escolher outro fornecedor de rede e tudo se resolverá.

9 Curtidas

Se está incomodando tanto os EUA, é sinal de que a China chegou lá, seja como for.

9 Curtidas

Credo que obsessão essa dos EUA com a Huawei. Vão focar em saúde e educação, que lá é um lixo.

5 Curtidas

Livre mercado americano em ação!

4 Curtidas

Pelo jeito o bozo vai fazer tudo que os EUA mandar, não duvido que a Huawei possa ser banida do Brasil.

2 Curtidas

“Para o embaixador, a Huawei poderia ser obrigada a enviar informações para o governo chinês, o que desestimularia os investimentos de empresas do setor farmacêutico e de software, por exemplo, que lidam com inteligência e propriedade intelectual. Se o Brasil não seguir o mesmo caminho, “vai continuar exportando produtos primários, e não de alta tecnologia”.”

Sim porque os EUA sempre investiram no desenvolvimento brasileiro.
Digo que se rompermos com os EUA e nos aliarmos a China, talvez, tenhamos uma chance de sair da merda, se seguirmos no rumo atual vamos ser que nem os países africanos exportando matéria prima fundamental e recebendo ninharia por isso.

Chineses não são bonzinhos, mas parece que querem que os outros cresçam juntos, não tem medo dos outros países crescerem também, diferente dos EUA que mandam pela força militar.

10 Curtidas

Nossa, que meda…

2 Curtidas

Tem que usar Huawei mesmo! Eles já são os mais baratos, com alguns países proibindo o uso de equipamentos Huawei, o preço vai ficar ainda menor.
E pra quem trabalha com manutenção de equipamentos Huawei, dizem que são mais fáceis de trabalhar, pois a Huawei copiou na cara dura os equipamentos Ericsson e Nokia, mas fizeram melhorias.

2 Curtidas

Não sou capaz de opinar!

Cada vez mais desejando que o Trump perca a eleição pra acabar com essa guerrinha idiota com a China. Essa perseguição à China e a Huawei já foi longe demais.
Além disso, uma das razões do dólar ter disparado é essa guerrinha estúpida do Trump.

7 Curtidas

O Brasil nunca teve uma relação tão próxima com os Estados Unidos, como a atual. E temos colhido bons frutos dessa relação. Mas não são os US que farão da gente uma potência, isso só depende de nós.

China é uma grande parceira comercial do Brasil, porém, colocar eles em uma posição muito maior do que a que eles tem hoje, é entregar nossa soberania nacional nas mãos de uma ditadura.

A China hoje está em peso na África, e bom, parece que não foi para ajudar.

1 Curtida

O fato dos EUA estarem tão desesperados já comprova que a China venceu essa guerra. Ouso dizer que os EUA precisam mais da China do que a China precisa deles… China tem muitos países ‘‘nas mãos’’ (empréstimos, investimentos, etc).

1 Curtida

Em termos de parceria com USA, até onde eu sei, a maioria dos aviões de transporte militar foi doado pelos USA, inclusive o “novo” 767 que aposentou o antigo 707. Essa parceria Brasil/USA é de longa data.

2 Curtidas

O ideal seria o Brasil se tornar mais independente e tomar a dianteira em algumas áreas de vez em quando, mas como não temos nem política de Estado, só de governo, fica difícil acontecer.

7 Curtidas

Hoje a China consome mais de 64% da produção mundial, dos metais de terras raras, e detém mais de 39%, sendo o Brasil em segunda, com 16%. imprescindível pra a indústria tecnológica. Se eles restringissem só isso, já seria um caos.

Se a China resolver ser radical e não fazer mais negócios com empresas americanas ou parceiras dos US, lavaria anos para reverter o estrago. Nesse caminho, dezenas de empresas quebrariam. Mas não irão retaliar nesse nível, a economia deles também é dependente dessa relação.

A retaliação que os Estados Unidos fez, não é nada comparado ao que a China já fazia a anos com empresas americanas e de outras nacionalidades também. Mas a diferença é que a China consegue fazer um estrago muito maior, ela domina quase toda a manufatura mundial.

Ela não precisaria nem romper com os Estados Unidos se quiser os atingir, bastava colocar no mercado os títulos da dívida pública americana, que ela detém. Seria uma avalanche de dinheiro que desregularia a economia do mundo inteiro.

http://www.dnpm.gov.br/dnpm/sumarios/terras-raras-sumario-mineral-2014

5 Curtidas

Só observando os nossos democratas torcendo pra China vencer os EUA e dominar o mundo, não sabem que ainda “temos” uma certa liberdade por conta dos Norte Americanos. EUA deixando o posto de líder mundial (o que acho que não irá acontecer tão cedo e torço pra isso) as liberdades estarão seriamente em risco.

Nossos amigos democratas aqui do Tecnoblog vivem num mundo utópico, pensam que na China existe liberdade e que sua expansão mundial vai levar liberdade aos povos.

O povo aqui ou é cego ou simplesmente não quer enxergar.

3 Curtidas

A única novidade ai é embaixador americano dando este tipo de declaração, que na verdade é bem provável que aconteça mesmo só não sabemos a dimensão desta debanda. Agora embaixador Chines ameaçando a quem bem entende, isso sim é normal.

Acho que nossos colegas comentaristas ai chegaram agora no front, pois não há muita coisa nova por aqui.