Apple pode colocar IA no Safari para driblar propagandas

Nada contra publicidade, mas, sou totalmente contrário às propagandas invasivas e impossíveis de serem fechadas. Acredito que é muito mais importante regulamentar a questão das propagandas do que essa preocupação com redes sociais. Muitos sites legítimos costumam exibir propagandas de produtos ilegítimos e muitas vezes até de malwares que são facilmente instalados em smartphones android e sistema operacional windows.

Então… Eu já acho isso (assim com AD Blockers) totalmente errado em termos de direitos autorais.

Um website tecnicamente √© uma ‚Äúobra‚ÄĚ de responsabilidade do publisher, como se fosse uma p√°gina de um livro ou revista. Todo layout e conte√ļdo de um site ou aplicativo comp√Ķe o produto final cujo autor quer entregar para seu p√ļblico, assim, alterar ou remover parte √© uma afronta ao trabalho original, no meu ponto de vista um crime, pois est√° se manipulando e produzindo um resultado diferente do proposto.

A publicidade √© parte desse objeto e pode ser apresentada da forma que o respons√°vel desejar anexo ou mesclado ao conte√ļdo.

Quem n√£o gosta deveria deixar de consumir dessa fonte e n√£o buscar meios de alterar aquilo que foi produzido.

Mais um recurso que vai dar o que falar.

Este certamente √© um dos temas mais subjetivos na √°rea da tecnologia atualmente. Mas a l√≥gica que bloqueadores de an√ļncios e burladores de paywall usam para se afirmar leg√≠timos me parece correta.

Como as páginas web são baixadas em nossos dispositivos pelos navegadores, temos a liberdade de modificá-las localmente para o nosso uso pessoal, da mesma forma que você compra um jornal e pode recortar as propagandas das páginas.

1 Like

Tem a diferen√ßa que no caso do jornal a gente paga antes e depois faz o que quiser, recorta as propagandas ou usa pra embrulhar coc√ī de cachorro.

J√° p√°ginas web com propagandas, o ‚Äúpagamento‚ÄĚ seria a visualiza√ß√£o das propagandas, algo que os bloqueadores impedem. Seguindo essa l√≥gica, bloquear as propagandas antes mesmo de v√™-las seria como pegar o jornal da banca sem pagar.

3 Likes

O problema é que as propagandas hoje já são abusivas.

Sites de apostas, jogo do tigrinho, golpes, propagandas tomando 90% da tela.

Por conta de meia d√ļzia que perderam a m√£o na sua gan√Ęncia, o resto est√° sofrendo agora.

1 Like

@GustavoGuerra seria bom fazer o que quiser com o conte√ļdo, mas como o @centauro escreveu teria que ser depois de adquirir. No caso do navegador escolher por IA o que voc√™ ir√° receber, assim como os bloqueadores, eles est√£o manipulando a informa√ß√£o antes de chegar ao destino. √Č chato mesmo, mas a√≠ temos que reclamar com quem produz o conte√ļdo.

@el_dust realmente tem sites que são impossíveis, mas se eles perdesse audiência por causa disso acredito que mudariam ou melhorariam a forma de display de publicidade.

Ao usar filtro estamos punindo quem precisa de publicidade e faz de forma coerente.

1 Like

A maioria do conte√ļdo de alta qualidade n√£o precisa de publicidade. Nunca vi o site de um professor, de um pesquisador, de um escritor etc‚Ķ com propagandas invasivas, e a maioria deles n√£o tem nenhuma propaganda.

J√° sites clickbait, com conte√ļdo gerado por IA ou mesmo roubado do resto da internet? Cheio de propagandas da pior qualidade poss√≠vel.

Infelizmente eles não vão perder, porque as pessoas já estão anestesiadas, elas aceitaram que o preço de poder ler uma fofoca ou um clickbait é ver propaganda de jogo do tigrinho tomando metade da tela.