Apple M2: processador deve estrear em novos MacBook Air e Pro nesta terça (8)

Segundo o vazamento que ocorreu hoje de tarde, ao q tudo indica, vai ser um evento bem morno, contendo apenas o novo iPhone SE, o novo iPad Air, um Mac Studio e uma nova cor do iPhone 13, mas nada de novos MacBooks Air ou M2.

Pra falar a vdd, eu acredito muito mais nova possibilidade, até porque é a cara da Apple lançar novas cores pro iPhone 13 haha.

E até faria sentido continuar apenas com o M1, já que aparentemente o novo iPad Air iria conter apenas o M1

Não faz sentido lançar o chip M2 agora.

O M1 ainda tá nadando de braçada, sobra performance pra quase tudo (tirando games e uso intenso de GPU), e atende 99% dos usuários pelos próximos 2 anos tranquilamente.

Lançar o M2 agora é overkill.

2 curtidas

Não seria 18 meses entre um lançamento e o posterior

Até faz, o M1/M2 são as versões de entrada, baseadas na linha A. O M1 é um A14X, o M2 se basearia na arquitetura do A15.

Esse M2 poderia vir para a versão base do iMac 24”, Mac Mini de entrada, enquanto o Mac studio contaria com a versão M1 Max. O iPad Air com M1 parece muito, mas pra Apple é só um SoC intermediário.

Mas tenho minhas dúvidas em relação ao iPad Pro, porque o Air ganhar o M1 não é o problema, mas o timing sim. Duvido muito que tenhamos o iPad Pro já nesse evento (embora tradicionalmente março costumava ser um mês de atualizações de iPad), porque ele é o candidato natural ao M2. E aí faria mais sentido descer o M1 para o Air.

Se for levar a fundo isso, esse M2 está até atrasado, mas é o que tem dado pra fazer nessa cadeia de produção saturada. Só a Apple deve ocupar uns 80% da fabricação usando 5nm, e mesmo assim não é suficiente pra atender toda a demanda. Na conferência dos resultados financeiros, chegou-se falar que a produção de iPad foi reduzida para não faltar suprimentos
para o iPhone, já que todos os componentes são compartilhados com uma certa facilidade.

Quem está sobrando nessa panela aí é o iPhone SE 3. Tem que ter muita cara de wood pra requentar essa coisa da década passada. Era para no mínimo reaproveitar o design do iPhone XR, ou 12 mini.

Não culpo o Ive por deixar a Apple, o Tim Cook não deixava o cara fazer o próprio trabalho, só quer requentar o mesmo form factor. Pra uma empresa que costumava ser a vanguarda em design, esses últimos anos tem sido bem monótonos. Esse iMac 24”, não precisava daquele queixo. O M1 cabe no iPad Pro que é mais fino e usa tela mais complexa, não existe desculpa para aquele queixo. Vai ser uma vergonha se lançarem um iMac Pro de 27” cinza escuro e com esse mesmo queixo.